Home Top Ad

Canal Brasil - Filmes em destaque na programação de 3 a 9 de junho

Share:

Divulgação Canal Brasil
Conheça os filmes em destaque na programação do Canal Brasil de 03 a 09 de junho.

SEGUNDA-FEIRA, 3 DE JUNHO

Amores (1998) (96’) 
[Mês dos Namorados]
Horário: Segunda, dia 3/6, às 18h15
Classificação: 14 anos
Direção: Domingos Oliveira

Sinopse: Baseada na peça homônima de Domingos Oliveira, a produção conta com a participação do diretor no elenco, que traz ainda Clarice Niskier, Priscilla Rozenbaum, Vicente Barcellos, Ricardo Kosovski e Maria Mariana, filha do cineasta com a atriz Lenita Plonczynski. O complicado relacionamento entre pai e filha é o eixo da comédia, que narra uma sucessão de encontros e desencontros amorosos. O diretor de televisão Vieira (Domingos Oliveira) descobre que a filha Cíntia (Maria Mariana) tem um caso com Pedro (Ricardo Kosovski), marido de sua melhor amiga, Telma (Priscilla Rozenbaum). Drama maior enfrenta a irmã da moça, Luíza (Clarice Niskier), que se apaixona pelo pintor Rafael (Vicente Barcellos) sem saber que o rapaz é bissexual e soropositivo.

TERÇA-FEIRA, 4 DE JUNHO

Um Novo Capitalismo (2018) (91’)
INÉDITO E EXCLUSIVO 
Horário: Terça, dia 4/6, às 19h30
Classificação: Livre 
Direção: Henry Grazinoli

Sinopse: A leitura de A Riqueza na Base da Pirâmide – Como Erradicar a Pobreza com o Lucro, do indiano C.K. Prahalad, mudou radicalmente a vida de Antonio Ermírio de Moraes Neto. Seu avô, dono de um dos maiores impérios empresariais brasileiros, acreditava em obras benemerentes como forma de retribuir uma parte de seu trabalho para a comunidade. Seu descendente, no entanto, preferiu reverter a lógica do sistema e usar os próprios preceitos capitalistas para reduzir a desigualdade social garantindo o lucro de jovens empresários. A experiência do empreendedor pauta o argumento do documentário de Henry Grazinoli, um compilado de diversas iniciativas nacionais e internacionais de pessoas empenhadas em fazer a diferença no mundo.

QUARTA-FEIRA, 5 DE JUNHO 

Tudo É Irrelevante – Helio Jaguaribe (2018) (107’) 
[É Tudo Verdade]
INÉDITO E EXCLUSIVO 
Horário: Quarta, dia 5/6, às 20h
Classificação: 10 anos 
Direção: Izabel Jaguaribe e Ernesto Baldan

Sinopse: Helio Jaguaribe foi um dos principais intelectuais do país desde o século passado. Advogado e cientista social crucial para a compreensão da economia e dos projetos de estado no Brasil nos últimos anos, o imortal, antigo ocupante da 11ª cadeira da Academia Brasileira de Letras (ABL) participou ativamente da vida política da nação, tendo fundamental relevância para a criação de projetos progressistas e desenvolvimentistas do governo federal. Filha do escritor, a cineasta Izabel Jaguaribe assina a direção – a quatro mãos com Ernesto Baldan – dessa biografia e resgata excertos da trajetória e dos pensamentos do pai nesta coprodução entre o Canal Brasil e a Jaguar Produções Artísticas.

O filme utiliza uma fotografia de inspiração barroca e saturada, com filtros ora em tonalidades sépia, ora com intervenções de notícias de jornais e passagens de livros, para fugir do padrão comumente visto em documentários biográficos com entrevistas e imagens de apoio – trechos de frases proclamadas pelo pensador frequentemente são expostos na tela. Uma breve introdução a respeito da vida do protagonista inicia o roteiro, mas a obra logo caminha para os pensamentos e argumentos do intelectual sobre a natureza humana, sua transcendência e relevância, como sugere o título, e o ceticismo com o qual encara a raça e a existência – sem aferir às pessoas qualquer tipo de superioridade com relação aos outros animais do planeta. O ateísmo convicto e suas observações sobre o universo e o cosmos também são abordados.

