Home Top Ad

Canal Brasil - Destaques da programação de 3 a 9 de junho

Share:

Divulgação Canal Brasil
Conheça os destaques da programação do Canal Brasil de 03 a 09 de junho.

SEGUNDA-FEIRA, 3 DE JUNHO 

ESPELHO 
INÉDITO 
Convidados: Mara Behlau e Marisa Barbara
1º Horário: Segunda, dia 3/6, às 21h30
Rebatidas: quarta, dia 5/6, às 13h30; e quinta, dia 6/6, às 7h
Classificação: Livre

Sinopse: Idealizado e apresentado por Lázaro Ramos, o programa segue sua busca pela pluralidade e atualidade, e, este ano, 14º no ar no Canal Brasil, tem como mote central o acolhimento e traz uma novidade: uma série de quatro episódios sobre religião tendo Monja Coen, Padre Vilson Groh, o pastor evangélico Henrique Vieira e a mãe de santo Egbomi Cici como convidados. Quem abre a temporada é Baco Exu do Blues. Lázaro recebe ainda convidados como: Fátima Bernardes, Péricles, Sophie Charlotte, Maíra Azevedo e Yuri Marçal, Poliana Abritta, Alexandre Nero e Luedji Luna. O humor também está bastante presente este ano, não só pela presença de humoristas como Thalita Carauta e Marcos Veras, mas também com convidados como Edy Star e Duh Moraes, que usam essa ferramenta como complemento para suas produções artísticas. Outra novidade é o quadro “Poesia no Espelho”, em que o poeta e influenciador digital baiano Jordan Villas Boas recita versos enquanto correm os créditos do programa.

Neste episódio: Mara Behlau e Marisa Barbara, especialistas em comunicação humana, explicam os motivos para o contato entre os indivíduos ter se tornado tão violento e detalham a influência das novas tecnologias.

A ARTE DO ENCONTRO
REPRISE
Convidado: Elisa Lucinda
1º Horário: Segunda, dia 3/6, às 22h
Rebatidas: terça, dia 4/6, às 13h30; e quarta, dia 5/6, às 7h
Classificação: Livre

Sinopse: Após 13 episódios comandados por Tony Ramos, Bárbara Paz assume o lugar do ator no comando da quarta temporada de “A Arte do Encontro”, do Canal Brasil, na quarta-feira, dia 14. Nos próximos programas, a atriz vai receber Bia Lessa, Daniel Dantas, Elisa Lucinda, Luis Miranda, Maria Ribeiro, Paulinho Moska, Xico Sá e Zélia Duncan para conversas intimistas intercaladas por leituras de trechos de livros, poesias e peças de teatro.

Neste episódio: “Criamos uma sociedade para produzir ricos e não riquezas”. A atriz Elisa Lucinda reflete sobre a indiferença e a criação de pessoas que competem em vez de caminharem juntas.

SANGUE LATINO 
INÉDITO
Convidado: Santiago Mitre
Horário: Segunda, dia 3/6, às 22h30
Rebatidas: quinta, dia 6/6, às 13h30; e sexta, dia 7/6, às 7h
Classificação: Livre

Sinopse: Conhecido pela experiência em múltiplas vertentes – jornalista, escritor e tradutor –, Eric Nepomuceno comanda diálogos profundos com personalidades fundamentais da cultura latino-americana. Em seu oitavo ano, a atração traz artistas brasileiros e argentinos, entre cineastas, atores e escritores das mais diversas influências e estilos. A direção fica a cargo de Felipe Nepomuceno, filho do anfitrião, que mantém a estética tradicional do programa, com contrastadas imagens em preto e branco e belos planos de natureza poética.

Arnaldo Antunes é o convidado do primeiro episódio e discute seus medos, sonhos recorrentes e o valor do silêncio no seu trabalho. Imortal da Academia Brasileira de Letras, Nélida Piñon debate a distância entre a realidade e a ficção, sua descrença no destino e sua visão do Brasil. Gênio multi-instrumentista, Hermeto Paschoal fala como lida com seu dom para a música, a função da arte e sua relação com o amor. Na Argentina, o cineasta Santiago Mitre conta como se relaciona com o erro e avalia o legado deixado pela geração anterior de intelectuais e a escritora Romina Paula aborda a possibilidade do amor à primeira vista e o significado da amizade. A atração traz ainda conversas com Mercedes Morán, Eduardo Blanco, Lya Luft, Mariana Enriquez, Litto Nebbia, Rafael Spregelburd e Daniel Veronese.

