Home Top Ad

Canal Brasil - Destaques da programação de 06 a 12 de julho

Share:

Divulgação Canal Brasil
Conheça os destaques da programação do Canal Brasil de 06 a 12 de julho.

SEGUNDA-FEIRA, 6 DE JULHO 

A TRILHA DO ROCK NO BRASIL
PRINCIPAL
Episódio: No País dos Baurets
1º Horário: Segunda, 06/07, às 17h30
Rebatida: Terça, 07/07, às 6h30
Classificação: 12 anos

Sinopse: Existe apenas um som tipicamente brasileiro? Quando, em 1967, artistas foram às ruas para conter a invasão das guitarras elétricas, não imaginavam a grandiosidade que o rock assumiria no país. As histórias por trás desse gênero musical embalam o programa documental idealizado por Luiz Antônio Mello e dirigido por Darcy Burger.

Neste episódio: A chegada do rock progressivo transformou o movimento no Brasil. Novas estruturas musicais e a forte presença do psicodelismo nas canções marcaram bandas como “Os Mutantes” e “O Terço”.

O SOM DO VINIL
PRINCIPAL
Episódio: Simone - Pedaços (1979)
1º Horário: Segunda, 06/07, às 23h
Rebatidas: Quinta, 09/07, às 13h30; e sexta, 10/07, às 7h
Classificação: Livre
 
Sinopse: Charles Gavin se jogou de cabeça no universo feminino para traçar um panorama inédito da música brasileira sob a ótica de grandes mulheres, das mais diferentes gerações. A 13ª edição do programa O Som do Vinil apresenta entrevistas com 27 intérpretes, compositoras e musicistas. Este ano, as conversas vão além da arte, e questões de gênero, machismo e homofobia são discutindas pela primeira vez. “O meio da música ainda é muito machista e até hoje a mulher é muito associada ao ofício de cantora. Não existe na língua portuguesa o feminino da palavra ‘músico’. Eu chamo as artistas da música de musicistas, mas é uma licença poética”, diz Gavin, que reuniu uma equipe inteiramente formada por mulheres para esta temporada. A direção do programa é dele e de Gabriela Gastal.
Neste episódio: Charles Gavin resgata “Pedaços”, álbum de Simone. A cantora destaca o poder feminino para impulsionar a luta por igualdade e lamenta o interminável ciclo de violência contra a mulher.

A ARTE DO ENCONTRO
PRINCIPAL 
Convidado: Cauã Reymond
1º Horário: Segunda, 06/07, às 23h30
Rebatidas: Terça, 07/07, às 13h30; e 09/07, às 7h
Classificação: Livre

Sinopse: Após 13 episódios comandados por Tony Ramos, Bárbara Paz assume o lugar do ator no comando da quarta temporada de “A Arte do Encontro”, do Canal Brasil. Assim como seu antecessor, Barbara recebe convidados para um encontro intimista, onde há apenas os envolvidos e uma pequena mesa. Bárbara abre uma conversa em torno de histórias de vida, infância e família, entremeadas por trajetórias profissionais. Entre as entrevistas, a apresentadora faz leituras de trechos de livros relacionados à personalidade participante.

Neste episódio: “O ser humano é um animal injusto”. O ator Cauã Reymond expressa a sua angústia acerca da dificuldade do mundo em aprender com os erros do passado e revela o medo de ficar sozinho.

TRANSMISSÃO 
INÉDITO
Convidado: Nataly Neri e Jonas Maria
1º Horário: Segunda, 06/07, à 0h
Rebatidas: Quinta, 09/07, às 17h55; e segunda, 13/07, às 12h45 
Classificação: 12 anos 

Sinopse: Duas das mais revolucionárias personalidades da nova geração da cultura brasileira, Linn da Quebrada e Jup do Bairro estão de volta com episódios inéditos do talk show mais irreverente da TV, no qual questões de gênero, sexo e raça são frequentemente abordadas, mas não limitadoras da conversa. O programa reestreia no mês em que se comemora o Dia Internacional do Orgulho LGBTQI+ mundo afora. A dupla recebe na segunda temporada nomes como Dira Paes, Pedro Bial, Liniker, Criolo, Xico Sá, Matheus Nachtergaele, Rennan da Penha, Amara Moira, entre outros. 

