"TV Mulher" reestréia amanhã e de cara nova no canal Viva



Sexo, mercado de trabalho, direitos e deveres, relacionamento, moda, assédio, futuro e muitos outros assuntos são pautas do novo "TV Mulher". 

O "TV Mulher" está de volta para abordar a agenda feminina sob uma nova perspectiva, com assuntos que não saíram da pauta, mesmo após 30 anos. No programa de estreia, dia 31, às 22h30, no VIVA, o tema é o protagonismo feminino. 

Sucesso nos anos 1980 na programação matinal da Globo, a atração apresentada por Marília Gabriela e Ney Gonçalves Dias virou ícone ao tratar temas considerados tabus com uma linguagem objetiva e sem complicações. Gabi estará novamente à frente das dez edições inéditas. 

"Estou fazendo o 'TV Mulher' como um acerto de contas da mulher que me tornei e o que foi a minha vida. Tinha 11 anos de TV, era repórter, já tinha feito um monte de coisas e o Nilton Travesso advogou em minha causa com Boni para que eu fosse apresentadora. Voltar para o 'TV Mulher' hoje é muito importante para mim. Me faz uma pessoa mais inteligente, exige de mim uma compreensão maior do que foi o TV Mulher e do que representaram esses 30 e poucos anos na vida de todas nós, brasileiras. É um exercício extraordinário. Fico até comovida quando falo do 'TV Mulher', de estar aqui hoje", diz Gabi, emocionada. 

Para enriquecer o debate, o primeiro programa conta com o conhecimento de especialistas em diversos assuntos que cercam o universo feminino: Fernanda Young, Flávia Oliveira, Gabriela Manssur, Ivan Martins, Regina Navarro Lins e Ronaldo Fraga.

Não foram só os temas e as entrevistas que eternizaram o "TV Mulher". Os versos de "Cor de Rosa Choque" embalaram e marcaram a abertura do programa. Na nova versão, a música composta por Rita Lee e Roberto de Carvalho especialmente para a atração, ganhará releitura nas vozes de Tulipa Ruiz e Arnaldo Antunes, com arranjo de Plinio Profeta. 

O projeto é uma produção do VIVA e da Cygnus Media, com direção geral de Leticia Muhana e direção artística de Jorge Espírito Santo. O roteiro é assinado por Beth Ritto, Mariliz Pereira Jorge e Clarisse Goulart.


• Temas de ontem e hoje

Ao final de cada programa, em um cenário intimista e dedicado às entrevistas, Gabi recebe grandes personalidades como Anitta, Glória Maria, Alexandre Nero, Juliano Cazarré, a Dra. Analice Gigliotti e a empresária Zica de Assis. No programa de estreia, a convidada é Maria Rita, em alusão ao ano de 1980, quando sua mãe, Elis Regina, foi a primeira entrevistada de Gabi. E essa não é a primeira participação de Maria Rita na atração. Em 1981, ela acompanhou a mãe durante outra conversa com a apresentadora. Durante um papo emocionante, Gabi e Maria Rita falam sobre carreira, o relacionamento da cantora com Davi Moraes e, claro, Elis. 

As crianças também ganham espaço nos novos episódios. Elas encerram os programas com depoimentos divertidos e espontâneos. As meninas falam sobre o que esperam da vida e do futuro e os meninos, o que acham das meninas.

O quadro "Elas na TV", uma das novidades dessa edição, vai homenagear personagens femininas importantes na dramaturgia brasileira. Malu Mader, Susana Vieira, Marieta Severo e Renata Sorrah são algumas das atrizes que serão entrevistadas por Theodoro Cochrane, ator, filho mais novo de Gabi que, em 1980, já brincava nos bastidores do "TV Mulher". No primeiro programa, Theodoro conversa com Regina Duarte. Entre os destaques do encontro, a influência de personagens como Malu, de "Malu Mulher"; Raquel, de "Vale Tudo"; e suas três Helenas nas novelas de Manoel Carlos ("História de Amor", "Por Amor" e "Páginas da Vida"). Theodoro também é responsável pelo figurino do especial.
Ao longo de cada edição, vinhetas com trechos e declarações do "TV Mulher" original serão inseridas para resgatar momentos emocionantes e bem humorados. Na primeira edição, Elis Regina e Glória Pires aparecem em participações nos anos 1980.

• Colunistas: um time versátil e de peso

Flávia Oliveira, Gabriela Manssur, Ivan Martins, Regina Navarro Lins e Ronaldo Fraga são os colunistas da nova versão do "TV Mulher", no VIVA. 

Em "Feira Moderna", a jornalista Flávia Oliveira abordará de forma simples assuntos do dia a dia da mulher sob o ponto de vista econômico e social. Sobre o protagonismo feminino, ela destaca marcos importantes nos últimos anos como a inserção da mulher no mercado de trabalho, a mulher como chefe de família e a inclusão de jovens da periferia nas universidades. Flávia assina uma coluna semanal no jornal O Globo e é comentarista no programa "Estúdio i", na GloboNews.

O quadro "Justiça de Saia" terá a promotora de justiça Gabriela Manssur debatendo os direitos e deveres da mulher, o aborto, a violência doméstica, o assédio e muitos outros temas. A doutora fala sobre as leis que protegem a mulher e que hoje, elas estão denunciando mais a violência e buscando seus direitos. "A mulher está imponderada". Gabriela é, também,coordenadora do Núcleo de Combate à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Região da Grande São Paulo. 

Já o jornalista e escritor Ivan Martins apresentará o quadro "TV Homem", que revela o olhar masculino diante de questões femininas. Ivan é colunista da revista Época e autor de dois livros sobre relacionamento.
Viva
"Muito Prazer" traz a psicanalista e escritora Regina Navarro Lins para falar sobre sexo e todas as curiosidades que cercam o tema. Ela relembra a história da mulher, que foi de luta e opressão e diz que os homens que não se libertaram do mito da masculinidade, temem a mulher autônoma. Essa mulher, segundo Regina, é aquela que se libertou dos padrões de comportamento. "Você acha que a mulher deve dividir a conta do motel?". 

O estilista Ronaldo Fraga em "Moda de Contar" vai apresentar emocionantes histórias de mulheres país afora, como a da Dona Fátima, do Rio Grande do Norte, que viu na venda de lingeries uma grande oportunidade em sua vida. Começou como vendedora de panos de prato em uma feira e, hoje, tem uma fábrica de calcinhas e sutiãs. 

Com seu estilo irreverente e descontraído, a escritora, atriz, roteirista e apresentadora Fernanda Young apresenta crônicas sobre a beleza através dos tempos, em um ambiente lúdico. Fernanda não participa do primeiro programa. 

De 1980 a 1986, período em que o programa original foi exibido, as seções foram ocupadas por conceituados nomes que colaboraram para que o "TV Mulher" se tornasse um ícone da televisão brasileira. Entre eles: Marta Suplicy, Clodovil Hernandes, Eduardo Mascarenhas, Amália Rocha, Irene Ravache, Hildegard Angel, Zulaiê Cobra Ribeiro, Zora Yonara, Marilu Torres Travesso, Ala Szerman, Fanny Abramovich, Marisa Raja Gabaglia, Leiloca e o cartunista Henfil.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.