Neste episódio: O cineasta Santiago Mitre confidencia ter se interessado pela sétima arte graças a dificuldade em compreendê-la totalmente e revela uma certa nostalgia pelo desafio do início da carreira.

O SOM DO VINIL
REPRISE
Episódio: João Carlos Martins, Concerto for Piano and Orchestra, Variaciones Concertantes 
1º Horário: Segunda, 3/6, às 23h
Rebatidas: sexta, dia 7/6, às 13h30; e sábado, 8/6, às 7h
Classificação: Livre 

Sinopse: Charles Gavin continua, no 12º ano da série, sua investigação sobre a história da música nacional. Sob direção de Gabriela Gastal e do próprio apresentador, o ex-titã, ávido colecionador de discos raros, entrevista algumas das mais importantes personalidades do ramo para lembrar curiosidades e bastidores de discos fundamentais para a história do cancioneiro brasileiro.

Os episódios contemplam variados gêneros e promovem um passeio por diversas gerações da música brasileira. Há espaço para o trash metal do Sepultura em seu mais recente trabalho, Machine Messiah; o soul e blues de Liniker e os Caramelows; a música clássica regida pelo maestro João Carlos Martins em Ginastera Concerto for Piano and Orchestra; a MPB de Lenine com Em Trânsito e de Ney Matogrosso em Seu Tipo; o rock de Descivilização do Biquíni Cavadão e o rap de MV Bill em Declaração de Guerra. O programa traz ainda vinis de Fagner, Paralamas do Sucesso, Wilson Moreira, Vanguart, Benito di Paula e Carlos Lyra.
Neste episódio: Charles Gavin resgata “Ginastera - Concerto For Piano And Orchestra – Variaciones Concertantes”, álbum de João Carlos Martins, artista que inspirou o filme “João, O Maestro”

O PAÍS DO CINEMA
REPRISE
Episódio: Motorrad
1º Horário: Segunda, dia 3/6, às 23h30
Rebatidas: terça, dia 4/6, às 7h; e segunda, dia 10/6, às 13h30
Classificação: 14 anos

Sinopse: Fabiula Nascimento comandou, durante dois anos, um mergulho na história do cinema brasileiro em O País do Cinema. No terceiro ano da atração, a atriz passa o bastão para a também intérprete Andreia Horta, que assume a posição de apresentadora para receber realizadores, diretores e intérpretes e colocar em pauta uma abordagem crítica e informativa da produção nacional recente. O programa dirigido por Marcello Ludwig Maia foca sua atenção em filmes da mais recente safra da sétima arte do país. Entre os escolhidos estão trabalhos de premiados artistas como Laís Bodanzky, Julio Bressane, Cláudio Assis, Ruy Guerra, Camila Pitanga, Fellipe Barbosa, Sérgio Rezende, Caroline Leone, Carolina Jabor, Jorge Durán e Hilton Lacerda, entre outros.

Neste episódio: Vicente Amorim e Carla Salle, diretor e atriz de “Motorrad”, debatem o desafio de fazer um filme slasher no Brasil e revelam um contratempo com a intérprete que quase mudou o rumo das gravações.

ELETROGORDO
INÉDITO
Convidado: Rodrigo Aragão
1º Horário: Segunda, dia 3/6, à 0h
Rebatidas: terça, dia 4/6, às 7h30
Classificação: 14 anos

Sinopse: Personalidade irreverente da cultura pop brasileira, conhecido pelas letras anárquicas e apresentações explosivas nos palcos com os Ratos de Porão, João Gordo chega à quarta temporada de sua atração no Canal Brasil trazendo convidados ainda mais provocativos e questionadores. O cenário do programa dirigido por André Barcinski é o mesmo; o cantor continua comandando uma pequena oficina de eletrodomésticos cujos frequentadores trazem sempre um aparelho velho, mas o reparo pouco importa. Todos chegam ali para trocar dois dedos de prosa com o mecânico, em papos sobre a vida e a carreira, sempre com revelações bombásticas sobre suas histórias e comentários cômicos e curiosos.