Neste episódio: Nataly Neri e Jonas Maria falam sobre como a negritude e a transexualidade atravessaram o relacionamento de mais de sete anos e como o olhar do julgamento alheio ainda hoje faz parte do cotidiano do casal.

TERÇA-FEIRA, 07 DE JULHO 

PORNOLÂNDIA
PRINCIPAL
Episódio: A Doce Vida Das Sugar Babies
1º Horário: Terça, 07/07, à 0h15 
Rebatida: Domingo, 12/07, às 4h15
Classificação: 16 anos

Sinopse: A musa da pornochanchada Nicole Puzzi retorna à tela do Canal Brasil em entrevistas picantes, com membros do universo da pornografia e do erotismo no país. Sempre em tom irreverente, a apresentadora discute abertamente temas como fetiche, sensualidade, nudez artística e o mercado brasileiro de filmes adultos. A anfitriã está ainda mais curiosa e provocativa no quinto ano do programa, seja investigando as práticas sexuais menos comuns, revendo os velhos amigos ou conversando com figuras da indústria pornô. 

Neste episódio:  A sugar baby - mulher que oferece um relacionamento em troca de favores financeiros - Nay Geystenberger revela detalhes deste universo nada hipócrita de garotas objetivas e ambiciosas.
 
FAIXA MUSICAL - Chico Buarque na Carreira | Show
PRINCIPAL
Horário: Terça, 07/07, às 15h45
Rebatidas: Quinta, 09/07, às 11h15; e quarta, 15/07, às 9h40
Classificação: Livre
Sinopse: Chico Buarque canta seus grandes sucessos no show "Na Carreira".

A TRILHA DO ROCK NO BRASIL
PRINCIPAL
Episódio: London Calling
1º Horário: Terça, 07/07, às 17h30
Rebatida: Quarta, 08/07, às 6h30
Classificação: 12 anos

Sinopse: Existe apenas um som tipicamente brasileiro? Quando, em 1967, artistas foram às ruas para conter a invasão das guitarras elétricas, não imaginavam a grandiosidade que o rock assumiria no país. As histórias por trás desse gênero musical embalam o programa documental idealizado por Luiz Antônio Mello e dirigido por Darcy Burger.

Neste episódio: O episódio resgata o surgimento do movimento punk e o surgimento das primeiras bandas do segmento no Brasil. Os convidados contam como o movimento, que ia além da música, se expandiu.

QUARTA-FEIRA, 08 DE JULHO 

FAIXA MUSICAL - Outro Jerry Adriani
PRINCIPAL
Horário: Quarta, 08/07, às 9h35
Classificação: Livre

Sinopse: Para celebrar 50 anos nos palcos, o cantor Jerry Adriani reuniu alguns dos maiores sucessos de sua carreira e canções nunca antes por ele interpretadas.

A TRILHA DO ROCK NO BRASIL
PRINCIPAL
Episódio: Nós Vamos Invadir Sua Praia
1º Horário: Quarta, 08/07, às 17h30
Rebatida: Quinta, 09/07, às 6h30
Classificação: 12 anos

Sinopse: Existe apenas um som tipicamente brasileiro? Quando, em 1967, artistas foram às ruas para conter a invasão das guitarras elétricas, não imaginavam a grandiosidade que o rock assumiria no país. As histórias por trás desse gênero musical embalam o programa documental idealizado por Luiz Antônio Mello e dirigido por Darcy Burger.

Neste episódio: O Circo Voador e a Rádio Fluminense foram decisivos na expansão do rock no Brasil. “Os Paralamas do Sucesso”, “Ultraje a Rigor” e “Blitz” começam a se destacar no cenário musical.

