Header Ads

SBT e Rede TV comemoram a recuperação na audiência, mas a Record só a metade


Emissoras de TV aberta consegue recuperar sua antiga audiência. (Imagem/Reprodução)
Em uma guerra entre operadoras e o grupo Simba que representa o Record, SBT e Rede TV, já duram um mês sem um acordo firmado ainda. Os números da audiência agradaram os executivos do grupo, empresa de conteúdo que negocia a cessão da programação dos três canais, além de outros que estão em planejamento, para exibição na TV paga.

Em 30 dias, as emissoras já recuperaram entre 35% e 75% de seus índices de audiência comparado com a semana anterior ao apagão do sinal analógico e, em função do novo modelo previsto em lei, a consequente não liberação dos sinais digitais para as operadoras de tv paga, exceção feita à Vivo TV.

Isso mostra que os telespectadores estão buscando outras formas de assistir as emissoras além da TV paga.

Confira o comunicado:

"Os números de audiência mais atuais auferidos pelo Kantar Ibope Media surpreenderam positivamente os principais executivos da RecordTV, RedeTV! e SBT, as redes que integram a Simba Content, empresa de conteúdo que negocia a cessão da programação dos três canais, além de outros que estão em planejamento, para exibição na TV paga.

Em apenas 30 dias, as emissoras já recuperaram entre 35% e 75% de seus índices de audiência comparado com a semana anterior ao apagão do sinal analógico e, em função do novo modelo previsto em lei, a consequente não liberação dos sinais digitais para as operadoras de tv paga, exceção feita à Vivo TV. Dado o grande esforço de comunicação que tem sido feito, já é possível estimar que, nas próximas semanas, essa recuperação de audiência seja quase total.

Antes do corte de seus sinais pela maioria das operadoras de TV paga, RecordTV, RedeTV! e SBT projetavam que a audiência perdida no primeiro momento retornaria a patamares anteriores ao final de três meses. A crença era de que esse tempo seria suficiente para as pessoas encontrarem soluções alternativas como a instalação de antenas receptoras do sinal digital e gratuito. No entanto, as três redes celebram o restabelecimento da audiência antes do esperado.

Essa era e continua sendo a maior preocupação para que anunciantes continuem tendo nas três emissoras o retorno que sempre ofertaram e entregaram.

Importante verificar, inclusive, que vários programas das emissoras que compõem a Simba Content apresentam uma audiência superior à da semana pré-“switch off” no Painel Nacional de Televisão - PNT.

A Simba Content continua empregando todos os esforços para que as negociações com as operadoras de tv paga avancem o mais rápido possível e que nossos telespectadores tenham o conteúdo de suas assinaturas devidamente restabelecido."

Dados da audiência de cada emissora:

1) Em apenas 30 dias, o SBT já recuperou a totalidade da audiência perdida por causa do corte de seu sinal na TV paga pelas operadoras com quem a Simba Content ainda não tem acordo para distribuição de conteúdo. O dado é relativo ao PNT (Painel Nacional de Televisão), que congrega medição nas 15 principais praças do mercado brasileiro. Na Grande São Paulo, a recuperação foi de 75% da audiência e o SBT já trabalha com o cenário de restabelecer os números anteriores já na próxima semana.

2) Algumas atrações do SBT, como “A Praça É Nossa”, “Domingo Legal” e “Eliana”, estão com “Ibope” maior do que antes.

3) No caso da RedeTV!, a audiência no PNT já está também equiparada em pontos aos índices na semana prévia do switch off. Na Grande São Paulo, a rede tem uma audiência apenas 0,1 ponto inferior à do mês passado, mas os números estão em recuperação e a perspectiva é de igualar os dados anteriores em menos de duas semanas.

4) A RecordTV havia sido a mais impactada pela queda de audiência na primeira semana pós-“switch off”, mas já recuperou quase 50% da audiência perdida no PNT e 35% na Grande São Paulo, com tendência de crescimento e previsão de restabelecer os níveis anteriores de audiência antes do esperado.

*Com informações de Flávio Ricco, do UOL.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.