Header Ads

TLC estreia temporada inédita de 'Uma Mulher de Peso' nesta sexta


Novos episódios de 'Uma Mulher de Peso'. (Imagem/Divulgação)
Na sexta-feira, 2 de junho, às 21h20, o TLC  acompanha a dançarina Whitney Thore em mais uma temporada de UMA MULHER DE PESO (My Big Fat Fabulous Life). Aos 30 anos e pesando 172 quilos, a jovem se transformou em símbolo do movimento por autoestima de mulheres que, assim como ela, não se enquadram nos padrões estéticos dominantes e difundidos como ideais.

Whitney Thore sempre foi magra. Dançarina, ela cresceu acostumada a um corpo que as pessoas admiram – até o primeiro ano da faculdade, quando começou a ganhar peso rapidamente por causa da síndrome do ovário policístico e o desiquilíbrio hormonal a ela associado.

Depois de enfrentar a depressão e a sensação de estar no corpo errado, veio a superação: em 2014, Whitney resolveu retomar a dança e postou o vídeo “A Fat Girl Dancing” (“uma garota gorda dançando”, em tradução livre) na internet – assim, ela se tornou uma sensação no mundo online e recebeu milhares de mensagens de apoio. Whitney voltou a dar aulas de dança e se tornou exemplo para de mulheres em todo o mundo.

Agora, ela lida com as intensas mudanças que aconteceram recentemente: foi diagnosticada com pré-diabetes, aderiu a alimentação saudável e rotina de exercícios físicos; também saiu da casa dos pais e passou a morar com seu melhor amigo, Buddy.

Na temporada inédita de UMA MULHER DE PESO, a jovem passa pela fase de adaptação e se esforça para dar continuidade a sua nova vida.  Ao longo dos episódios inéditos, cada um deles com meia hora de duração, Whitney dedica sua atenção e tempo para dosar a ingestão de carboidratos, reaprender a andar de bicicleta, decorar a casa nova, controlar as próprias emoções – e as dos pais – depois da mudança, e transformar seu grupo de dança em uma referência.

A convivência com Buddy está entre as prioridades – mas a compra de móveis e objetos de decoração que agradem a ambos revela-se o primeiro desafio. Amigos de longa data, eles percebem que nem sempre o consenso é garantido.

Enquanto isso, continuam as aulas de dança que Whitney conduz. As alunas são, em sua maioria, mulheres com sobrepeso que ajudam Whitney em duas tarefas: melhorar o condicionamento físico e contribuir para o empoderamento feminino. Na dança, Whitney encontrou uma forma de amplificar sua mensagem. Uma importante apresentação se aproxima – elas irão dançar no intervalo de um jogo de baseball, oportunidade nobre e disputada entre as companhias de dança locais. Com apenas duas semanas até o grande dia, a dedicação aos ensaios deve ser total.

Ainda na nova temporada, Whitney participa de uma corrida de cinco quilômetros e volta a paquerar – Babs, a mãe, fica preocupada com a filha por conta de todas as mudanças pelas quais ela está passando. Logo, Babs percebe que a filha está feliz, confiante, e que essa fase positiva influencia nas relações que ela escolhe.  

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.