OURO VELHO, MUNDO NOVO
INÉDITO e EXCLUSIVO
Episódio: O Faraó dos Trocadilhos
1º Horário: Quarta, 08/07, às 19h45
Rebatidas: Quinta, 09/07, às 18h10; domingo, 12/07, às 11h30; segunda, 13/07, às 12h30; e terça, 14/07, às 12h45
Classificação: Livre

Sinopse: A poesia popular na divisa entre Pernambuco e Paraíba é o tema da série documental dirigida por Cláudio Assis e Lírio Ferreira. A atração, nomeada a partir de duas cidades fronteiriças de ambos os estados, mostra como as rimas foram responsáveis por conduzir, ao longo dos anos, a sabedoria popular centenária da região. Ao conversar com artistas e personalidades locais, os diretores traçam um paralelo entre e a seca e as trovas, apresentam a influência do cordel nas rimas e mostram como as paisagens do sertão foram capazes de inspirar os versos dos moradores – com destaque para o depoimento do jornalista e conterrâneo Xico Sá, que atribui igual importância à produção local a escritos do russo Vladimir Maiakovski, um dos mais importantes poetas do século passado.

Neste episódio: O terceiro episódio da série caminha por São José do Egito (PE) – a terra da inspiração - e elucida a poesia que jamais se desvencilha do canto dos “faraós do repente”.

QUINTA-FEIRA, 09 DE JULHO 
 
A TRILHA DO ROCK NO BRASIL
PRINCIPAL
Episódio: Pro Dia Nascer Feliz
1º Horário: Quinta, 09/07, às 17h30
Rebatida: Sexta, 10/07, às 6h30
Classificação: 12 anos

Sinopse: Existe apenas um som tipicamente brasileiro? Quando, em 1967, artistas foram às ruas para conter a invasão das guitarras elétricas, não imaginavam a grandiosidade que o rock assumiria no país. As histórias por trás desse gênero musical embalam o programa documental idealizado por Luiz Antônio Mello e dirigido por Darcy Burger.

Neste episódio: O Rock in Rio de 1985 entrou para a história ao profissionalizar shows e festivais de música no país. “Os Paralamas do Sucesso” e “Barão Vermelho” relembram suas participações no evento.

LAMA DOS DIAS
PRINCIPAL
Episódio: La Valsa De La Revolución
1º Horário: Quinta, 09/07, às 20h
Rebatidas: Sexta, 10/07, às 18h30; e domingo, 12/07, às 11h
Classificação: 14 anos

Sinopse: A série resgata um pouco da história da capital pernambucana, no início da década de 90, para mostrar o contexto responsável pelo nascimento do manguebit. Em um momento de crise, após a redemocratização, o Recife presenciou uma verdadeira ebulição nos mais diversos campos da cultura. “Lama dos Dias” mostra os detalhes do período, a partir de dois núcleos principais: a trajetória da banda Psicopasso, um conjunto cuja sonoridade mescla a agressividade do rock com a batida do maracatu; e um grupo de amigos de uma universidade, insatisfeitos com o sistema e frequentadores da cena musical local. Com direção de Hilton Lacerda e Hélder Aragão (DJ Dolores) e um elenco formado por não-atores – complementado pela participação especial de Maeve Jinkings –, a série mostra como surgiu, da lama, uma geração consistente de artistas nacionais.

Neste episódio: Lule e Adriana são apresentadas aos membros da “Psicopasso”, banda do movimento manguebit, e o encontro promete render frutos. Farmácia vive situação delicada na rádio universitária.

