Superprodução original do HISTORY, Gigantes do Brasil conquista ótimos resultados de audiência



Gigantes do Brasil, minissérie de quatro episódios, coloca HISTORY entre os cinco canais mais vistos por adultos de nível socioeconômico alto, posicionando-o, também, como o canal nº 1 no segmento Factual e nº 3 no de Entretenimento Geral. Com isso, o HISTORY ocupou a segunda posição em audiência Masculino 35+, e simultaneamente se converteu no canal nº 1 em Entretenimento e Entretenimento Factual.

Durante a exibição de Gigantes do Brasil, o HISTORY liderou absoluto na audiência masculina com o maior nível de Engajamento (Avarage Time Spent Viewing), no segmento Homens: 1º lugar, entre 25-54, 2º lugar 35+, terceiro lugar 18-49 e, adicionalmente, ocupou posição nº 4 no target Adultos 18+.

“Estamos muito orgulhosos dos resultados obtidos pela minissérie, que conta a história exemplar de superação de quatro figuras lendárias da indústria brasileira. É muito satisfatório que a audiência nos tenha colocado em posição de liderança indiscutível com esta superprodução original do HISTORY”, afirma Emilio Alcalde, Gerente Geral do A+E Ole Audiovisual no Brasil.

A minissérie Gigantes do Brasil conta a trajetória de quatro empreendedores visionários: Francesco Matarazzo, Percival Farquhar, Giuseppe Martinelli e Guilherme Guinle. Em quatro episódios, relata a transformação de um Brasil rural e provinciano em uma potência econômica e industrializada, por meio das trajetórias desses homens sonhadores, implacáveis e ambiciosos.

“Ficamos muito felizes que todo o amor e dedicação da equipe History e da Boutique tenham ficado impressas no valor de produção e no sucesso da série”, comemora Krishna Mahon, diretora de Conteúdo Original do HISTORY.

Realizada pela Boutique Filmes, em coprodução com o HISTORY, Gigantes do Brasil teve um custo de mais de três milhões de reais, com aporte do HISTORY e financiado com recursos da Ancine via Art. 39 e apoio do BNDES, por meio do Art 1º da Lei do Audiovisual. A minissérie tem o patrocínio da Diageo e Mitsubishi.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.