Home Top Ad

Canal Curta! tem programação especial com temática indígena

Share:

Divulgação Curta!
A chegada de mais um Dia do Índio, na próxima sexta-feira, 19 de abril, traz à tona reflexões sobre a resistência – e a sobrevivência – dos indígenas no Brasil. Em consonância com o momento, o canal Curta! selecionou curtas-metragens e documentários que tratam da cultura, da história e dos desafios dos povos originários.

Entre eles, destaca-se a série documental “Guerras do Brasil.doc”, de Luiz Bolognesi, que estreia no próprio dia 19, às 23:30h. Em seu primeiro episódio, intitulado As Guerras da Conquista, lideranças como Ailton Krenak e Sonia Guajajara sustentam o argumento de que os conflitos causados pela colonização do país ainda persistem, 519 anos depois, e ao lado de outros especialistas no assunto, falam sobre a resistência indígena desde então.

Ainda na sexta, só que mais cedo, às 22h, é a vez do premiado documentário “Piripkura”, dirigido por Bruno Jorge, Mariana Oliva e Renata Terra. O filme conta a história de dois indígenas nômades, do povo Piripkura, que sobrevivem cercados por fazendas e madeireiros numa área ainda protegida no meio da Floresta Amazônica. O longa foi premiado no Festival do Rio 2017 como melhor longa-metragem de documentário e venceu o prêmio de direitos humanos no Festival Internacional de Documentários de Amsterdã (IDFA).

Outro destaque é a faixa A Vida é Curta!, às 20h de quarta-feira, 17, que apresenta três curtas-metragens com o tema “Todo dia era dia de índio”: Cordilheira de Amora II, Abigail e Waapa.
 
Quarta de Cinema - 17/4

20h - A faixa “A Vida é Curta!”, em homenagem ao Dia do Índio (19 de abril), traz três curtas-metragens que abordam o tema “Todo dia era dia de índio”

Cordilheira de Amora II (Documentário)

A indiazinha guarani-kaiowá Carine Martines vive na vila indígena de Amambai, no Mato Grosso do Sul, e transforma seu quintal em um experimento do mundo. Diretora: Jamille Fortunato. Duração: 12 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 18 de abril, quinta-feira, às 00h e às 14h; 20 de abril, sábado, às 14h35; 21 de abril, domingo, às 01h15. 

Abigail (Documentário)

Abigail Lopes une os pontos de um mapa humano que conecta indigenismo e candomblé. O avesso do inverso, uma casa aberta de memórias quase extintas. Diretoras: Isabel Penoni e Valentina Homem. Duração: 16 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 18 de abril, quinta-feira, às 00h15 e às 14h15; 20 de abril, sábado, às 14h50; 21 de abril, domingo, às 01h30. 

Waapa (Documentário)

Um mergulho inédito na infância Yudja e os cuidados que acompanham seu crescimento. O brincar, a vida comunitária e as influências de uma relação espiritual com a natureza na organização do corpo-alma dessas crianças. Diretores: David Reeks, Paulo Mendonça e Renata Meirelles. Duração: 21 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 18 de abril, quinta-feira, às 00h34 e às 14h34; 20 de abril, sábado, às 15h10; 21 de abril, domingo, às 01h50. 

Sexta da Sociedade - 19/4

21h – "Aílton Krenak e o sonho da pedra” (Documentário)

O documentário traça o pensamento e a trajetória de Ailton Krenak, líder indígena natural de Minas Gerais. Diretor: Marco Altberg. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de abril, sábado, às 01h; 21 de abril, domingo, às 23h; 22 de abril, segunda-feira, às 15h.

22h – "Piripkura” (Documentário)

Dois indígenas nômades, do povo Piripkura, sobrevivem cercados por fazendas e madeireiros numa área ainda protegida no meio da Floresta Amazônica. Diretores: Bruno Jorge, Mariana Oliva e Renata Terra. Duração: 82 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de abril, sábado, às 02h; 22 de abril, segunda-feira, às 16h; 23 de abril, terça-feira, às 10h. 

23h30 – “Guerras do Brasil.doc” (Série) – Episódio “As Guerras da Conquista”

A guerra da conquista ainda não acabou. Veja como, ao longo da História, a população indígena foi dizimada e segue sua luta, até os dias de hoje, pela demarcação de terras. Diretor: Luiz Bolognesi. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de abril, sábado, às 03h30; 21 de abril, domingo, às 19h20; 22 de abril, segunda-feira, às 17h30.