Home Top Ad

Atriz Maria Padilha comenta monólogo no Sem Censura da TV Brasil desta quarta

Share:

Imagem/Divulgação TV Brasil
A apresentadora Vera Barroso entrevista a atriz Maria Padilha no programa Sem Censura desta quarta (24), ao vivo, às 17h30, na TV Brasil. Para comemorar os 40 anos de carreira, a artista está de volta aos palcos em cartaz com o seu primeiro monólogo, o espetáculo "Diários do Abismo", no Centro Cultural Banco do Brasil (RJ).
 
Inspirada no livro "Hospício é Deus" (1965) que reúne os textos da autora mineira Maura Lopes Cançado (1929-1993), a peça propõe uma reflexão sobre a fragilidade humana, a solidão e os limites da sanidade. A escritora registrou em diários suas passagens por instituições psiquiátricas.
 
Sete anos depois de atuar na comédia "A escola do escândalo" (2011), Maria Padilha se lança em nova etapa da trajetória na dramaturgia ao mergulhar nesse papel dramático ao interpretar as vivências de Maura, mesclando recordações da infância e memórias das internações.
 
Carreira de Maria Padilha
 
Aos 58 anos, a atriz tem uma trajetória consolidada no teatro, televisão e cinema com personagens marcantes. No papo com Vera Barroso, Maria Padilha comenta sua verve produtora nos bastidores.
 
Nas telinhas, começou no papel de Beth em "Água Viva" (1980). Ao longa da trajetória, atuou em diversas novelas: fez Amanda em "Mico Preto" (1990), Karen em "O Dono do Mundo" (1991), Stela em "Anjo Mau" (1997), Dinorá em "O Cravo e a Rosa" (2000), Hilda em "Mulheres Apaixonadas" (2003), Diva Celeste em "Lado a Lado" (2012) e Claudine em "A Regra do Jogo" (2013).
 
O primeiro papel da atriz na sétima arte foi no drama nacional "Das Tripas Coração" (1982). Ela também esteve no elenco da comédia "Sábado" (1995) e do policial "Os Matadores" (1997). A artista ainda estrelou os dramas "Praça Saens Peña" (2008) e "País do Desejo" (2011).
 
Já nos palcos, Maria Padilha estreou em 1975, na peça "Maroquinhas Fru-Fru". Em sua carreira, a artista atuou em mais de 20 espetáculos com destaque para produções teatrais como "O Mercador de Veneza" (1996) e "As Três Irmãs" (1999).
 
Outros convidados
 
Ainda nesta edição do Sem Censura, o músico Ian Guest e a produtora Thais Bernardini destacam a décima primeira edição do Festival DuoJazz. O evento acontece entre os dias 15 e 25 de novembro na cidade mineira de Tiradentes. Este ano, a iniciativa homenageia o saudoso Fernando Brant.
 
Além de receber personalidades nacionais e estrangeiras do gênero como Rony Peterson, Beatriz Rodarte, Samy Erick e Victor Beglione, o festival deste ano vai oferecer cursos, palestras e outras atrações para o público.
 
Já o empreendedor social Carlos Paes, CEO da Converger, fala sobre a startup que promove a capacitação de pessoas com deficiência. A empresa de palestras e eventos corporativos estimula a inclusão social. O empresário conta como busca, através do seu exemplo e de outros profissionais, inspirar pessoas e contribuir na transformação da sociedade.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.