Home Top Ad

Canal VIVA - Destaques da programação de 19 a 25 de março

Share:

Destaques da programação Canal VIVA. (Imagem: Divulgação)
Conheça os destaques da programação do Canal VIVA de 18 a 25 de março.

AS MAIS PEDIDAS NO VIVA

Seis novelas se destacam entre as mais pedidas pelo telespectador do VIVA, em fevereiro. São elas “Livre Pra Voar”, “Vale Tudo”, “Selva de Pedra”, “Brega & Chique”, “Mandala” e “Locomotivas”. E a boa notícia é que uma das próximas a estrear no canal é a novela de Cassiano Gabus Mendes: “Brega & Chique”, com Marília Pêra e Glória Menezes nos papeis principais. É a primeira vez que a história será exibida novamente, na íntegra, desde que estreou em 1987, na Globo. A estreia no VIVA será em agosto.

Outro título já confirmado pelo canal, para a faixa das 23h30, é “Roda de Fogo”, com estreia em julho. Escrita por Lauro César Muniz, foi um grande sucesso dos anos 1980, com Tarcísio Meira, Bruna Lombardi, Renata Sorrah, Cecil Thiré, Eva Wilma, Osmar Prado entre outros. Também será a primeira vez que a novela será exibida na íntegra, depois da estreia na Globo, em 1986.

SAI DE BAIXO
terça-feira, dia 20 de março, às 21h15

Magda está cansada do jeito de Caco e quer que ele volte a ser como antes, um príncipe encantado. Ele faz de tudo para reconquistar Magda, até declaração de amor. Enquanto isso, na casa do vizinho, uma festa rola solta a o barulho começa a incomodar Cassandra, que pede a Vavá que reclame. Edileuza logo se encanta pelo vizinho e finge ser a patroa, mas logo descobre que o moço é casado e pai de trigêmeos.

ENCONTRO COM FÁTIMA BERNARDES
quarta-feira, dia 21 de março, às 17h

O episódio que foi ao ar em setembro de 2012, comemorou o aniversário da apresentadora Fátima Bernardes. Entre os temas do dia, Fátima e os convidados Marcius Melhem e Marcello Novaes falam sobre a escolha dos nomes dos filhos. Ainda neste assunto, mostram casos de pessoas que são homônimos de famosos e um outro que foi condenado por um crime que não cometeu, por ter o mesmo nome do assassino.

Fátima recebe uma homenagem de amigos e de seu marido na época, o jornalista William Bonner, que surpreende a apresentadora e faz o comando do programa. Entre as homenagens, Fátima conhece homônimas dela, recebe presentes e depoimentos de Ivete Sangalo e Fausto Silva.

TOMA LÁ DÁ CÁ
sexta-feira, dia 23 de março, às 21h15

Os moradores do Jambalaya têm suas ambições testadas no episódio “Voo Cego”. Tudo começa quando Bozena (Alessandra Maestrini) encontra uma chique cesta de café da manhã na porta de Rita (Marisa Orth). O mimo foi enviado por Serafim Matusa (Júlio Natale), o noivo milionário de Isadora (Fernanda Souza). A ansiedade toma conta da família durante a espera pela visita de Serafim, que é 76 anos mais velho do que a jovem.

Enquanto aguardam o ilustre convidado, o prédio é abalado por um estrondo quando uma asa-delta invade o apartamento de Celinha (Adriana Esteves) e Mário Jorge (Miguel Falabella). Como se não bastasse a confusão, Arnaldo (Diogo Vilela) é obrigado a controlar dona Álvara (Stella Miranda) e seu Ladir (Ítalo Rossi), que querem processá-lo por um erro em uma ponte fixa.

Neste meio tempo, o aguardado noivo chega ao prédio. Visivelmente debilitado pela idade, Serafim sofre fortes emoções por conta de uma brincadeira com Copélia (Arlete Salles), seu Ladir e Isadora. Enquanto isso, o ‘homem voador’ é reconhecido por Copélia: trata-se de Edelmo Cedro da Cruz (Marcelo Várzea), rico herdeiro de um conglomerado de indústrias. Diante desta informação, a ganância dos moradores do Jambalaya é levada ao limite.