João Gordo, que comanda a conversa praticamente sem cortes e sempre com um tom leve de amigos de longa data conversando, fez questão de escolher entrevistados – alguns indicados por sua filha, Victoria, de 14 anos – com um perfil confrontador. A lista inclui a ex-deputada e ex-candidata à presidência, Manuela D’Ávila; a jornalista, escritora e apresentadora de televisão Barbara Gancia; o poeta e romancista Ferréz; o compositor, ator e músico André Abujamra e uma seleta lista de personalidades do rap e hip-hop, como BNegão, Karol Conka, Preta-Rara e Rincon Sapiência – com destaque para o reencontro de Dexter e Afro-X, fundadores do icônico 509-E, que finalmente acertaram suas desavenças na oficina do apresentador. Adriane Galisteu, Danilo Beyruth, Dudu França, Edu Lane, Eliane Dias, Fernanda Lira e Gilliard, entre outros, também aparecem na loja com suas bugigangas.

Neste episódio: A atriz e apresentadora Adriane Galisteu relembra as experiências e curiosidades nos trabalhos pelos diversos canais da televisão brasileira e revela como lida com o desrespeito nas redes sociais.

TERÇA-FEIRA, 4 DE JUNHO

FAIXA MUSICAL – Sidney Magal – Bailamos
1º Horário: Terça, dia 4/6, às 14h
Rebatidas: quarta, dia 5/6, às 8h30; e quinta, dia 6/6, às 11h35
Classificação: Livre

Sinopse: O eterno Sidney Magal reúne clássicos que marcaram seus 50 anos de carreira, como o hino Sandra Rosa Madalena. Participações especiais de Ney Matogrosso, Alexandre Pires e Rogério Flausino.

TRANSANDO COM LAERTE
REPRISE 
Convidados: Liniker
Horário: Terça, dia 4/6, à 0h
Classificação: 12 anos

Sinopse: Laerte Coutinho é uma das mais irreverentes e provocantes figuras da cultura brasileira. A cartunista transgênero é referência artística quando o assunto é criar personagens politicamente incorretos e de humor ácido, desenvolvidos em pequenas frases. Saindo do mundo das tirinhas e embarcando ao universo da televisão, a chargista retorna ao Canal Brasil na quarta temporada do programa ao qual empresta seu nome para investigar temas contemporâneos a partir de entrevistas com os mais diversos convidados, entre artistas dos mais diversos campos.

A cantora transgênero Liniker abre a série de novos episódios dirigidos por Claudia Priscilla e Pedro Marques. A atriz Leona Johvs relaciona figuras importantes para sentir orgulho de sua transexualidade e comenta como descobriu a vocação artística. A musicista, diretora musical e pesquisadora Tunica Teixeira fala sobre sua relação com o amor e a religiosidade pujante de sua personalidade. O historiador, antropólogo e quadrinista André Toral analisa seu trabalho com comunidades indígenas e disserta como as histórias em quadrinhos se transformaram em vozes da periferia. O programa traz ainda entrevistas com Miriam Chnaiderman, Marcelino Freire e Renata Perón, entre outros.

Neste episódio: “Quer coisa mais política do que a gente poder pautar o afeto?”. Liniker fala sobre o choque geracional na discussão de gênero, a militância negra e LGBT e a narrativa de suas letras.

QUARTA-FEIRA, 5 DE JUNHO

PORNOLÂNDIA
REPRISE
Episódio: Mistress: O Prazer de Ser Pisado
Horário: Quarta, dia 5/6, à 0h
Classificação: 16 anos 

Sinopse: A musa da pornochanchada Nicole Puzzi retorna à tela do Canal Brasil em entrevistas picantes, com membros do universo da pornografia e do erotismo no país. Sempre em tom irreverente, a apresentadora discute abertamente temas como fetiche, sensualidade, nudez artística e o mercado brasileiro de filmes adultos. A anfitriã está ainda mais curiosa e provocativa no quinto ano do programa, seja investigando as práticas sexuais menos comuns, revendo os velhos amigos ou conversando com figuras da indústria pornô. 

Neste episódio: A dominadora profissional Mistress Charlotte explica o fetiche masculino por pés e destaca a maior ocorrência de homens que não conseguem se abrir com suas esposas.

