Home Top Ad

Criador da CUFA e Favela Holding, Celso Athayde explica projeto que visa unir microinfluenciadores de comunidades e grandes marcas: ''Referência real do dia a dia''

Share:

Divulgação RedeTV!
Com apresentação de AD Júnior e Alberto Pereira Jr., o programa Trace Trends desta semana traz uma conversa com o ativista social, Celso Athayde, fundador da Central Única das Favelas (CUFA), maior organização não governamental voltada para comunidades do Brasil, onde atuou como diretor por mais de 20 anos. Ele comenta os trabalhos realizados durante o período e fala da importância da rede de solidariedade nesse momento de pandemia.
 
“A CUFA passa a viabilizar o que é mais importante: levar alimento para a favela. Chegamos a atender quase um milhão de pessoas e 130 milhões de reais que conseguimos arregimentar. Nós focamos nas mães das favelas, todas elas são cadastradas para não ter duplicidade”, comenta ele, detalhando que todo o registro foi feito por reconhecimento facial linkado aos documentos pessoais e esse banco de dados foi compartilhado com os Ministérios Públicos dos Estados para ajudar no processo de cadastramento em benefícios do Governo.
 
Atualmente à frente da Favela Holding, conjunto de empresas focadas no desenvolvimento de comunidades e de seus moradores, Celso fala sobre o lançamento do projeto ‘Digital Favela’ que visa conectar microinfluenciadores comunitários e grandes marcas. “É a referência real do dia a dia. Conectar as marca com pessoas certas”, afirma, explicando que são perfis que fogem do influenciador convencional com milhões de seguidores, mas que de fato, influenciam e dialogam com a comunidade local. Ao todo, são mais de 13 milhões de consumidores presentes nas mais de 6 mil favelas do país, movimentando um valor superior a 119 bilhões de reais por ano.
 
O Trace Trends vai ao ar nesta terça-feira (14), às 22h30, na RedeTV!.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.