A DIARISTA
sexta-feira, dia 23 de março, às 22h

Marinete tem um encontro com Euclides (Ricardo Pavão), que se mostra apaixonado, quer casar e ter filhos com ela. A diarista fica um pouco confusa com tanto romantismo. Para completar, quando vai deixá-la em casa, Euclides lhe dá um anel seu, em contrapartida, pega um dos anéis de Marinete e coloca em seu dedo.

O anel de Marinete, na verdade, é de Ipanema que, justamente no dia seguinte, precisa dele para pagar o conserto de seu carro. Marinete explica que o anel ficou com Euclides, mas que Ipanema não precisa se preocupar: assim que encontrá-lo novamente, vai recuperar a joia.

Nete só não imaginava como seria o próximo encontro. No dia seguinte, ela é contratada para trabalhar num velório e fica chocada ao ver que o morto é justamente Euclides! A diarista precisará arranjar um jeito de recuperar o anel que está no dedo do defunto. Para isso, Marinete convoca Dalila, Solineuza e Figueirnha.

DONOS DA HISTÓRIA
sábado, dia 24 de março, às 19h

Nascida em Portugal, Maria Adelaide Amaral veio para o Brasil com 12 anos, morar com a família em São Paulo, e nem imaginava que o destino lhe reservava uma carreira como renomada escritora. Jornalista por formação, ela trabalhou na Editora Abril durante 16 anos. Em 1974, estreou como autora de teatro com a peça “Resistência”, e dois anos depois, ganhou reconhecimento nacional com a premiada “Bodas de Papel”. Ao todo, reúne mais de 14 obras para o teatro.

A trajetória na televisão teve início em 1990, quando Maria Adelaide contribuiu com Cassiano Gabus Mendes na novela “Meu Bem, Meu Mal”. Fez dobradinha com o autor em 1993, com “O Mapa da Mina”, última novela de Cassiano. Ainda como colaboradora, se uniu a Silvio de Abreu e Alcides Nogueira em “Deus nos Acuda” (1992), a Silvio em “A Próxima Vítima” (1995) e a Marcílio Moraes em “Sonho Meu” (1993). Em 1997, assinou sua primeira trama como autora principal: o remake de “Anjo Mau”, obra de Cassiano. Outros folhetins da escritora: “Ti-Ti-Ti – 2ª Versão” (2010), “Sangue Bom” (2013) e a recente “A Lei do Amor” (2016).

Famosa pela autoria ou coautoria de minisséries de sucesso, carrega no currículo: “A Muralha” (2000), “Os Maias” (2001), “A Casa das Sete Mulheres” (2003), “Um Só Coração” (2004), “JK” (2006), “Dalva e Herivelto, uma Canção de Amor” (2010) e “Dercy de Verdade” (2012). Em 2014, supervisionou os textos de “Amores Roubados”, série com direção geral de José Luiz Villamarim.

ESQUENTA!
domingo, dia 25 de março, às 14h

O ‘Esquenta!’ conta com a presença do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Regina Casé conversa com FHC sobre o sucesso do Plano Real, seus projetos e, claro, Carnaval, assunto que não pode faltar no programa. Por falar no tema, representantes da Acadêmicos da Grande Rio, principal prejudicada pelo incêndio que atingiu o barracão das escolas do Rio de Janeiro em 2011, também são convidados da apresentadora. Emocionados, eles comentam o incidente e citam os planos para superar o ocorrido.

No repertório musical, Sorriso Maroto apresenta sucessos como “Pra mim não é” e “Na Cama”, enquanto Marcelo D2 comenta o lançamento de seu novo álbum de músicas de Bezerra da Silva. Famoso por unir o rap com samba, ele fala sobre a relação do seu público com esta mistura de ritmos.

Para animar ainda mais esta festa, Heloisa Perissé e Ingrid Guimarães conduzem o momento humorístico da atração. A dupla irá comentar como é a vida em família e as situações engraçadas que viveram viajando juntas, com o espetáculo ‘Cócegas’.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.