QUINTA-FEIRA, 6 DE JUNHO

NASI NOITE ADENTRO
REPRISE
Episódio: O Estranho Mundo de Humberto Finatti
Horário: Quinta, dia 6/6, à 0h 
Classificação: 14 anos

Sinopse: Os mistérios, segredos e personagens mais excêntricos da noite paulistana estão de volta ao Canal Brasil. Na nova temporada do programa comandado pelo vocalista do Ira!, o público acompanha as aventuras do anfitrião por lugares ainda mais inusitados da maior metrópole da América Latina.

Neste episódio: O crítico de rock Humberto Finatti discute as dificuldades de fazer jornalismo na era digital e relembra histórias com Paul McCartney, Lobão e a polêmica demissão da revista “Rolling Stone”.

SEXTA-FEIRA, 7 DE JUNHO

GONZAGA - DE PAI PARA FILHO – A SÉRIE
REPRISE
Episódio 04
1º Horário: sexta, dia 7/6, às 22h30
Rebatidas: domingo, dia 09/06, às 2h; e terça, dia 11/06, à 0h15
Classificação: 14 anos

Sinopse: A série de quatro episódios é uma adaptação, com cenas inéditas, do longa homônimo assinado por Breno Silveira, que retrata a biografia de Luiz Gonzaga e seu filho, Gonzaguinha. Estrelado por Julio Andrade, Chambinho do Acordeão, Nanda Costa, Silvia Buarque, Domingos Montagner, Zezé Motta e João Miguel, o filme levou mais de um milhão de pessoas às salas de cinema conquistou cinco láureas no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (melhor longa-metragem, som, ator coadjuvante, diretor e ator). Baseado em conversas realizadas entre os músicos, o roteiro mostra a história de encontros e desencontros familiares, de um amor que venceu o medo e o preconceito e resistiu à distância e ao esquecimento.

Neste episódio: O último episódio dessa série baseada no filme “Gonzaga - De Pai Para Filho” acompanha a reaproximação de Luiz Gonzaga e Gonzaguinha após uma vida de desavenças.

O TEMPO E O VENTO – A SÉRIE
REPRISE
Episódio 03
1º Horário: sexta, dia 7/6, às 23h05
Rebatidas: domingo, dia 9/6, às 2h35; e terça, dia 11/6, à 0h50
Classificação: 14 anos

Sinopse: O filme homônimo, dirigido por Jayme Monjardim, recebeu uma adaptação para se transformar em uma série de três episódios, trazendo cenas inéditas e concedendo mais espaço a alguns personagens de menor relevância no longa. Adaptação do texto épico de Erico Veríssimo, a série tem Fernanda Montenegro, Thiago Lacerda, Cleo Pires, Marjorie Estiano, José de Abreu e Leonardo Medeiros, entre outros no elenco.

Neste episódio: O episódio final dessa série baseada no filme “O Tempo e o Vento” acompanha o destino de Rodrigo e Bibiana e a trajetória da nova geração da família Terra Cambará no povoado de Santa Fé.

502 
REPRISE
Convidado: Theo  
Horário: Sexta, dia 7/6, à 0h05
Classificação: 14 anos

Sinopse: Fotógrafo consagrado pelo olhar perspicaz e retratos impactantes em preto e branco, Jorge Bispo traz novamente para o Canal Brasil, em sua quinta temporada, um de seus projetos mais ousados. Em 302, o artista recebe em seu próprio apartamento 13 mulheres comuns que toparam tirar a roupa à frente de sua câmera. Longe dos rígidos padrões de beleza estabelecidos pelas celebridades por ele já clicadas, cujas fotos estamparam capas das principais publicações do país, Bispo traz à tela uma iniciativa artística e minimalista. Pela primeira vez, no entanto, o projeto dá um passo adiante, extrapola as paredes do apartamento, sobe dois pavimentos e inaugura, no quinto andar, o 502, no qual os homens perdem as vestimentas e enfrentam os dilemas da nudez masculina. A temporada divide-se, então, em dois momentos distintos, fazendo um panorama mais amplo de como a questão é vista pela sociedade.

Neste episódio: “Ter sido mulher faz de mim um homem diferente”. Theo discute as formas de construir a masculinidade, a fragilidade dessa posição de poder e de que forma resistiu à imposição de gênero.