Home Top Ad

Quarta temporada de ''Febre do Ouro: O Desafio de Parker'' estreia no Discovery

Share:

Divulgação Discovery
Parker Schnabel traz no sangue a ousadia de garimpeiros que desbravaram novos territórios: o avô dele, John Schnabel, esteve entre os precursores da exploração comercial do ouro na região de Klondike. Agora, Parker quer firmar-se como um verdadeiro representante do espírito intrépido dos Schnabel, vasculhando a Austrália em busca de ouro.

A partir desta sexta-feira, 21 de agosto, às 22h, o Discovery exibe a quarta temporada de FEBRE DO OURO: O DESAFIO DE PARKER (Gold Rush: Parker’s Trail), série que acompanha o jovem de 25 anos em mais uma empreitada, dessa vez em terras australianas, enquanto ele busca provar que possui o mesmo mérito dos que o precedem na linhagem de garimpeiros.

“Vou até o inferno se lá houver ouro”, resume Parker. Famoso por seu desempenho na mineração de Klondike – tal como ela é hoje desenvolvida, com todo o maquinário e experiência acumulada ao longo das décadas – Parker é considerado um prodígio que segue os passos do avô e busca honrar sua memória em expedições de garimpo à moda antiga.

A seu favor, o jovem tem as cifras que denotam faro aguçado: desde que se dedica à extração de ouro, já conseguiu milhões de dólares. Dessa vez, ele aproveita o inverno rigoroso de Klondike, que impossibilita as atividades do garimpo, e parte rumo à Austrália, convencido de que lá há ainda mais ouro do que no extremo norte da América. Além disso, com o clima favorável, ele tem esperanças de conseguir estruturar uma operação consistente e que funcione durante todo o ano, sem pausas.

Divulgação Discovery
O episódio de estreia da nova temporada mostra que em outro continente tudo muda e Parker terá de investir na sua capacidade de adaptação aos desafios locais. Seguindo seu instinto e algumas evidências que sinalizam rotas promissoras, Parker e sua equipe farão uma viagem de treze mil quilômetros pela Austrália, circundando o território, seguindo as margens de rios, vasculhando águas e solo. O objetivo é encontrar as maiores reservas inexploradas, projeto com potencial de transformar o trabalho de Prker em uma operação de mineração internacional.

O início da expedição, contudo, não é nada glamoroso. Parker e sua equipe percorrerão longos trechos a pé, vencendo trilhas perigosas em meio ao Outback na busca por pepitas gigantescas que sinalizem onde se esconde o ouro australiano. Obviamente, eles serão hostilizados pelos mineradores locais que, junto aos animais predadores, representam grandes ameaças aos sonhos e à vida de Parker.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.