Header Ads

Canal Brasil - Filmes em Destaques de 16 a 22 de outubro


Destaques da programação Canal Brasil. (Imagem/Divulgação)
Conheça os filmes em destaque na programação do Canal Brasil de 16 a 22 de outubro.

SEGUNDA-FEIRA, 16 DE OUTUBRO

“É TUDO VERDADE”: A MÚSICA SEGUNDO TOM JOBIM (2012) (85’)
Horário: Segunda, dia 16, às 22h
Classificação: Livre
Inédito e exclusivo
Direção: Nelson Pereira dos Santos e Dora Jobim

Sinopse: Instigado pela trajetória musical de Tom, o diretor de Vidas Secas (1963) e Memórias do Cárcere (1984), se uniu a Paulo e Dora Jobim – filho e neta do artista, respectivamente – para um resgate do seu trabalho. Sem a presença de entrevistas, legendas ou explicações, o longa-metragem segue a máxima do seu homenageado ao confirmar que “a linguagem musical basta”.

Sem a intenção de realizar uma cinebiografia clássica, o filme foge dos padrões seguidos pelos documentários musicais brasileiros lançados nos últimos anos – em narrativa diferente de A Luz do Tom (2013), segundo filme do cineasta sobre o autor de Garota de Ipanema. As canções de Tom Jobim são as principais personagens da película, se tornando autossuficientes para a construção da mesma e substituindo o uso de qualquer recurso na explanação da narrativa. O longa faz uma viagem cronológica pela carreira do artista através do registro de apresentações do compositor e de diversos nomes reconhecidos no cenário musical nacional e internacional.

Em um passeio pela obra de Tom, o documentário apresenta clássicos como Garota de Ipanema, Desafinado, Sabiá, Águas de Março, Anos Dourados e Chega de Saudade em versões em português, inglês, francês e alemão. Artistas como Elis Regina, Gal Costa, Frank Sinatra, Chico Buarque, Caetano Veloso, Ella Fitzgerald, Maysa, Nana Caymmi, Nara Leão e Paulinho da Viola dão voz às letras do compositor, apresentando as suas próprias versões de canções eternizadas no imaginário da música popular. 

TERÇA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO

VERMELHO RUSSO (2017) (92’)
Horário: Terça, dia 17, às 22h
Classificação: 12 anos
Inédito e exclusivo 
Direção: Charly Braun

Sinopse:  A atriz Martha Nowill viajou à Rússia em 2009, na companhia da amiga e colega de trabalho Maria Manoella, com o objetivo de aprender melhor os detalhes da famosa técnica de interpretação desenvolvida pelo intérprete Constantin Stanislavski – o método criado pelo soviético é reconhecido internacionalmente. O passeio gerou um diário de bordo com as experiências vividas por elas no país e os escritos foram inicialmente publicados em uma revista semanal. Cinco anos depois, elas retornaram a terras moscovitas para transformar os registros no guião do longa-metragem dirigido por Charly Braun, laureado com o Redentor de melhor roteiro no Festival do Rio em 2016, em elenco composto ainda por Michel Melamed e Soraia Chaves.

O filme mescla as linguagens documental e ficcional para narrar uma adaptação livre dos acontecimentos vividos pelas protagonistas nas gélidas ruas de Moscou. Marta (Martha Nowill) e Manu (Maria Manoella) vivem duas atrizes recém-chegadas à Rússia para aprimorar suas habilidades em cima dos palcos. A adaptação à nova realidade parece uma missão simples e o filme adota um tom turístico para mostrar a capital do país como uma grande cidade não muito diferente de outras metrópoles ao redor do mundo, fugindo dos estereótipos comumente impressos ao lugar. Lá, elas riem e se divertem com os novos cenários para os espetáculos das próprias vidas. O duro e temido inverno soviético, no entanto, chega com intensidade e começa a congelar o relacionamento entre as amigas assim como em guerras e batalhas do passado.

O frio da cidade toma conta do universo das protagonistas a partir da construção de um complicado triângulo amoroso. Um ator (Michel Melamed) beija uma delas e desperta uma crise de ciúmes entre as personagens. A cidade álgida e escura adota então uma onipresente atmosfera inóspita, complementada por um idioma de complicada compreensão. Os ensaios exaustivos em busca da perfeição técnica sob o olhar de um austero encenador (Vladimir Poglazov) deixam o clima ainda mais tenso e a animosidade entre as atrizes começa a atrapalhar as lições. O convívio entre elas torna-se insustentável e os conflitos são constantes. Entre nevascas, brigas e muitas doses de vodca, as atrizes vão descobrir o verdadeiro tom do vermelho russo – uma cor de tonalidade apaixonante e intensa.

