Home Top Ad

Chico Anysio e Agildo Ribeiro são lembrados em programa da TV Brasil

Share:

(Imagem/Divulgação)
O Recordar é TV lança mão da inteligência e do humor de Chico Anysio e Agildo Ribeiro nesta terça (14), às 22h45, na TV Brasil. Para homenageá-los, a atração da emissora pública apresenta registros antológicos dos humoristas na década de 1980, durante os programas "O Papo" e "54 minutos", preservados do acervo da extinta TV Educativa do Rio.

Em momentos descontraídos e irreverentes, os mestres do humor falam do seu processo criativo para compor personagens, destacam suas referências artísticas, recordam episódios marcantes da carreira, comentam a relação com o sucesso, fazem imitações e, é claro, provocam muitos risos.

Eles se inspiravam na realidade para fazer graça. Críticos, Chico Anysio e Agildo Ribeiro tinham no talento e na generosidade duas de suas principais aptidões.  Ao longo de suas trajetórias, eles criaram dezenas de personagens que acabaram se misturando à história da televisão brasileira.

Voz, tipo, personalidade, caracterização: esses eram os pontos de partida para a concepção de um personagem. Os comediantes Agildo Ribeiro e Chico Anysio criaram vários e seus nomes se tornaram sinônimo de humor no país.

Apesar de críticos com a realidade e a situação do país, os humoristas eram caracterizados por uma alegria contagiante. Esse bom humor estava presente nas respostas que dava a cada convidado.

"Capitão do riso", Agildo Ribeiro nos deixou este ano

Agildo Ribeiro faleceu aos 86 anos no dia 28 de abril no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro, apenas dois dias após comemorar seu aniversário. Conhecido como "Capitão do riso", Agildo da Gama Barata Ribeiro Filho começou no teatro de revista, passou pelo rádio e se tornou famoso pelos personagens cômicos na televisão.

A homenagem da emissora pública recupera do acervo o descontraído bate-papo de Agildo Ribeiro na atração apresentada pela jornalista Dulce Monteiro. Esse episódio do extinto programa 54 minutos em 1988 teve a participação do diretor Régis Cardoso, da atriz Nádia Maria e do toureiro Fernando Guarany como debatedores.

Bordões inesquecíveis de Chico Anysio

Durante a conversa com o cartunista Ziraldo, no programa "O Papo", da extinta TV Educativa do Rio, em 1989, Chico Anysio explicou seu processo criativo para compor personagens. Figura única, o comediante era capaz de revelar novos talentos e ajudar veteranos.

A versatilidade era uma de suas marcas. Com bordões fortes e inesquecíveis, ele aliava humor, paródia e crítica em figuras únicas como Alberto Roberto, Justo Veríssimo, Nazareno, Pantaleão, Salomé e muitos outros.  As frases "E o salário, ó!" e "É vapt-vupt!", por exemplo, são identificadas até hoje com o Professor Raimundo. Marcou época na televisão com atrações como Chico City, Chico Total, Chico Anysio Show e Escolinha do Professor Raimundo.

Natural de Maranguape, no Ceará, o artista é até hoje uma das principais referências no humor brasileiro. Craque na arte de fazer rir, foi um dos mais famosos, criativos e respeitados comediantes do país.  Chico Anysio faleceu após falência múltipla de órgãos em 23 de março de 2012, aos 80 anos, no Rio de Janeiro.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.