Home Top Ad

LIFETIME estreia a minissérie inédita Os Kennedys: Depois de Camelot

Share:

(Imagem/Divulgação Lifetime)
Os Kennedys: Depois de Camelot (The Kennedys: After Camelot) traz uma visão única e fascinante da chamada “família real estadunidense”, os Kennedys. Baseada no best-seller homônimo, essa minissérie tem em seu elenco Katie Holmes, como Jackie Kennedy-Onassis, e Matthew Perry, como o senador Ted Kennedy.

Katie Holmes (Batman Begins, Dawson’s Creek) interpreta Jaqueline Bouvier Kennedy-Onassis. Apesar de abalada pela morte de seu marido, John F. (“Jack”) Kennedy, o 35º presidente da nação, e pelo assassinato de seu amado cunhado Robert F (“Bobby”) Kennedy, seu casamento com o multimilionário grego Aristóteles Onassis traz segurança para ela e seus filhos. Também deixa os norte-americanos indignados. Mas, esta é a história de sua sobrevivência, e ela retorna aos Kennedys para tornar-se a pedra no sapato da família. Também utiliza seus próprios talentos para progredir em uma carreira de uma forma que jamais teria feito se Jack estivesse vivo, antes de sua morte prematura aos 64 anos de idade. Suas brigas com seu filho John F. Kennedy Jr. levaram a revelações impactantes sobre Camelot.

Matthew Perry (Friends) interpreta o senador Edward M. “Ted” Kennedy. Desafiado a manter o legado de seus irmãos mortos, deslizou para debaixo do abismo do alcoolismo e da infidelidade. Os eventos em Chappaquiddick, em que uma mulher morreu depois que Ted jogou seu carro de uma ponte, nunca antes dramatizados na TV, acabam com suas possibilidades de se tornar presidente e o persegue para sempre. Mas sua relação com Jackie, problemática e carregada de emoção, se transforma na salvação de sua vida, em muitos sentidos.

Eles eram a realeza dos Estados Unidos, abençoados com grandes dons e carregados de grandes defeitos. Os Kennedys: Depois de Camelot recupera o verniz do poder, da fama e da riqueza, e os mostra realmente como eram: muito humanos apesar de tudo.

Os Kennedys: Depois de Camelot começa no ponto em que a minissérie Os Kennedys terminou, em 4 de junho de 1968, a noite do assassinato de Bobby Kannedy. Estava se candidatando a presidente e tinha acabado de ganhar as primárias do partido Democrata da Califórnia nessa mesma tarde.

“O foco da história é mais íntimo”, diz o roteirista e produtor executivo Stephen Kronish. “Depois de Camelot é muito mais sobre Jaqueline Kennedy e Ted Kennedy e seus problemas depois dos assassinatos de 1963 e 1968, dos irmãos JFK e Bobby. A minissérie se aprofunda de maneira emocional nas vidas de Jackie e Ted”.

“Outra razão por que a história começa nessa noite fatídica é proporcionar um catalizador para a viagem de Jackie para longe da família Kennedy”, explica Kronish. Jackie deixa de ser uma Kennedy para se tornar uma Onassis. Ela também tem a pressão de criar os dois filhos e mantê-los a salvo. Essa noite também é um catalizador da vida e do casamento de Ted Kennedy. A minissérie ilustra os rumos de suas vidas depois do assassinato de Bobby e cobre um amplo período de tempo: os anos 60, 70, 80 e 90, até as mortes de Jackie e de seu filho JFK Jr.

A produção revela ainda o que realmente aconteceu em Chappaquiddick, onde, em um automóvel dirigido por Ted, morreu uma jovem. O acidente destruiu as esperanças de Ted de se tornar um potencial candidato presidencial, como seus irmãos.  Alimentando esses tópicos principais, há as histórias de Etherl, a viúva de Bobby, Rose Kennedy, a matriarca da família, e Joan, a sofrida esposa de Ted.

O LIFETIME exibe as duas partes da minissérie nos dias 5 e 6 de setembro, a partir das 22h20:

5/9, quarta-feira, 22h20 - Parte 1 – Depois do assassinato de Bobby Kennedy, Jackie desafia a opinião pública e se casa com o magnata grego Aristóteles Onassis. Ted Kennedy é pressionado para ocupar o lugar de seu irmão e continuar com o legado de Camelot, ao se mudar para a Casa Branca.

A familia Kennedy se comove quando o acidente automobilístico de Ted em Chappaquiddick resulta na morte de sua companheira. Jackie retorna da Grécia – mesmo contrariando Onassis – para ajudar os Kennedy, na intenção de salvar a carreira de Ted.

6/9, quinta-feira, 22h20 - Parte 2 - O desastre de Chappaquiddick é resolvido, apesar de uma nuvem permanente pairar sobre a vida pública e a consciência de Ted. O casamento de Jackie com Onassis termina quando a morte do filho do armador o convence de que ela é a portadora da "maldição de Kennedy". Ela retorna com seus filhos para morar em Nova York, mas seu relacionamento com JFK Jr. fica tenso quando ele se irrita com o peso do nome de seu pai. Ted mergulha mais profundamente no alcoolismo e na depressão quando seu filho sofre uma doença catastrófica.

Ted concorreu à presidência em 1980, mas sua campanha foi um fracasso. Seu casamento termina em divórcio. Jackie pede-lhe para reformar sua vida pessoal. Ela encontra a felicidade com um novo parceiro, mas ela morre aos 64 anos. JFK Jr. contempla uma vida política, mas é morto em um acidente de avião que termina para sempre com o legado de "Camelot".





Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.