Home Top Ad

TV Brasil - Programação de Filmes de 02 a 10 de maio

Share:

Divulgação TV Brasil
Confira a programação de filmes de 02 a 10 de maio na TV Brasil

- Sábado (2) – 16h00 – Casinha Pequenina – comédia (Cine Retrô)
- Domingo (3) – 14h00 – Sobre Rodas – drama (Sessão Família) – inédito
- Domingo (3) – 16h00 – O Palhaço – comédia (Cine Nacional)
- Quarta (6) – 22h30 – O Palhaço – comédia (Festival de Cinema)
- Quinta (7) – 22h30 – Casinha Pequenina – comédia (Cine Retrô)
- Sábado (9) – 16h00 – Jeca Tatu – comédia (Cine Retrô)
- Domingo (10) – 14h00 – Os Doze Trabalhos de Asterix – drama (Sessão Família) – inédito
- Domingo (10) – 16h00 – Vazio Coração – drama (Cine Nacional)

Sábado, 2 de maio

Cine Retro (Mazzaropi) – Casinha Pequenina
16h00, na TV Brasil

Ano: 1963. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Tarcísio Meira, Edgard Franco, Astrogildo Filho, Guy Loup, Luis Gustavo, Marly Marley, Marina Freire, Ingrid Tobias.

Considerado a obra-prima de Amácio Mazzaropi, o filme "Casinha Pequenina" traz um elenco de estrelas e marca a estreia de Tarcísio Meira no cinema. A trama tem o fim da escravidão como pano de fundo e mostra a luta contra os interesses dos senhores de engenho.

Na época do Brasil colonial, um rico fazendeiro dono de escravos envolve seu humilde empregado em uma tramoia. O colono de bom coração e sua família entram num plano para o patrão se livrar de uma dupla de mulheres vigaristas que o chantageiam, por causa de um assassinato cometido pelo fazendeiro no passado.

Apesar desse planos, o filho do colono se envolve com uma das mulheres e renega as acusações que um amigo seu procura esclarecer.

Reprise. 95 min.
Classificação indicativa: 12 anos
Horário: 16h00

Domingo, 3 de maio

Sessão Família – Sobre Rodas
14h00, na TV Brasil

Ano: 2017. Gênero: drama, aventura, infantil. Direção e roteiro: Mauro D’Addio. Elenco: Cauã Martins, Georgina Castro, Lara Boldorini.

A trama acompanha a história de Lucas (Cauã Martins), um menino de 13 anos que perde os movimentos das pernas após um acidente. Ele passa a depender de uma cadeira de rodas e assim que se recupera volta aos estudos. O rapaz chega a uma nova escola e faz amizade com Laís (Lara Boldorini).

A garota de 13 anos ajuda sua mãe na barraca de café da manhã numa parada de caminhões na pequena cidade em que vivem. A jovem sonha em conhecer o pai, um caminhoneiro que a abandonou ainda na infância.

Quando Lara descobre o possível paradeiro do pai, os dois amigos do colégio iniciam uma jornada inesperada e partem em uma viagem pelas estradas do interior do país. Durante a aventura, eles acabam conhecendo um ao outro.

Primeiro longa do diretor e roteirista Mauro D’Addio, "Sobre Rodas" foi reconhecido como o Melhor Filme pelo público no TIFF Kids (Canadá). A produção nacional ainda foi agraciada no Chicago International Children’s Film Festival (EUA) e na Mostra Geração, no Festival do Rio, como Melhor Filme.

Inédito. 82 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Domingo, 3 de maio

Cine Nacional – O Palhaço
16h00, na TV Brasil

Ano: 2010. Gênero: comédia. Direção: Selton Mello. Produção: Vania Catani. Roteiro: Selton Mello e Marcelo Vindicatto. Elenco: Selton Mello, Paulo José, Larissa Manoela, Fabiana Karla, Álamo Facó, Jorge Loredo, Jackson Antunes, Moacyr Franco e Tonico Pereira, Ferrugem.

O Circo Esperança atravessa estradas de terra do interior do país nos anos 1970. A cada parada, um novo espetáculo e novas aventuras dessa animada trupe mambembe.

Nessa "família" de 15 pessoas, a principal atração é a dupla de palhaços Puro Sangue e Pangaré que dividem o picadeiro e, supostamente, a mesma vocação. Eles também são responsáveis pela administração dos negócios circenses. Os personagens Valdemar (Paulo José) e Benjamim (Selton Mello) são pai e filho que formam a fabulosa dupla de palhaços

Geralmente com pouco dinheiro, eles vivem às voltas com as solicitações do grupo talentoso e irreverente formado por músicos, trapezistas, acrobatas, anões e uma linda menina, Guilhermina, espectadora privilegiada de um mundo mágico e lírico.

