Home Top Ad

TV Brasil exibe shows de MC Marcinho, Monarco e Joyce Moreno neste sábado

Share:

Divulgação TV Brasil
A faixa de shows da TV Brasil neste sábado (15) apresenta uma variedade de ritmos com performances de astros da música nacional a partir das 22h30. Com a nostalgia dos anos 1990, MC Marcinho abre a sequência de apresentações ao resgatar repertório que marcou o funk carioca. Em seguida, a emissora pública exibe espetáculos de Monarco, Marquinhos Diniz e Joyce Moreno.

MC Marcinho solta a voz em sucessos autorais como "Glamourosa" e "Rap do Solitário", além do clássico "Nosso Sonho", da dupla Claudinho e Buchecha, no estúdio da emissora pública. Ele ainda canta os hits "Toda forma de amor" (Lulu Santos), "Não quero dinheiro" (Tim Maia) e "Taj Mahal" (Jorge Ben Jor). A atração foi gravada no estúdio do canal, na Lapa, no Rio de Janeiro, para o programa Todas as Bossas.

Em azul e branco, às 23h30, o sambista Monarco conduz o show "Comemorar e Agradecer" em que interpreta suas composições e obras de gênios como Paulinho da Viola e Paulo César Pinheiro. Figura ilustre da Velha Guarda da Portela, o veterano emociona ao cantar "Passado de Glória", "Coração em Desalinho", "Vai Vadiar" e "Quitandeiro", além de clássicos como "Foi um rio que passou em minha vida".

Filho do bamba, o também portelense Marquinhos Diniz bebeu na fonte de Monarco. Com trajetória consolidada nesse universo artístico do gênero, ele apresenta, à 0h30, composições autorais do disco "Meu Samba". A performance no Espaço Cultural BNDES tem a participação de Paulão 7 Cordas.

A madrugada segue com música boa à 1h30. Considerada uma das principais vozes femininas da segunda geração da Bossa Nova, a cantora e compositora Joyce Moreno mostra todo o seu talento no show do álbum "Palavra e Som". Além das novas canções autorais do disco, a artista revisita seu repertório e interpreta sucessos da carreira e obras consagradas como "Águas de Março".


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.