O PAÍS DO CINEMA
INÉDITO e EXCLUSIVO
Episódio: Carandiru
1º Horário: Quinta, 09/07, à 0h
Rebatidas: Sábado, 11/07, às 13h; e quarta, 15/07, às 7h
Classificação: 14 anos

Sinopse: Andréia Horta comanda um mergulho na história do cinema brasileiro na quinta temporada de O País do Cinema. Na atração, a atriz recebe realizadores, diretores e intérpretes e coloca em pauta uma abordagem crítica e informativa da produção nacional recente. Para este ano, o programa dirigido por Marcello Ludwig Maia passeia por clássicos e produções mais recentes do cinema brasileiro. Os episódios entram em cartaz logo após a exibição dos filmes a que se referem e a anfitriã traz para o estúdio profissionais envolvidos com a produção, em nomes como Matheus Nachtergaele, Cleo, Mauro Lima, Carol Duarte, Gregorio Duvivier, Dira Paes e Alexandre Nero, entre outros.

Neste episódio: Luiz Carlos Vasconcelos e Caio Blat destacam a importância de Drauzio Varella, que mergulhou no universo carcerário e trouxe à luz histórias de gente que a sociedade prefere fingir que não existe.

SEXTA-FEIRA, 10 DE JULHO 

A TRILHA DO ROCK NO BRASIL
PRINCIPAL
Episódio: Longe Demais Das Capitais
1º Horário: Sexta, 10/07, às 17h30
Rebatida: Sábado, 11/07, às 6h30
Classificação: 12 anos

Sinopse: Existe apenas um som tipicamente brasileiro? Quando, em 1967, artistas foram às ruas para conter a invasão das guitarras elétricas, não imaginavam a grandiosidade que o rock assumiria no país. As histórias por trás desse gênero musical embalam o programa documental idealizado por Luiz Antônio Mello e dirigido por Darcy Burger.

Neste episódio: O surgimento do rock gaúcho intensifica o movimento musical no Sul do Brasil. De “Engenheiros do Hawaii” a “Almôndegas”, os convidados falam sobre as bandas de maior destaque na região.

RIO DE TOPLESS
PRINCIPAL
Episódio: Leila e a Liberdade do Corpo Feminino
1º Horário: Sexta, 10/07, às 18h
Rebatidas: Sábado, 11/07, às 7h; e quarta, 15/07, às 12h30
Classificação: 10 anos

Sinopse: A série de Ana Paula Nogueira passeia por diversos aspectos do movimento gerado pela prática do topless nas praias cariocas, como a liberdade de expressão e a repressão social e policial imposta pelas forças de segurança. Intercalando entrevistas com imagens de ensaios de mulheres de seios à mostra na orla do Rio de Janeiro, a produção dá luz a figuras icônicas do feminismo como Leila Diniz; o papel revolucionário de atrizes e cineastas como Helena Ignez; a influência do carnaval como festa libertária e a pressão da censura em pleno século 21. 

Neste episódio: Uma mulher à frente de seu tempo, Leila Diniz e sua natureza libertária são relembradas no episódio. Cristina Flores e Antonia Pellegrino falam sobre a libertação do corpo feminino.

LARICA TOTAL
PRINCIPAL
Episódio: Comida No Avião
1º Horário: Sexta, 10/07, às 22h
Rebatidas: Sábado, 11/07, às 13h30; domingo, 12/07, às 1h30 e às 9h40; e terça, 14/07, à 0h30 
Classificação: 10 anos

Sinopse: Está de volta ao Canal Brasil a terceira e última temporada da sátira a programas de culinária descolados exibidos por canais de televisão por assinatura. Ao contrário dos apresentadores experientes, treinados nas cozinhas de sofisticados restaurantes –, Paulo Oliveira (Paulo Tiefenthaler) é um solteirão que se vira como pode. Seu objetivo é apresentar receitas de pratos fáceis, capazes de satisfazer pessoas sem paciência, vontade, ingredientes ou equipamentos adequados no preparo de refeições.

Neste episódio: Paulo tira 48 horas de férias e decide viajar pela empresa de aviação mais barata do mercado. Para não morrer de fome no percurso, ele aprende a fazer a misteriosa barrinha de cereal caseira.