QUINTA-FEIRA, 6 DE JUNHO

O Casamento de Romeu e Julieta (2005) (93’)
[Mês dos Namorados]
Horário: Quinta, 6/6, às 22h30
Classificação: 10 anos
Direção: Bruno Barreto

Sinopse: A comédia romântica de Bruno Barreto transporta a clássica tragédia de Shakespeare para o universo do futebol. Alfredo Baragatti (Luís Gustavo) é um torcedor fanático do Palmeiras. Ele criou sua filha, Julieta (Luana Piovani), sob total influência do time do Palestra Itália – ela fora, inclusive, batizada com uma fusão de dois grandes ídolos do time, Julinho e Echevarietta. Quis o destino que Julieta se apaixonasse justamente por Romeu (Marco Ricca), um oftalmologista obcecado pelo Corinthians. O amor, no entanto, fala mais alto que o futebol. O médico aceita passar por palmeirense, indo aos jogos para torcer pelo rival. Tais atitudes geram desconfiança em sua família, principalmente em seu filho Zilinho (Leonardo Miggiorin) e na avó Nenzica (Berta Zemmel), ambos fiéis torcedores do alvinegro de Itaquera.

SEXTA-FEIRA, 7 DE JUNHO

O GRANDE CIRCO MÍSTICO (2018) (111’) 
Horário: Sexta, dia 7/6, às 20h45
Classificação: 16 anos
Direção: Carlos Diegues

Sinopse: A tradicional família austríaca Knieps é a dona do Grande Circo Místico. A arena torna-se palco do improvável romance entre o jovem Fred (Rafael Lozano), médico e herdeiro do aristocrata Dr. Frederico (Antonio Fagundes), e a acrobata Beatriz (Bruna Linzmeyer). Após a morte do patriarca, o rapaz pede à Imperatriz (Catherine Mouchet) o comando do picadeiro. Tem início, então, a história de um clã criado à frente de seu respeitável público ao longo de um século, com todas as gerações de artistas das mais diferentes especialidades. O fio condutor da trama, no entanto, não carrega o mesmo sobrenome e responde pelo nome de Celavi (Jesuíta Barbosa), um mestre de cerimônia que não envelhece e repete sua alcunha como o famoso bordão francês c’est la vie ¬– é a vida, em português.

SÁBADO, 8 DE JUNHO

CAZUZA – O TEMPO NÃO PARA (2004) (97’)
Horário: Sábado, dia 8/6, às 18h50
Classificação: 16 anos
Direção: Sandra Werneck

Sinopse: A vida louca e breve do rockeiro Cazuza é o foco da cinebiografia dirigida por Sandra Werneck em parceria com Walter Carvalho. A sede de liberdade permeava a trajetória de Cazuza (Daniel de Oliveira). Embalado por canções que marcaram uma geração, o longa-metragem acompanha a carreira do cantor e compositor, desde o encontro com o grupo Barão Vermelho até o precoce desfecho causado pela Aids, em 1990. Adepto da experimentação, o artista vivia intensamente. Sempre ao lado do filho, Lucinha Araújo (Marieta Severo) foi o pilar da resistência de Cazuza frente ao vírus HIV. Corajosamente, o músico encarou a doença e não abriu mão dos poucos prazeres que lhe restavam.

DOMINGO, 9 DE JUNHO

CANASTRA SUJA (2018) (135’)
Horário: Domingo, dia 9/6, às 22h
Classificação: 16 anos
Direção: Caio Sóh

Sinopse: Caio Sóh surgiu como uma das maiores revelações do cinema brasileiro por incorporar influências do realismo teatral, de onde é egresso, em Teus Olhos Meus (2011). Seus trabalhos seguintes – os premiados Minutos Atrás (2013) e Por Trás do Céu (2016) –, no entanto, mostraram a versatilidade do cineasta ao trazer às telas fábulas oníricas e existenciais. Para sua mais recente produção, o diretor retorna às raízes para retratar, de forma crua, o cotidiano de uma família completamente disfuncional, cujos membros parecem habitar em um barril de pólvora de pavio aceso e curto, prestes a explodir. A coprodução do Canal Brasil com a Cinema Bruto Produção Cinematográfica é estrelada por Marco Ricca, Adriana Esteves, Bianca Bin, Pedro Nercessian e Cacá Ottoni.

A câmera passeia pela casa, logo nas tomadas iniciais, apresentando as feições nada agradáveis dos membros desse lar tomado por brigas e sem qualquer perspectiva de um futuro melhor. Batista (Marco Ricca), fio condutor da história, é porteiro de um prédio da Barra da Tijuca, bairro nobre do Rio de Janeiro, e um alcoólatra em busca de recuperação do vício. Com ele, moram Maria (Adriana Esteves), uma mulher infeliz, adepta do uso de esteroides para melhorar seu desempenho na musculação – realizada secretamente – e infiel ao marido com o namorado da própria filha, Emília (Bianca Bin), uma moça focada em conquistar o mundo negociando a própria virgindade. Há ainda Pedro (Pedro Nercessian), um jovem perdido na vida e sem qualquer vontade de conquistar um trabalho decente, e Rita (Cacá Ottoni), uma adolescente autista.