Home Top Ad

TV Brasil mostra o desenvolvimento do babuíno, sagui-imperador e pinguim, da infância à vida adulta

Share:

Divulgação TV Brasil
O episódio inédito de Animais Bebês da terça (14) analisa o papel da família na criação de pequenos babuínos, pinguins, capivaras e saguis-imperadores. A série, que vai ao ar às 20h30 na TV Brasil, visita parques e zoológicos da Austrália, do Reino Unido e dos EUA. Especialistas explicam que entes familiares como pais, tios e avós têm participação expressiva na criação dos filhotes, às vezes mais do que a própria mãe.

No Zoológico de Adelaide (Austrália), o especialista em primatas Andrew Chancey conta como se dá a relação familiar entre os babuínos. Nessa espécie de primata, o macho alfa costuma ser superprotetor e agressivo com qualquer um que não pertença à "família". Mas, ainda encontra tempo para ensinar e brincar com os filhos.

Cuidadora do zoológico de Edinburgh (Escócia), Gemma Meechan observa como os pinguins aprendem a se socializar desde muito cedo. Os grupos de "amigos" se formam de acordo com a faixa etária de cada filhote. Com três meses de idade, o pinguim já está totalmente independente dos pais.

O programa mostra ainda como as capivaras fêmeas amamentam e cuidam não só de sua prole, mas dos filhotes de outras capivaras também. Tratador de herbívoros do zoológico de Adelaide, Matt Golebiowski relata alguns dos talentos que as capivaras precisam aprender na infância, como a mobilidade na água.

De acordo com a tratadora do Como Park Zoo (Minnesota, EUA),Tami Murphy, a presença do pai é importante na criação do sagui-imperador. Muitas vezes, a mãe não sabe como proceder para cuidar do filhote, que só atinge a fase adulta quando tem seu característico bigode branco crescido na íntegra.

Encantadores filhotes do reino animal são tema da série documental Animais Bebês, que a TV Brasil exibe semanalmente às terças, às 20h30. A produção acompanha a “infância” dos animais e traz detalhes de sua evolução até a vida adulta.

Em sete episódios de 23 minutos, o seriado – produção da emissora canadense Love Nature – mostra o desenvolvimento dessas criaturas incríveis que, mesmo desajeitadas, têm energia de sobra. Os episódios vão ao ar novamente à 0h30 de terça para quarta.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.