Home Top Ad

Comediantes estão em foco no Programa Especial deste sábado na TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
O Programa Especial que vai ser exibido neste sábado (15/06), às 12h30, na TV Brasil, é dedicado aos comediantes. Apresentada pela cadeirante Juliana Oliveira com reportagens de Fernanda Honorato, primeira repórter com Síndrome de Down no país, a atração destaca vida pessoal e carreira de Leonardo Reis e Jeffinho Farias.

Conhecido como Gigante Léo, o ator e humorista Leonardo Reis tem nanismo. A equipe do programa esteve em sua casa para conhecer sua trajetória e saber mais sobre o filme que protagonizou, “Altas Expectativas”.

“O filme não fala sobre as dificuldades das pessoas com nanismo. Eu tenho realmente muita esperança de que um dia as pessoas com nanismo não sejam chamadas para fazer papéis que se encaixem nas suas características físicas e, sim, sejam chamadas para fazer papéis pela sua qualidade artística”, ressalta Leonardo Reis.

Também neste sábado, a equipe do Programa Especial conversa com Jeffinho Farias, que se apresenta em shows de humor no teatro e tem deficiência visual. Durante a entrevista, o comediante fala de sua carreira, mostra como funcionam seus shows de stand up comedy, e comenta como mede a reação da plateia.

“Eu acho que o interessante da comédia é isso, a resposta é imediata, e para uma pessoa que é cega, um artista cego, essa resposta é palpável, porque ela é audível, é a risada”, destaca Jeffinho.

Já no quadro ‘Dica’, a repórter Fernanda Honorato bate um papo com Rose Barros, uma das fundadoras do projeto ‘Delá Pracá’, casa que promove a autonomia de pessoas com deficiência intelectual.

“A gente fez alguns projetos que chamamos de vivências, para dar conta da autonomia em uma parte ou em outra. (...) Tem dança terapia, ioga, arte, oficina criativa. A gente tem também uma vivência chamada intercâmbio, que estuda sobre algum lugar que a gente vai conhecer. Então, os jovens vão, viajam. A gente tem uma vivência chamada atualidades, que é para as pessoas com deficiência estarem a par do que está acontecendo no mundo”, explica Rose.