Home Top Ad

Recordar é TV homenageia Martinho da Vila e João Nogueira nesta terça

Share:

Imagem/Divulgação TV Brasil
O samba pede passagem na edição inédita do Recordar é TV desta terça (30), às 22h45. O programa da TV Brasil celebra a obra dos bambas João Nogueira e Martinho da Vila ao resgatar conteúdos preservados do acervo da emissora pública.

A homenagem exibe a participação dos músicos em produções da antiga TV Educativa do Rio de Janeiro. A produção recupera a entrevista de João Nogueira ao programa "Água-viva", de 1977, e uma das edições do especial "No Butiquim do Martinho", conduzido pelo próprio sambista no ano 2000.

A malemolência do samba de Martinho da Vila e de João Nogueira contagia a produção da TV Brasil. Nesta semana, o Recordar é TV valoriza duas das figuras mais boêmias do Rio de Janeiro. João Nogueira cantava as coisas simples da vida, o que via nas ruas e a malandragem dos bares. Contador de histórias, Martinho reuniu a nata do samba no especial que fez para a TVE do Rio.

No primeiro bloco, o produtor Hermínio Bello de Carvalho entrevista João Nogueira sobre suas influências musicais no final da década de 1970. O saudoso artista cita personalidades como Wilson Batista, Geraldo Pereira e Noel Rosa, além das parcerias com Paulo César Pinheiro. O pai do também sambista Diogo Nogueira canta sucessos como "Espelho" e "Mineira".

Já na segunda parte do Recordar é TV, a emissora pública exibe o encontro de Martinho da Vila recebe João Nogueira no especial transmitido no início dos anos 2000. Juntos, os sambistas entoam clássicos do gênero que compõem um conjunto harmonioso entre as obras e suas lembranças de vida. Um dos temas da descontraída conversa é o Clube do Samba.

Naquele mesmo ano, em 5 de junho, João Nogueira morreu aos 58 anos, vítima de um infarto fulminante. Já Martinho da Vila segue na ativa. O músico e escritor comemora 80 de vida e 50 de carreira em 2018 lançando o álbum inédito "Bandeira da fé".




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.