Home Top Ad

Cinema, música, negócios e arquitetura estão na pauta do Sem Censura desta sexta na TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
Filme, show, finanças e decoração são temas do bate-papo desta sexta (23) no programa Sem Censura transmitido ao vivo, às 17h, pela TV Brasil. As apresentadoras Vera Barroso e Tâmara Freire recebem o ator argentino Francisco Andrade, a cantora Délia Fischer, o especialista em negociação Breno Paquelet e a designer Patricia Quental.

O lançamento da comédia romântica "A Mulher do Meu Marido" é o assunto do ator argentino Francisco Andrade que está no elenco do longa nacional que entra em cartaz no circuito de cinema na próxima semana.

A trama acompanha a história de dois casais que vivem uma troca involuntária de parceiros. Além de Francisco Andrade, a produção conta com a atriz francesa Aylin Prandi, além de Luana Piovani, Paulo Tifenthaler, Maria Clara Gueiros e Gabi Lopes.

Já Delia Fischer fala sobre o seu novo álbum "Tempo Mínimo", quarto disco na trajetória da pianista, arranjadora, cantora e compositora. Ela faz show no Festival Lavada, no Rio de Janeiro, com músicas desse trabalho.

Premiada por assinar direções musicais de espetáculos teatrais, Delia Fischer traz nesse projeto o conceito do valor do tempo em canções autorais. Essa premissa norteia um novo momento de carreira em que ela aposta cada vez mais na elaboração de letras para suas melodias.

Referência em negociação, Breno Paquelet é especialista no assunto pela Harvard Business School. O professor e consultar produz conteúdo para os principais veículos de mídia especializada do país e apresenta um novo livro sobre negociação financeira em tempos de crise.

Completa o time de convidados dessa edição do Sem Censura, a designer Patricia Quental, uma das diretoras da Casa Cor. O evento é considerado a maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas.

Ela também fala sobre a eleição do Rio de Janeiro como primeira Capital Mundial da Arquitetura pela Unesco no início do ano. A cidade será o centro do debate mundial sobre urbanismo e sustentabilidade em 2020.