Apesar de levar o público às gargalhadas, Benjamim entra em crise e sai em busca de sua própria identidade. Seu maior sonho de consumo é modesto – um singelo ventilador – e até realizá-lo Benjamim viverá pequenas aventuras plenas de significado.

Frustrado, o talentoso jovem passa por uma crise existencial e decide abandonar a vida artística. Ele passa a trabalhar numa empresa de uma cidade distante. Essa decisão de Benjamin afeta a vida de todos, inclusive a dele mesmo.

Por vias tortuosas, Benjamim busca responder à indagação paterna: "Na vida a gente tem que fazer o que a gente sabe fazer. O gato bebe leite, o rato come queijo e eu sou palhaço. E você?". Benjamim precisará de um tempo para descobrir.

Dirigido pelo próprio Selton Mello, em sua segunda investida como cineasta, após a estreia com "Feliz Natal" (2008), o filme "O Palhaço" aborda o universo circense com todo seu encanto e magia através de estradas de terra pelo interior do Brasil.

Reprise. 89 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 16h00

Quarta-feira, 6 de maio

Festival de Cinema – O Palhaço
22h30, na TV Brasil

Ano: 2010. Gênero: comédia. Direção: Selton Mello. Produção: Vania Catani. Roteiro: Selton Mello e Marcelo Vindicatto. Elenco: Selton Mello, Paulo José, Larissa Manoela, Fabiana Karla, Álamo Facó, Jorge Loredo, Jackson Antunes, Moacyr Franco e Tonico Pereira, Ferrugem.

O Circo Esperança atravessa estradas de terra do interior do país nos anos 1970. A cada parada, um novo espetáculo e novas aventuras dessa animada trupe mambembe.

Nessa "família" de 15 pessoas, a principal atração é a dupla de palhaços Puro Sangue e Pangaré que dividem o picadeiro e, supostamente, a mesma vocação. Eles também são responsáveis pela administração dos negócios circenses. Os personagens Valdemar (Paulo José) e Benjamim (Selton Mello) são pai e filho que formam a fabulosa dupla de palhaços

Geralmente com pouco dinheiro, eles vivem às voltas com as solicitações do grupo talentoso e irreverente formado por músicos, trapezistas, acrobatas, anões e uma linda menina, Guilhermina, espectadora privilegiada de um mundo mágico e lírico.

Apesar de levar o público às gargalhadas, Benjamim entra em crise e sai em busca de sua própria identidade. Seu maior sonho de consumo é modesto – um singelo ventilador – e até realizá-lo Benjamim viverá pequenas aventuras plenas de significado.

Frustrado, o talentoso jovem passa por uma crise existencial e decide abandonar a vida artística. Ele passa a trabalhar numa empresa de uma cidade distante. Essa decisão de Benjamin afeta a vida de todos, inclusive a dele mesmo.

Por vias tortuosas, Benjamim busca responder à indagação paterna: "Na vida a gente tem que fazer o que a gente sabe fazer. O gato bebe leite, o rato come queijo e eu sou palhaço. E você?". Benjamim precisará de um tempo para descobrir.

Dirigido pelo próprio Selton Mello, em sua segunda investida como cineasta, após a estreia com "Feliz Natal" (2008), o filme "O Palhaço" aborda o universo circense com todo seu encanto e magia através de estradas de terra pelo interior do Brasil.

Reprise. 89 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 22h30

Quinta-feira, 7 de maio

Cine Retro (Mazzaropi) – Casinha Pequenina
22h30, na TV Brasil

Ano: 1963. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Tarcísio Meira, Edgard Franco, Astrogildo Filho, Guy Loup, Luis Gustavo, Marly Marley, Marina Freire, Ingrid Tobias.

Considerado a obra-prima de Amácio Mazzaropi, o filme "Casinha Pequenina" traz um elenco de estrelas e marca a estreia de Tarcísio Meira no cinema. A trama tem o fim da escravidão como pano de fundo e mostra a luta contra os interesses dos senhores de engenho.

Na época do Brasil colonial, um rico fazendeiro dono de escravos envolve seu humilde empregado em uma tramoia. O colono de bom coração e sua família entram num plano para o patrão se livrar de uma dupla de mulheres vigaristas que o chantageiam, por causa de um assassinato cometido pelo fazendeiro no passado.

