Header Ads

Animal Planet exibe o Especial Mês dos Predadores


Especial Mês dos Predadores. (Imagem/Divulgação)
A partir de segunda-feira, 3 de julho, as feras tomam conta da tela do Animal Planet para a edição 2017 do ESPECIAL MÊS DOS PREDADORES. São mais de vinte horas de programação dedicadas aos animais mais vorazes do planeta, com filmagens feitas em diversos habitats e cenas que mostram esses caçadores implacáveis em plena ação.

De segunda a sexta, até o dia 28 de julho, sempre às 22h20, o canal viaja o mundo atrás de leopardos, tigres, leões, ursos, dragões de Komodo, tubarões, serpentes e criaturas peçonhentas para mostrar de perto o potencial mortífero dos predadores. O resultado são imagens dos comportamentos desenvolvidos pelas diferentes espécies, cenas de ataques e informações sobre as armadilhas evolutivas que esses animais desenvolveram com um só propósito: matar para viver.

Entre os destaques da programação estão as séries ANIMAIS MORTAIS DA AUSTRÁLIA (72 Most Dangerous Animals Australia), no ar às segundas, 22h20, e PERDIDO NO SUDESTE ASIÁTICO (Wild Frank Dragons), exibida às quartas, 22h20. As sextas de julho são reservadas para os documentários:  VIDA SELVAGEM: A LUTA DOS FEROZES (Natural World: Africa's Giant Killers); VIDA SELVAGEM: A LUTA DOS FEROZES - CONFRONTO FINAL  (Return of the Giant Killers); DEVORADORES DE HOMENS: OS ÚLTIMOS TIGRES DA ÍNDIA (Living with Maneaters); e CHIMPANZÉS GUERREIROS DE UGANDA (Rise of the Warrior Apes) vão ao ar nos dias 7, 14, 21 e 28, respectivamente.

ANIMAIS MORTAIS DA AUSTRÁLIA abre a programação do ESPECIAL MÊS DOS PREDADORES. No episódio de estreia, a série destaca o potencial mortífero do tubarão-cabeça-chata e do sapo-boi: o primeiro habita as águas quentes do litoral australiano e gera pânico por ser uma das espécies mais agressivas e dispostas a atacar humanos; o segundo foi levado para o país em 1935,  como alternativa no controle de pragas, e desde então suas glândulas repletas de substância tóxica se tornaram uma ameaça por lá.

VIDA SELVAGEM: A LUTA DOS FEROZES é o primeiro dos documentários inéditos e acompanha em detalhes uma batalha épica entre feras da savana: de um lado os leões, do outro os elefantes africanos. As espécies raramente se enfrentam, mas a seca deixou a manada inteira enfraquecida e os leões estão famintos.

CHIMPANZÉS GUERREIROS DE UGANDA finaliza o ESPECIAL MÊS DOS PREDADORES na sexta-feira, 28, às 22h20. Resultado de mais de vinte anos de pesquisa e desenvolvimento, o documentário é dirigido por James Reed e vai a Ngogo, Uganda, para conhecer o grupo de chimpanzés que domina um vasto território à base de força bruta. Conspirações, alianças e estratégias surpreendentemente elaboradas são desenvolvidas por estes símios que não hesitam em utilizar a violência  para manter a supremacia.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.