Série inédita do BBC Earth visita a Amazônia em busca da sucuri gigante



Um novo ponto de vista sobre sucuris gigantes, leões e os crocodilos está na série inédita de três episódios Tribes, Animals, & Me (Tribos, Animais e Eu), que estreia no canal BBC Earth nesta terça-feira, 7 de junho, às 22 horas, com os três programas indo ao ar na sequência. Nesta produção, a missão do cinegrafista da vida selvagem Gordon Buchanan (de vários programas da BBC, como Snow Wolf Family & Me) é encontrar as tribos que vivem próximas a perigosos predadores e descobrir como vencem o medo.

A série Tribes, Animals, & Me será reapresentada quarta-feira, dia 8 de junho, às 9 horas, e às 14h22, também com os três episódios em sequência.

No primeiro programa, Buchanan visita os índios Waorani, da Floresta Amazônica localizada no Equador (na América do Sul), em busca das sucuris verdes gigantes. No segundo episódio, o apresentador encontra-se com o povo San Bushmen, do deserto do Calaari (na África), para descobrir mais sobre leões.  Por fim, no terceiro e último programa da série, visita os povos ao longo do rio Sepik, na Papua Nova Guiné (na Oceania), que afirmam serem capazes de caçar crocodilos apenas com as mãos.

Primeiro programa- No ar dia 7 de junho, às 22 horas

Gordon Buchanan nunca tinha passado tanto tempo na Floresta Amazônica. Por duas semanas, ele morou na aldeia dos índios Waorani que, apesar do contato com o homem civilizado, ainda vivem de maneira tradicional, segundo seus costumes ancestrais. O apresentador dorme em rede, come a caça e pesca com as crianças. Depois de alguns dias, ele passa a se sentir confortável no meio da floresta, mas entende o desafio dos índios que retiram todo seu modo de sobrevivência deste ecossistema.

Considerada a maior cobra o planeta, a sucuri verde é uma ameaça, mas também um animal que reforça a importância da preservação. Assim como os homens, as cobras sofrem com o impacto da extração de óleo na região. Os índios já perderam dois terços das terras de seus antepassados para os exploradores brancos e contam com as pesquisas dos cientistas preservacionistas, nas sucuris, para evitar danos ambientais maiores. 

Buchanan tem a sorte de presenciar o encontro com uma sucuri verde gigante de cinco metros. Com a grande cabeça e o corpo musculoso dela, ele imagina que o animal facilmente engoliria uma pessoa.  Mas o objetivo dos índios não é fazer mal à cobra. Sem machucá-la, eles a retiram do lamaçal a fim de coletar um pedaço de sua pele que será utilizada para a análise, pelos especialistas, da poluição na região.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.