Home Top Ad

Trilha de Letras recebe a escritora Juliana Leite para falar sobre o livro "Entre as Mãos"

Share:


A sobrevivência feminina embasa o romance "Entre as Mãos", livro de estreia da autora Juliana Leite, convidada do programa Trilha de Letras desta terça (18), às 21h15, na TV Brasil.

A escritora conversa sobre o enredo da obra com o apresentador Raphael Montes na entrevista gravada pela emissora pública na Biblioteca Parque Estadual, no centro do Rio de Janeiro. A primeira publicação da jornalista foi ganhadora do Prêmio Sesc de Literatura.

"Fui deixando que o texto trouxesse à superfície as coisas que estavam urgentes para mim", conta a autora sobre o livro que aborda a trajetória de uma tecelã que sobre um grave acidente e precisa driblar violências físicas, morais e psicológicas que fazem parte do seu cotidiano.

"O livro traz muito esse aspecto de pensar literatura como um trabalho manual", afirma a autora que expande a lógica desse raciocínio para a trama da obra durante o papo com o também escritor Raphael Montes.

Escritora associa arte de escrever ao ofício da protagonista

Juliana Leite relaciona o ofício de tecelã da protagonista com a arte de redigir o próprio conteúdo da publicação. "No momento em que eu percebi que o livro tratava da sobrevivência a partir do trabalho com as mãos, eu comecei a me questionar como eu poderia olhar para o texto como um trabalho manual com as linhas subjetivas e objetivas", explica.

Ao falar sobre a personagem principal de "Entre as Mãos", a escritora destaca como o seu trabalho e o da protagonista se combinam metaforicamente. "Ela é uma tecelã e trabalha as linhas que se sobrepõem e se cruzam, como as linhas do texto também podem ser fiadas e desfiadas", associa.

Existem muitas inspirações para um escritor começar a escrever. No caso de Juliana Leite, a convivência da autora com a velhice do avô foi muito importante. Ela conta esta e outras histórias para Raphael Montes nessa edição do Trilha de Letras.

O programa da TV Brasil ainda traz o depoimento da professora Hildete Pereira de Melo que fala sobre a desigualdade de gênero no país e aborda questões que precisam de mais debate como o processo de empoderamento feminino.

A jornalista Katy Navarro apresenta o livro "Um defeito de cor" (2006), de Ana Maria Gonçalves, no quadro "Leituras com Katy". Um coletivo que estimula autores independentes: o Projeto Estilingues é o tema do "Dando a letra". O quadro mostra como escritores têm se unido em grupo para promover seus trabalhos autorais. Eles produzem coletâneas de contos para oferecer ao público, numa perspectiva de book crossing.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.