HISTORY estreia o filme sobre a guerra ao terrorismo do grupo separatista ETA



O filme Santuário, que o HISTORY estreia neste sábado, aborda um tema conhecido e dramático em todo o continente europeu: o terrorismo. A coprodução franco-espanhola, exclusiva para a TV, é uma ficção que se passa entre 1984 e 1986. Na época, o País Basco foi cenário de uma série de ataques do GAL – Grupo Antiterrorista de Libertação, uma força paramilitar espanhola clandestina – que têm como alvo o ETA, organização basca nacionalista e separatista, cujo objetivo é tornar a região (norte da Espanha e Sudoeste da França) independente.

Negociações entre as polícias espanholas e francesas pretendem pôr um fim ao “santuário” do ETA na França (na época, governada por François Mitterrand). Porém, um enredo complicado se desenrola, com a participação de vários membros importantes envolvidos no conflito.

Santuário explora uma parte pouco conhecida da História, sobre as relações entre França e Espanha dentro do contexto do combate ao terrorismo. O suspense político, de 90 minutos de duração, chamou a atenção da crítica por tratar de uma situação política bastante complexa.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.