‘Elena’, longa-metragem de Petra Costa, estreia no Canal Curta! - O Universo da TV

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 3 de abril de 2018

‘Elena’, longa-metragem de Petra Costa, estreia no Canal Curta!


‘Elena’, longa-metragem de Petra Costa. (Imagem: Divulgação)
A busca da cineasta Petra Costa por sua irmã, que deixou o Brasil em 1990 para perseguir o sonho de ser atriz em Nova York, é o ponto de partida de “Elena”, filme que chega ao Curta! na Quarta de Cinema, 4, às 22h30. Na saga afetiva pela memória da irmã – Petra tinha apenas sete anos quando Elena foi embora – a diretora segue pistas deixadas em cartas, diários e filmes caseiros encontrados entre seus pertences e o de seus amigos. Apesar de "Elena" ser o primeiro longa-metragem da diretora, a produção foi premiada em diversos festivais de cinema ao redor do mundo como o de Guadalaraja, Havana e Brasília, recebendo elogios tanto da crítica como do público. 

Na Sexta da Sociedade, 6, às 23h, é a vez da segunda parte do documentário “A Guerra das Crianças”.  Dirigido pelos franceses Julien Johan e Michèle Durren, a produção mostra como, de uma hora para outra, esses meninos e meninas perderam sua inocência ao conviverem diretamente com todos os horrores dos cinco anos de conflito: deportação, fome, trabalho forçado, morte.

Cao Guimarães, cineasta que articula a experiência no cinema com as artes plásticas para construir suas narrativas, é destaque do episódio inédito da série exclusiva “A Linguagem do Cinema”, na Quarta, 4, às 21h. O programa traz a diversidade das produções artísticas de Cao, feitas em diferentes suportes, da fotografia ao documentário experimental, passando pela videoarte e as videoinstalações. Entre seus trabalhos mais conhecidos estão “Ex-isto”, filme que adaptou de forma livre o primeiro e único romance do poeta Paulo Leminsky, e o ensaio fotográfico Ex-Votos, com Rivane Neuenschwander (1967), que lhe rendeu o Prêmio Marc Ferrez de Fotografia da Fundação Nacional de Arte (Funarte). Dirigida por Geraldo Sarno, “A Linguagem do Cinema” é uma coletânea de dez títulos que investiga o processo criativo de importantes realizadores e técnicos do cinema nacional, incluindo Lúcia Murat, Cacá Diegues, Rosemberg Cariri Eryk Rocha, Luiz Carlos Barreto, entre outros.

Ainda na Quarta de Cinema, 4, só que às 20h, a faixa “A Vida é Curta!” entra no espírito da semana do dia da mentira e traz uma seleção de produções em torno do tema ‘jogos e trapaças’. Abrindo a sessão especial, “Ruby”. O documentário ficcional dos diretores Guilherme Soster, Jorge Loureiro e Luciano Scherer apresenta o retrato de um artista chamado Ruby, que vive sozinho em uma casa perto da praia. Na sequência, é a vez de “Chapa”, de Fábio Montanari. Vencedor dos prêmios “Aquisição Canal Curta!” e “Porta Curtas” no Festival Internacional de Curtas de São Paulo de 2015, a produção conta a história de dois amigos, Chapa e Feola, que são injustamente demitidos da padaria onde trabalharam por mais de 20 anos. Eles decidem se vingar e assaltar o local. Mas a dupla precisa realizar o crime antes que o primeiro jogo do Brasil na Copa comece. Encerrando a sessão, “Esconde-esconde”, da diretora Eliana Fonseca, traz Fernanda Torres e Raul Barreto como um casal que fica trancado numa casa isolada em uma noite chuvosa. Para passar o tempo, resolvem brincar de esconde-esconde, mas algo terrível pode acontecer a qualquer momento.

A trajetória de um dos principais nomes do teatro no Brasil é o destaque da Terça das Artes, 3, às 22h 25. O Curta! exibe o documentário “Augusto Boal e o Teatro do Oprimido”, longa-metragem de Zelito Viana que conta a história do dramaturgo, diretor e ensaísta brasileiro e de sua principal criação, o Teatro do Oprimido. Considerado um marco na dramaturgia nacional, o Teatro do Oprimido tem como objetivo fazer com que o ator se torne protagonista para transformar a própria realidade, contando com a interação com a plateia. Além de abordar a técnica teatral e a vida de seu criador, a produção mostra como o conceito de Boal se espalhou por mais de 70 países ao redor do mundo. 

A Segunda da Música, 2, vem embalada pelo ritmo do filme "Tropicália", documentário de Marcelo Machado que retrata um dos movimentos mais marcantes na cultura brasileira e será exibido às 22h15. Feito quase que inteiramente com imagens de arquivo dos anos de 1967, 68  e 69, o longa-metragem traz material fotográfico, sequências de filmes e programas de TV, ao som da música de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Os Mutantes e Tom Zé.

O documentário “Gutenberg e o nascimento da impressão” é o destaque da Quinta do Pensamento, 5, às 23h05. O filme revela a trajetória do pai da tipografia Johannes Gutenberg, e faz parte do pacote de produções que o Curta! adquiriu da Arte France, canal público franco-alemão. Dirigido por Marc Jampolsky, “Gutenberg e o nascimento da impressão” mostra como a vida privada se confunde com a trajetória profissional de um dos principais inventores da Idade Média. Considerado um visionário e responsável por uma revolução cultural, ao longo da sua carreira, Gutenberg precisou fazer alianças, sofreu traições e teve que enfrentar a descrença da sociedade da época.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Post Bottom Ad