Header Ads

Canal VIVA - Destaques da programação de 3 a 9 de Julho


Destaques da programação Canal Viva. (Imagem/Divulgação)
Confira os destaques da programação do Canal Viva de 02 a 09 de Julho.

MR. BEAN
segunda-feira, dia 3 de julho, às 21h

Mr. Bean (Rowan Atkinson) comprou uma TV nova e as confusões começam na instalação: tomada, antena, tudo é motivo para que o comediante se enrole e arranque gargalhadas dos telespectadores. O furto de sua câmera no parque também agita sua vida. Inconformado, Mr. Bean pede ajuda à polícia e apronta todas para reconhecer o ladrão.

Após um dia um tanto quanto corrido, ele ainda tumultua um show de mágica, do qual é convidado a ser o ajudante do artista, em um bar. A noite termina com uma paquera frustrada e muitas risadas.

SAI DE BAIXO
terça-feira, dia 4 de julho, às 21h

No episódio “É Doando que se Recebe”, Eliane Giardini faz uma participação especial como Eva, uma poderosa mulher que escolhe Caco (Miguel Falabella) para ser o pai de seu filho, através de inseminação artificial. Mas Caco não dá conta do recado com Magda (Marisa Orth), e ela fica mais indignada ainda com a situação.

Ataíde (Luiz Carlos Tourinho) é o segundo candidato à paternidade, mas será Vavá (Luis Gustavo) que quase resolverá o problema de Eva. Enquanto isso, Sirene (Cláudia Rodrigues) disputa o título de Musa dos Porteiros com Magda.

ZORRA TOTAL
quarta-feira, dia 5 de julho, na faixa das 22h

Ofélia (Claudia Rodrigues) e Fernandinho (Lúcio Mauro) têm vizinho novo: José de Abreu interpreta um gaúcho que acaba de se mudar para a rua. Cupim faz uma visita para o casal, mas logo se irrita com Fernandinho trocando seu apelido por minhoca e tatu. As pérolas são ainda mais engraçadas com Ofélia se confundindo com os pontos turísticos cariocas. Em sua versão, o Cristo Redentor vira Cristo “Arrebentou”.

Já no programa “Rosto a Rosto”, Alberto Roberto (Chico Anysio) conversa com Carolina Ferraz. Como de costume, o apresentador faz perguntas indiscretas e deixa a entrevistada sem graça com seus elogios obscenos.

OS NORMAIS
sexta-feira, dia 7 de julho, às 22h30

Depois de dois jantares frustrantes, Vani (Fernanda Torres) e Rui (Luiz Fernando Guimarães) percebem que não têm um casal de amigos à altura da animação deles. No episódio “Divertimento Normal e Sadio”, enquanto Rui lava seu carro em pleno sábado de sol, Vani folheia uma revista de fofocas e arma um plano: conquistar a amizade de Maria Silvia (Marisa Orth) e Pedro Paulo (Guilherme Weber), decoradores ricos e modernos que sempre estampam as capas das publicações. Mal sabe ela que o relacionamento do casal está longe de ser perfeito e é apenas uma fachada.

Para se aproximar de Maria Silvia e Pedro Paulo, Vani passa a estudar as preferências culturais, literárias, hobbies e até onde o casal se exercita. A princípio, Rui fica assustado com a obsessão de Vani, mas topa participar do plano. Afinal, os ricaços têm uma casa de praia, e ele não vê a hora de conhecê-la.

CASSINO DO CHACRINHA
sábado, dia 8 de julho, às 19h

No corpo de jurados, o “Cassino do Chacrinha” recebe convidados como Paulette, membro do Dzi Croquettes; Elke Maravilha; o ator Jece Valadão; Alberto Brizola; e a socialite Dora Klabin. O primeiro número musical é de Sylvinho Blau Blau, que leva o auditório feminino à loucura. Depois de cantar, ele se junta à banca de jurados para eleger os melhores calouros do dia.

Entre os concursos, o de melhor quadrilha do Brasil. No palco, o Velho Guerreiro também anuncia a continuação da eleição do negro e da negra mais bonitos do país.

João Kleber se junta a Abelardo Barbosa para conduzir a atração. Banda Reflexus, Trem da Alegria, Cheiro de Amor, Bebeto, Alcione, Rosana, Manhoso, o ex-Menudo Robby e Roberto Leal estão entre os shows desta edição do “Cassino”. Para encerrar, Chacrinha e João Kleber chamam a banda RPM, liderada por Paulo Ricardo.

DONOS DA HISTÓRIA
domingo, dia 9 de julho, às 18h30

Manaus já era o cenário de inspiração de Antonio Calmon quando ele se mudou ainda na infância para o Rio de Janeiro. Sua carreira começou no cinema, como assistente de direção de profissionais como Cacá Diegues e Glauber Rocha. Seja exercendo o papel de diretor ou roteirista, Calmon reúne em sua filmografia produções como “Eu Matei Lúcio Flávio” (1979), “Menino do Rio” (1982), “Garota Dourada” (1984) e “O Quatrilho” (1995).

Ingressou na Globo em 1985, a convite de Daniel Filho, para ser um dos roteiristas de “Armação Ilimitada”. O seriado “Tarcísio & Glória” estreou no mesmo ano, também com sua contribuição. Começou como novelista em 1989, ao lado de Walther Negrão, com a emblemática “Top Model”. Em 1991, mais um sucesso: “Vamp”. O universo dos vampiros retornou em 2002 com a irreverente trama de “O Beijo do Vampiro”. A minissérie “Sex Appeal” (1993) e as novelas “Cara & Coroa” (1995), “Corpo Dourado” (1998) e “Um Anjo Caiu do Céu” (2001) também marcaram a trajetória profissional de Calmon.

EI, PSIT! TEM GENTE NOVA NO PEDAÇO!
segunda-feira, dia 17 de julho

O espírito trapalhão está de volta e, desta vez, com novos adeptos do humor que marcou época e influenciou gerações. ‘Os Trapalhões’, que completa 40 anos em 2017, voltam com quatro novos integrantes, Didico (Lucas Veloso), Dedeco (Bruno Gissoni), Mussa (Mumuzinho) e Zaca (Gui Santana), liderados por Didi (Renato Aragão) e Dedé (Dedé Santana). Os dois humoristas são agora mestres dessa trupe, para ensiná-los a arte de ser um verdadeiro ‘Trapalhão’. O sexteto reviverá personagens que conquistaram o coração dos brasileiros, num resgate do humor malandro e ingênuo que mudou o lugar do riso na televisão brasileira.

E, a cada episódio, diferentes esquetes trazem de volta, em situações atuais e inéditas, quadros de sucesso, como reuniões de super-heróis, o quartel- general, os famosos musicais, entre outros. Os personagens Tião e o famoso Sargento Pincel também estarão de volta, agora interpretados por Nego do Borel e Ernani Morais, respectivamente. “Os Trapalhões”, cuja estreia será dia 17 de julho no canal Viva e em setembro na Globo, tem direção geral de Fred Mayrink, redação final de Péricles Barros e supervisão de texto de Mauro Wilson.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.