Home Top Ad

Intimidade de John Lennon e Yoko Ono é retratada em filme do disco "Imagine"

Share:

Divulgação Curta!
Em 1971, ano da gravação do álbum "Imagine", John Lennon e Yoko Ono estrelaram e dirigiram um filme de mesmo nome, com imagens da intimidade do casal e algumas nas ruas de Londres e Nova York. “John Lennon: Imagine — O Filme”, que chega à programação do canal Curta!, não tem narração ou enredo. Em vez disso, estrutura-se como uma série de videoclipes para todas as dez canções do disco "Imagine", além de quatro faixas do disco "Fly", de Yoko.

A maior parte do longa se passa na mansão de Tittenhurst Park, onde o casal morava na época. Lá, John aparece ao piano tocando "Imagine", logo antes de ressurgir num roupão tomando café da manhã num terraço. Ele e a mulher também são filmados jogando sinuca (durante a música "How do you sleep?", feita para alfinetar Paul McCartney), passeando de barco num lago (durante "Jealous guy", outro hit do disco) e jogando xadrez (numa partida surreal em que John come as peças do tabuleiro). Em "I don't wanna be a soldier", John veste um uniforme militar e divide espaço na tela com imagens de guerra. Num momento um pouco mais bizarro, o ex-beatle cheira avidamente um sapato usado por Yoko, durante a música "Mind train", composta por ela. O filme conta com participações especiais do guitarrista George Harrison e do ator e dançarino Fred Astaire. A exibição é na Segunda da Música, dia 4/11, às 22h30.

Governo Obama é tema de episódio inédito de “O Movimento Negro nos EUA desde Martin Luther King”

A história recente dos Estados Unidos também se confunde com a história da luta por direitos civis dos negros no país. O último episódio, “Toque o céu”, da série inédita “O Movimento Negro nos Estados Unidos desde Martin Luther King” fala de acontecimentos que afetaram as vidas da população negra, sobretudo os impactos da passagem do furacão Katrina, em 2005, que devastou Nova Orleans. A cidade, pertencente ao estado de Louisiana, tem população majoritariamente negra e contabilizou 1.500 mortes na época. O governo de Barack Obama, primeiro presidente negro da história daquele país, também é posto em discussão, considerando a forma como lidou com as questões raciais. A exibição é na Sexta da Sociedade, 08/11, às 23h.