Header Ads

A&E estreia a dramática série documental As Filhas da Poligamia


Nova série documental 'As Filhas da Poligamia'. (Imagem/Divulgação)
Algumas pessoas nascem em meio à poligamia e se veem sem opção de abdicar desse tipo de vida. A única opção em um caso como esse é fugir da família. O A&E estreia a dramática série documental As Filhas da Poligamia (Escaping Polygamy), que estreia em toda a América Latina no dia 6 de junho ás 20h, revelando o mundo da poligamia por meio de mulheres que decidiram escapar há alguns anos de uma das maiores seitas de poligamia dos Estados Unidos, conhecida como Clã Kingston.

Agora, elas se propõem a ajudar outros jovens, mulheres e meninos a se libertarem dos abusos desse estilo de vida em que também se propaga a doutrina do incesto e casamento entre parentes. Em cada episódio, de uma hora de duração, as três irmãs ajudam amigos e estranhos que estão em varias etapas de abandono da poligamia – alguns somente reconhecem a necessidade de sair, outros buscam ativamente uma fuga e outros lutam para se adaptar às duras realidades desse mundo.

As três jovens irmãs, Jessica, Shanell e Andrea abandonaram valentemente o Clã Kingston, um dos grupos fundamentalistas mais fortes dentro do mundo da poligamia, localizado em Salt Lake City, Utah, e que soma mais de 200 meio-irmãos frutos desse tipo de relacionamento. O grupo, também conhecido como A Ordem, é atualmente liderado pelo próprio pai das irmãs, Daniel Kingston.

Agora, dez anos depois, as irmãs se dedicam a ajudar outros homens, mulheres e crianças a escaparem da seita polígama em que nasceram e se criaram, para que essas pessoas possam construir novas vidas fora do clã. Andrea e Jessica, entre os 12 filhos de Daniel Kingston com sua sexta esposa, fugiram com a ajuda de sua tia e foram enviadas a um orfanato durante uma batalha de custódia com cobertura nacional da imprensa. Shanell, a segunda entre 12 filhos nascidos de Kingston e sua sétima esposa, deixou a Ordem depois de casar-se com um primo quando era adolescente.

Na A Ordem, a doutrina do incesto é uma prática – os Kingston se casam com os Kingston – e as mulheres devem aceitar as relações polígamas. Aos 14 anos, as meninas têm idade suficiente para serem cortejadas, e o líder da seita oferece uma lista de possíveis maridos, a maioria deles com grande diferença de idade. Foi o caso de Jessica, que aos 14 anos foi escolhida por seu tio de 42 anos para tornar-se sua terceira esposa. Mas, antes que Jessica fosse oficialmente comprometida com ele, ela conseguiu fugir com a ajuda de sua tia, que chamou a polícia e apresentou uma ordem de restrição contra Daniel tanto para Jessica como para sua irmã Andrea. A partir desse momento, essas mulheres embarcaram em resgates dramáticos e emocionantes, incluindo a própria fuga pessoal, quando Jessica e Andrea ajudam sua irmã de 18 anos, Jennifer, a sair da Ordem e de Utah antes que seu pai pudesse encontrá-la.

Esta série documental está marcada pelo impacto significativo que o trabalho das irmãs tem alcançado no sentido de desestabilizar a liderança da seita, incluindo o próprio pai, Daniel. Outras histórias desta temporada incluem uma infiltração em outro grupo fundamentalista, a FLDS (Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias), em que a filha do famoso profeta autoproclamado Warren Jeffs procura sua irmã que fugiu; uma visão por dentro da operação de alto risco que o FBI realizou no Clã Kingston e que gerou muitas manchetes jornalísticas pelo país; e um infiltrado na Ordem que está compartilhando informações de dentro do clã e enfrenta uma dúvida: é mais perigoso ficar ou sair da seita?

Em cada história, os telespectadores verão que a fuga da poligamia é uma jornada contínua e traiçoeira. Aqueles que se atrevem a renunciar a este modo de vida enfrentam desafiantes obstáculos emocionais muito depois de terem deixado fisicamente a seita. Em grande parte rejeitadas por suas comunidades, com sua fé e famílias mudadas por completo, essas pessoas que escapam muitas vezes se encontram com a forte tentação de regressar ao único modo de vida que conheceram. É por meio da contínua orientação e apoio de Andrea, Jessica e Shanell que essas vítimas começam a criar uma nova comunidade e um sistema de apoio longe do mundo que deixaram para trás.

No episódio de estreia, A fúria do pai, quando Jessica e Andrea deixaram A Ordem, elas pensavam que nunca mais veriam sua família de novo, mas Jessica recebe uma ligação desesperada, de madrugada, de Jennifer, sua irmã mais nova, e as duas correm para ajudá-la. Jennifer está sendo forçada a se casar com um homem a quem ela não ama e todas precisam agir rapidamente para tirá-la da cidade antes que A Ordem perceba sua intenção de fuga. Mas uma parada de última hora leva a um confronto dramático com os membros da seita sobre seu sistema financeiro corrupto.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.