Home Top Ad

Roberto Cabrini traz investigação que provou inocência de homem preso injustamente

Share:

Divulgação SBT
Entre a lei e a cor da pele, quanto vale a vida de um homem? O Conexão Repórter desta segunda-feira, 15 de junho, mostra uma longa investigação jornalística que conseguiu provar a inocência de um homem negro, acusado e preso durante cinco anos, por um crime que jamais cometeu. Roberto Cabrini traz os detalhes e falhas de uma investigação que acusava Antônio Carlos dos Santos, conhecido por todos como Tonhão, de participação em assassinato com pena possível de 12 a 30 anos. O programa exibe a trajetória de martírio e redenção do músico, trabalhador e pai de família morador da cidade de Cruzeiro, no interior de São Paulo, que foi arrastado para uma trama envolvendo quadrilha, armas e um homicídio. Cabrini recorda como a primeira reportagem do Conexão Repórter sobre Tonhão mudou definitivamente o cenário de seu julgamento, mesmo com os responsáveis pela investigação policial se dizendo totalmente convencidos de sua culpa. Após uma espera de cinco anos, ele finalmente é um homem livre e conversa com o jornalista sobre as duras acusações, a vergonha de rótulos inevitáveis, o retorno à rotina e o nascimento de sua segunda filha, apenas 13 dias após seu julgamento. 

O Conexão Repórter vai ao ar às segundas, 23h45, logo após o Programa do Ratinho, no SBT


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.