Home Top Ad

A prioridade da Oi é investir na TV paga e expandir a oferta de canais em 4K depois da Copa

Share:

A prioridade da Oi é investir na TV paga e expandir a oferta de canais em 4K. (Imagem: Divulgação)
Nesta semana, a Oi TV anunciou sua estreia na tecnologia 4K com a transmissão, pelo canal SporTV, dos jogos da Copa do Mundo 2018, que tem início nesta quinta-feira, 14 de junho. De acordo com Roberto Guenzburger, Diretor de Produtos, Mobilidade e Conteúdo da Oi, uma série de pesquisas quantitativas e qualitativas feitas com o consumidor residencial identificaram uma demanda por novas tecnologias, entre elas a imagem em 4K. "É um diferencial de marketing utilizado na venda dos equipamentos e isso fomenta o interesse dos clientes.", explica.

O desejo da marca era, de fato, conseguir lançar a novidade a tempo do início do mundial. "Realizamos todo o processo em tempo recorde.", conta Guenzburger. A Oi deu início às compras das caixas decodificadoras ao mesmo tempo em que começou as tratativas de parceria com a Globosat, para viabilizar a exibição em 4K dos jogos da Copa que serão transmitidos pelo canal SporTV. Enquanto isso, o fornecedor de tecnologias da empresa, a Sagem, também já adiantava os mecanismos necessários para colocar a ideia em prática. "Esperamos todos os processos – desenvolvimento das caixas, parceria com a Globosat e carregamento do sinal – estarem concluídos para anunciarmos.", diz o diretor.

As partidas em 4K estarão disponíveis aos clientes dos combos Oi Total Solução Completa Top e Oi Total Residencial Top, contanto que tenham o decodificador compatível com a tecnologia. Para esses clientes, os jogos podem ser assistidos pelo canal 400. "Uma vantagem nossa em relação às concorrentes é que, por trabalharmos com um sinal via satélite, conseguimos fazer com que o 4K chegue a todas as cidades do Brasil. Dentro do cenário da TV via satélite, somos a única que vai oferecer essa possibilidade a tempo da Copa.", afirma Roberto.

Outro fator que motivou o investimento da Oi em novas tecnologias relacionadas ao mercado de televisão foi o crescimento mensal registrado pela empresa há mais de dois anos, que segue na contramão do segmento da TV por assinatura, que fechou com retração os anos de 2016 e 2017. "A TV por assinatura é, hoje, nossa 'menina dos olhos'. Estamos liderando o crescimento dentro desse mercado e registrando uma performance apenas crescente da nossa base.", comemora Guenzburger.

O executivo, que é pessoalmente fã da qualidade 4K, conta que a prioridade era lançar a tecnologia Ultra HD especialmente durante competições de futebol. "O 4K traz para quem está assistindo uma sensação muito maior de profundidade, além, é claro, da alta definição. É quase um 3D. Então, para o futebol, isso funciona muito bem.", revela.

Por fim, Guenzburger confirma que a ideia é ampliar a oferta de canais em 4K no futuro: "Isso não depende só de nós, mas também dos nossos parceiros programadores. Os resultados dessa primeira experiência serão determinantes para essa possível ampliação, mas estamos bastante otimistas em relação a isso. Pesquisas com o consumidor, números de vendas, adesão de planos e índices de audiência com o apoio da Globosat nos darão uma ideia do quanto o consumidor aprova a novidade.". Após a Copa, a prioridade da Oi por novos canais em 4K está relacionada às emissoras exibidoras de filmes, seriados e demais eventos esportivos, mas ainda não há nenhuma parceria com outros canais em andamento por parte da empresa. As informações são do site Telaviva. 




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.