Home Top Ad

Mensagem de esperança por dias melhores no 'Esporte Espetacular' deste domingo

Share:

Divulgação Globo
A música tem um poder transformador. Muitas vezes, a mensagem de uma letra é fiel a um momento, seja ele bom ou ruim. Dá até a impressão de que é o universo tentando se comunicar. Neste domingo, dia 28, no 'Esporte Espetacular', um sucesso da banda mineira Jota Quest vai encerrar o programa de uma forma especial. O grupo fez uma versão de "Dias Melhores" para levantar o astral em meio a uma pandemia que trouxe a todos a sensação de incerteza. De suas casas, grandes nomes do Esporte da Globo e ex-atletas, como Hortência, Maurren Maggi, Diego Hypólito e Vanderlei Cordeiro de Lima cantaram junto com os músicos para trazer uma mensagem positiva diante deste ciclo tão difícil que o mundo está passando. 
 
O período de isolamento social também pode estreitar laços e proporcionar momentos inéditos para a rotina atribulada dos atletas em fase de competições. É exatamente este tema que vai nortear a conversa entre a apresentadora Barbara Coelho e o volante Willian Arão, do Flamengo, no quadro "EE de Casa". O camisa 5 rubro-negro viveu um algo inesquecível durante o confinamento. O filho Natan, de apenas dez meses, engatinhou pela primeira vez ao ver o pai brincando com uma bola. Ao lado da esposa Amanda e da filha mais velha, Isabel, de dois anos e meio, o volante contou para a apresentadora sobre a rotina em casa. 
 
"Eu estava com o Natan e minha esposa brincando com a bola e ele começou a gritar, ficar exaltado. Botei a bola no chão e falei: 'Vem, filho'. Ele olhou para a bola e começou a engatinhar. Primeira vez dele foi indo atrás de uma bola. Aquilo nos marcou", afirma o jogador, que procura adotar uma postura otimista para vencer este momento. "Tento ver as coisas pelo lado positivo. Quando eu poderia ter três meses com meus filhos em casa, podendo almoçar, dar banho, botar para dormir e brincar? "
 
No Paraná, a repórter Gabriela Ribeiro conversou com o biólogo Atila Iamarino para entender os motivos de os jogos com serem portões fechados nesta volta do futebol no país e os riscos de uma possível reabertura dos estádios para os torcedores. "É um vírus que se espalha muito rápido em algumas condições comuns no futebol, quando as pessoas falam mais alto, produzem mais saliva e respiram mais intensamente. A gritaria e a comemoração aumentam o risco", alerta Iamarino. A reportagem também conversou com jogadores que atuam no futebol europeu que já voltaram a atuar, alguns até com torcida na arquibancada. 
 
Além de comandar o “EE de Casa”, Barbara Coelho apresenta o 'Esporte Espetacular' deste domingo ao lado de Lucas Gutierrez. O programa começa logo depois do 'Auto Esporte'.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.