Home Top Ad

Aventura na serra catarinense no 'Globo Repórter' desta sexta-feira

Share:

Divulgação Globo
Setenta quilômetros percorridos em seis dias de caminhada pelos campos de altitude mais selvagens do Brasil, rumo ao teto da serra catarinense. O ‘Globo Repórter’ reapresenta nesta sexta-feira, dia 22, o desafio do repórter Ricardo Von Dorff, uma coprodução da Globo com a NSC TV, afiliada de Santa Catarina. “A ideia do programa é mostrar uma Santa Catarina que nem os catarinenses conhecem. Montamos o roteiro com a ajuda de um grupo de alpinistas e de um morador local, isolado a cinco horas de cavalo de tudo. O resultado mistura aventura e saúde”, conta Ricardo.
 
A serra catarinense é cheia de segredos, como a lenda dos tesouros escondidos no Campo dos Padres. Em meados do século XVIII, padres jesuítas expulsos pela Coroa portuguesa tiveram que abandonar suas missões e traçaram uma rota de fuga. Nos acampamentos pelo caminho, enterravam seus tesouros. Centenas de anos depois, ainda há quem acredite que existe ouro na região. O ‘Globo Repórter’ também atravessa a cavalo a região de Coxilha Rica que, apesar de ser extensa como o município do Rio de Janeiro, tem apenas 400 moradores.
 
Outro segredo da região é o mel de melato, que não vem das flores, mas da bracatinga, e é mais conhecido na Alemanha do que no Brasil. Escuro, menos açucarado e difícil de cristalizar, o melato é usado em estudos sobre a prevenção do envelhecimento. Já a goiaba serrana, rica em vitamina C e com baixo teor calórico, é apontada pelo Ministério do Meio Ambiente como uma das frutas do futuro. “Ela é rica em sais minerais, potássio, cálcio, magnésio, iodo e vitamina D. Estudos apontam suas propriedades antidepressivas, antioxidantes e anti-inflamatórias. É perfumada e azedinha”, explica Ricardo Von Dorff.
 
O 'Globo Repórter' vai ao ar na noite de sexta-feira, dia 22, logo após a novela 'Fina Estampa'.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.