Home Top Ad

Recordar é TV destaca legado da sambista Dona Ivone Lara neste sábado na TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
Para celebrar a vida e a obra da sambista Dona Ivone Lara, o programa Recordar é TV deste sábado (9), às 20h30, na TV Brasil resgata uma entrevista e performances da cantora e compositora na extinta atração "Eu sou o show", da TVE/RJ, em 1985. O conteúdo está preservado no acervo da emissora pública.

Considerada a "Rainha do samba", a baluarte bate um papo com a jornalista Jalusa Barcellos e canta os sucessos "Sorriso negro", " Tiê, tiê", "Axé de Ianga" e "O samba não pode parar". A apresentação de Dona Ivone Lara é intercalada por depoimentos da artista sobre a infância, a trajetória na música e a escola de samba do coração, o Império Serrano.

Reverenciada como uma das grandes damas do samba, ela revela curiosidades durante a conversa. "O que eu mais gosto de fazer é show. Eu me realizo quando estou em um palco. Não precisa ganhar muito não. Se eu tô cantando e vendo o povo ali junto comigo, fico realizada", comenta.

Pioneira, Dona Ivone Lara foi uma das primeiras mulheres a assinar sambas e sambas-enredos. Na carreira, a artista compôs centenas de músicas, lançou mais de dez discos e tem canções gravadas por grandes nomes da MPB.

Nascida em uma família que apreciava a música popular, ela enfrentou o preconceito por ser mulher e sambista. Um dos maiores sucessos da carreira da bamba é o clássico "Sonho meu", obra composta em parceria com Délcio Carvalho. A música foi imortalizada nas vozes da divas Maria Bethania e Gal Costa.