Header Ads

LIFETIME expande a franquia do segmento moda com a estreia de Desafio Brasil Fashion


Reality show "Desafio Brasil Fashion". (Imagem/Divulgação)
Após o sucesso da estreia da série vencedora do Emmy Project Runway - apresentada por Heidi Klum e Tim Gunn, e que estreia sua nova temporada em breve – o LIFETIME reforça a importância da franquia de moda para o seu público e apresenta a nova série Desafio Brasil Fashion. O canal exibe a primeira temporada, com dois episódios por semana, às quintas-feiras ás 22h50, a partir do dia 14 de setembro; e estreia a segunda, com exclusividade, em outubro, com uma grande novidade: a participação da estilista Lenny Niemeyer.

A produção nacional acompanha a jornada de nove estilistas iniciantes que recebem a chance de suas vidas. Eles terão o desafio de criar, cada um, três looks para uma coleção que será apresentada em um grande desfile em São Paulo. Para isso, trabalharão durante dois meses, orientados de perto por três grandes nomes da moda nacional: Alexandre Herchcovitch, Lino Villaventura e Ronaldo Fraga.

Os jovens estilistas foram selecionados pelo Núcleo de Moda e Design do SENAI, em todo o país. Os participantes da primeira temporada são Jéssica Cerejeira, Willame Knowles, Michel Cardoso, Amanda Castro, André Fortes, Sabrina Bublitz, Natália Menezes, Tiago Prado e Laís Alves. O Desafio Brasil Fashion é uma coprodução da Cinegroup com o Lifetime, e patrocínio do SENAI - CETIQT (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil).

Os participantes criarão os looks completos, desde o início, sob a aprovação de seus coaches. Em cada um dos nove episódios, apresentados por Larissa Bracher, os jovens estilistas enfrentam novos desafios, como alterações conceituais, de desenvolvimento e execução. Inspiração e talento entram em jogo, junto com pesquisa e aplicação de técnicas, para resultar em criações originais e incríveis.

No episódio de estreia, Michel sai em busca de suas referências para realizar o croqui ideal de sua coleção. Ele precisa lutar contra o tempo para conseguir confeccionar todas as camadas de seus looks inspirados na arte barroca. Em cima da hora, o seu coach, Lino Villaventura, demanda mudanças radicais nas suas peças que podem atrasar todo o grande desfile. Enquanto isso, Amanda deve acatar as alterações conceituais que Ronaldo Fraga traz para sua coleção e precisa correr para compreender toda cultura ucraniana que irá inspirar o seu trabalho. Por último, André ainda se questiona se está seguindo o caminho certo na conceituação de suas peças.

Em seguida, no segundo episódio, a pesquisa que Amanda precisa fazer para agradar Ronaldo Fraga precisa ser profunda. Visitando grupos de danças típicas e buscando referências no memorial ucraniano, ela escolhe a técnica mais difícil possível para trabalhar: o bordado ucraniano. A árdua tarefa de encontrar uma bordadeira que aceite o volume de trabalho no pouco tempo que tem é insana, e ela precisa buscar a solução para trazer a força dessa cultura para a passarela. Em paralelo, André mergulha na cultura eclesiástica dos jesuítas para entender as vestimentas sacerdotais que deseja usar como inspiração para sua coleção, mas se depara com a dificuldade de montar peças únicas sem costura como eram as roupas desses padres. Afinal, Sabrina se decide por confeccionar seu próprio tecido com a complexa técnica de patchwork.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.