Apesar desse planos, o filho do colono se envolve com uma das mulheres e renega as acusações que um amigo seu procura esclarecer.

Reprise. 95 min.
Classificação indicativa: 12 anos
Horário: 22h30

Sábado, 9 de maio

Cine Retro (Mazzaropi) – Jeca Tatu
16h00, na TV Brasil

Ano: 1959. Gênero: comédia. Direção: Milton Amaral. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Marlene França, Nicolau Guzzardi, Nena Viana.

Inspirado no personagem de Monteiro Lobato, Jeca Tatu é um caipira muito preguiçoso que vive em uma cidade do interior de São Paulo com sua esposa e filha.

Jeca é um roceiro ocioso de dar dó, mas essa indolência está com os dias contatos, pois seu ranchinho está ameaçado pela ganância de latifundiários sem coração. Agora, o protagonista vai precisar colocar em prática todo seu jeito matreiro para conseguir seu cantinho de terra.

Clássico da filmografia de Amácio Mazzaropi, o filme é uma declarada homenagem ao conterrâneo Monteiro Lobato, criador do personagem homônimo na obra "Urupês".

Na trama, Mazzaropi trata com singeleza a figura do homem do campo e a questão da reforma agrária.

Reprise. 95 min.
Classificação indicativa: 12 anos
Horário: 16h00

Domingo, 10 de maio

Sessão Família – Os Doze Trabalhos de Asterix
14h00, na TV Brasil

Título original: Les douze travaux d'Astérix. País: França. Ano: 1976. Gênero: animação. Direção: Albert Uderzo, René Goscinny, Pierre Watrin.

A trama da animação protagonizada pelos personagens Asterix e Obelix se passa em 50 A.C., na Gália ocupada pelo Imério Romano. Depois de mais uma tentativa de conquistar a aldeia, alguns dos senadores romanos começam a suspeitar de que os moradores da vila gaulesa são, na verdade, uma espécie de deuses.

Júlio César, para manter seu trono, propõe um acordo aos gauleses e envia ao povoado uma lista com doze tarefas inspiradas nos trabalhos de Hércules que só poderiam ser realizadas por seres superiores. Se os gauleses vencerem o desafio, o monarca admitiria sua derrota. Caso contrário, eles se renderiam ao Império Romano e se tornariam escravos.

A proposta é aceita. O desafio pode garantir independência da vila que elege Asterix e Obelix para tal missão. Asterix, por ser o mais esperto, e Obelix, por ser o mais forte, são escolhidos para representar o povo.

Com o peso de não falhar em uma só tarefa, a dupla sai para cumprir os doze trabalhos e manter a dignidade gaulesa.

Inédito. 82 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Domingo, 10 de maio

Cine Nacional – Vazio Coração
16h00, na TV Brasil

Ano: 2013. Gênero: drama. Direção e roteiro: Alberto Araujo. Elenco: Murilo Rosa, Othon Bastos, Oscar Magrini, Lima Duarte, Bete Mendes, Larissa Maciel, Patrícia Naves.

O drama "Vazio Coração" conta a história Hugo Kari (Murilo Rosa), famoso cantor de música sertaneja. Com canções de tom confessional, nas quais põe para fora suas aflições, Hugo chegou ao sucesso e está no auge da carreira. Tem dinheiro, shows lotados, milhares de fãs. Mas, apesar de toda a realização profissional, sua vida afetiva guarda um lado obscuro e esquecido.

Prestes a se aposentar, o embaixador Mário Menezes (Othon Bastos) tem convicção de que nunca mais quer falar novamente com seu filho Hugo. Cabe à esposa de Hugo (Larissa Maciel) ajudar o marido no desafio de reconquistar o amor do pai.

O cantor e a esposa fazem uma pausa na turnê a fim de se encontrarem com Mário no Grande Hotel Termas de Araxá, no qual a família passava férias quando Hugo era criança. Naquele local de fortes memórias para os dois, pai e filho tentam remontar o quebra-cabeças de uma relação fragmentada por ideais e sonhos conflitantes. E por um trágico acontecimento que os marcara para sempre.

Filmado nas cidades de Araxá e Patrocínio, em Minas Gerais, "Vazio Coração" é o longa-metragem de estreia do diretor Alberto Araújo. A produção nacional conquistou os prêmios de Melhor Filme e Melhor Ator (Murilo Rosa) na 26ª edição do Festival de Cinema de Natal (RN), em 2013.

Reprise. 91 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 16h00