EM NOME DE DEUS
PRINCIPAL
Episódio: Os 10 Dias que Abalaram Abadiânia
1º Horário: Sexta, 10/07, às 22h30
Rebatida: Sábado, 11/07, às 13h55
Classificação: 10 anos

Sinopse: Com condução de Pedro Bial e da roteirista Camila Appel, “Em nome de Deus”, que acompanha a história do médium João de Deus desde sua infância em Itapaci, em Goiás, até sua prisão por crimes sexuais. Em seis episódios, a série mostra o trabalho realizado ao longo de 18 meses e aborda os crimes e a dualidade do curandeiro – um homem que inspira fascínio e repulsa.

Neste episódio: Mais de 300 mulheres denunciam João de Deus por crime sexual, entre elas uma pessoa da família abusada desde os 10 anos. A polícia encontra uma fortuna nas casas do médium, que vira foragido da Justiça.

SÁBADO, 11 DE JULHO 

A TRILHA DO ROCK NO BRASIL
PRINCIPAL
Episódio: Opa! Peraí, Cacetada!
1º Horário: Sábado, 11/07, às 17h30
Rebatida: Domingo, 12/07, às 6h30
Classificação: 12 anos

Sinopse: Existe apenas um som tipicamente brasileiro? Quando, em 1967, artistas foram às ruas para conter a invasão das guitarras elétricas, não imaginavam a grandiosidade que o rock assumiria no país. As histórias por trás desse gênero musical embalam o programa documental idealizado por Luiz Antônio Mello e dirigido por Darcy Burger.

Neste episódio: Uma nova geração surge no cenário do rock brasileiro. Bandas como “Charlie Brown Jr.”, “Raimundos”, “O Rappa” e “Nação Zumbi” começam a se destacar no mercado.

DOMINGO, 12 DE JULHO 

FIM DO MUNDO
PRINCIPAL
Episódio: O Mateus
1º Horário: Madrugada de sábado para domingo, 12/07, às 2h
Rebatida: Madrugada de terça para quarta, 14/07, às 1h
Classificação: 12 anos

Sinopse: Dois dos principais expoentes da cena cultural pernambucana, Hilton Lacerda e Lírio Ferreira, assinam “Fim do Mundo”, a produção é de João Vieira Jr. e Nara Aragão, da REC Produtores. Na adolescência, após adquirir uma má reputação na vizinhança onde morava, Vitória (Hermila Guedes) precisou deixar a cidade. Agora, se vê obrigada a voltar para Desterro, na tentativa de recomeçar a vida ao lado do filho Cristiano (Jesuíta Barbosa). O jovem acaba de sair da prisão e questiona a atual liberdade ao perceber que todos ao seu redor estão apegados a alguma amarra social. Ela, por sua vez, descreve a terra natal como o “fim do mundo”, onde pessoas estão fadadas à estagnação e conformadas a viver tradições com as quais não concordam.

Neste episódio: Enquanto Cristiano tenta entender a estranha relação entre Joaninha e seu tio Balbino, Izabela volta à cidade para uma visita e acaba se envolvendo com Deyvidson.

A TRILHA DO ROCK NO BRASIL
PRINCIPAL
Episódio: Um Satélite Na Cabeça
1º Horário: Domingo, 12/07, às 17h30
Rebatida: Segunda, 13/07, às 6h30
Classificação: 12 anos

Sinopse: Existe apenas um som tipicamente brasileiro? Quando, em 1967, artistas foram às ruas para conter a invasão das guitarras elétricas, não imaginavam a grandiosidade que o rock assumiria no país. As histórias por trás desse gênero musical embalam o programa documental idealizado por Luiz Antônio Mello e dirigido por Darcy Burger.

Neste episódio: Os convidados falam sobre a importância do Manguebeat – mistura de rock e música regional – na cena musical de Pernambuco. Chico Science & Nação Zumbi e Mundo Livre S/A são os destaques do movimento.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.