Home Top Ad

Filosofia, música, humor e dramaturgia invadem o 'Altas Horas', deste sábado na Globo

Share:

Divulgação Globo
Neste sábado, dia 29, Chitaozinho&Xororó, uma das duplas sertanejas de maior sucesso do Brasil tem a honra de, mais uma vez, dividir o palco do ‘Altas Horas’ com um parceiro e ídolo, o maestro João Carlos Martins. Em um clima marcado por admiração e respeito, os artistas aproveitam o reencontro promovido por  Serginho Groisman para relembrar as ocasiões em que puderam tocar e cantar juntos. Para marcar o momento, o apresentador presenteia os três músicos com imagens de antigas apresentações, inclusive no ‘Altas Horas’. No programa, os sertanejos Chitaozinho&Xororó cantam sucessos antigos, conhecidos também pela jovem plateia presente no estúdio, uma prova de que boas canções atravessam o tempo.
 
João Carlos Martins conta um pouco de sua história. O músico esteve por muito tempo afastado do piano, mas viu sua vida mudar, graças à ciência e ao desenvolvimento de uma luva biônica. Foi um presente do designer industrial Ubiratan Bizarro Costa que fez o maestro voltar a sonhar: ‘Quando eu ganhei a luva biônica e botei os 10 dedos no piano... É algo que eu não consigo expressar com palavras, só escorreu uma lágrima. Mudou a minha vida’. No programa, João Carlos ainda faz uma bela apresentação, que comove todos convidados do programa.  
 
Papo vai, papo vem, a piada também não falta. Em um desses momentos de descontração, o humorista Rodrigo Sant’Anna deixa escapar uma curiosidade: ele é muito vaidoso. Ao ser perguntado por Serginho Groisman se tem o hábito de cuidar do corpo, a resposta não poderia deixar de arrancar gargalhadas: ‘Eu faço até mais do que é exigido. Eu faço para me olhar e falar... Gato!’. Também vaidosa e colecionadora de trabalhos humorísticos, Letícia Lima diverte a plateia com seus comentários descontraídos, que vão surgindo ao longo da atração. No entanto, Letícia deixa claro que também tem um lado sério e conta como a novela ‘Amor de Mãe’ foi uma oportunidade de se superar e mostrar ao público uma nova faceta: ‘Eu queria mostrar esse meu outro lado, que sempre esteve comigo, mas que as pessoas não conheciam. É um presente.’ 
 
Outro grande convidado do ‘Altas Horas’ deste sábado, conhecido como pensador influente, é  Mário Sérgio Cortella. Com 45 anos de carreira e autor de 44 livros, o filósofo participa desta edição e confirma sua fama de ser uma fonte de inspiração, também entre os mais jovens. Com palavras de sabedoria, ditas com facilidade, ele responde a perguntas da plateia, em um momento único de troca de gerações. Ao ser questionado, por exemplo, sobre a existência do ‘trabalho dos sonhos’, Cortella é enfático: ‘Tem duas possibilidades na vida: ou senta e chora ou levanta e enfrenta.’
 
O ‘Altas Horas’, que vai ao ar este sábado, após o ‘Zorra’, também traz Rafa Torres, Bruna Viola e Bruna Lombardi.