QUARTA-FEIRA, 18 DE OUTUBRO

CONTRACORRENTE (2009) (100’)
Horário: Quarta, dia 18, às 22h
Classificação: 14 anos
Direção: Javier Fuentes-León

Sinopse: Miguel (Cristian Mercado) é um pescador respeitado na vila onde mora e trabalha. Casado com Mariela (Tatiana Astengo), está prestes a ganhar o primeiro filho, mas ele vive um romance com Santiago (Manolo Cardona), artista chamado pelos moradores de Príncipe Encantado. O tempo passa, a hora da verdade está chegando e Mariela começa a questionar Miguel, que precisará decidir sobre sua sexualidade.

QUINTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO

ENTRETURNOS (2014) (82’)
Horário: Quinta, dia 19, às 22h
Classificação: 16 anos
Direção: Edson Ferreira

Sinopse: Beto (Paulo Roque) é um cobrador de ônibus casado com Gilda (Janaína Kremer), mas eles tem dificuldades para ter um filho. Beto acaba se aproximando de Leia (Lorena Lima), dona de um bar frequentado por ele. Quando um amigo de Leia, Valcir (Luis Miranda) começa a trabalhar no bar, um quadrado amoroso se forma, que resulta na gravidez de Leia. Para complicar ainda mais a situação, Leia tem um companheiro, Cardoso (Milhem Cortaz), que está em um presídio. Essa história ambientada nas cidades de Vitória e Vila Velha, no Espirito Santo, culminará em um acontecimento inesperado, que vai tranformar a vida de todos.

SEXTA-FEIRA, 20 DE OUTUBRO

“CINEMÃO”: DE PERNAS PRO AR (2010) (97’)
Horário: Sexta, dia, às 22h
Classificação: 14 anos
Direção: Roberto Santucci

Sinopse: Alice (Ingrid Guimarães) é o retrato da mulher contemporânea que vive seu melhor momento profissional. Esposa, mãe e executiva, ela não tem tempo para mais nada. Tudo parece estar bem até seu marido, João (Bruno Garcia), gravar um recado na secretária eletrônica terminando com o casamento. E o pior: no mesmo dia, acaba sendo demitida. O mundo desaba na cabeça da personagem. Nesse instante, sua trajetória se cruza com a de Marcela (Maria Paula), vizinha dona de uma sex shop decadente. No início, a antipatia é mútua, mas as duas se tornam amigas. Essa nova parceria também rende frutos nos negócios. Para tirar a falida Sexy Delícia do vermelho, as duas começam um plano com vendas online e promotoras de porta a porta. A experiência muda radicalmente a vida de Alice, que descobre os prazeres dos brinquedos eróticos.

SÁBADO, 21 DE OUTUBRO

O DIABO A QUATRO (2004) (103’)
Horário: Sábado, dia 21 às 22h
Classificação: 16 anos
Direção: Alice de Andrade

Sinopse: Os destinos de 4 personagens se entrelaçam dentro do restrito perímetro de uns poucos quarteirões de Copacabana, caldeirão de fantasmas e falsas aparências, o avesso do Rio cartão-postal. Dois homens e um menino estão apaixonados pela mesma mulher. Quatro esdrúxulos mosqueteiros na terra do "cada um por si e Deus contra todos".

DOMINGO, 22 DE OUTUBRO

“CONE SUL”: SUBTE-POLSKA (2015) (100’)
Horário: Domingo, dia 22, às 22h
Classificação: 14 anos
Inédito e exclusivo
Direção: Alejandro Magnone

Sinopse: Tadeusz (Héctor Bidonde) é um nonagenário judeu com uma trajetória de vida sofrida depois de ter enfrentado e sobrevivido a tantos conflitos. Na década de 1930, ele foi brigadista do exército durante a guerra civil espanhola, liderada pelo general Francisco Franco. O protagonista mal havia encontrada a paz e logo percebeu estar no meio de outra guerra ao ser obrigado a abandonar a Polônia, sua terra natal, após as investidas nazistas sobre o território do pequeno país europeu. A invasão comandada por Adolf Hitler e a ameaça de trabalhos forçados nos campos de concentração o trouxeram à Argentina, onde o homem desembarcou para escrever uma nova história. Em nosso vizinho sul-americano, o personagem encontrou trabalho na construção do metrô bonaerense – apesar de não haver registros reais desse emprego embaixo da terra.

As adversidades enfrentadas pelo caminho não o amarguraram e mesmo com a idade avançada ele demonstra evidente vontade de aproveitar a vida. O xadrez ainda lhe serve como um desafio – ele vence adversários com incrível memória e aptidão sobre o tabuleiro – e briga com o filho para não tomar remédios que o impedem de ser sexualmente ativo. A mente funciona perfeitamente para os jogos, mas vem lhe causando problemas diversos. O pior deles é confundir personagens de sua realidade atual com antigos amigos feitos ainda na Europa, além de um desarranjo temporal. 

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.