Home Top Ad

Canal Brasil - Filmes em destaque na programação de 26 de outubro a 01 de novembro

Share:

Divulgação

Confira os filmes em destaque na programação do Canal Brasil de 26 de outubro a 01 de novembro.

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE OUTUBRO

Os Trombadinhas (1980) (95’)
[Pelé 80 Anos]
Horário: Segunda, 26/10, às 18h
Classificação: Livre
Direção: Anselmo Duarte

Sinopse: Em São Paulo, um empresário quer reabilitar as crianças de rua através de um projeto social. Depois de ser desencorajado pela própria polícia, busca a ajuda do treinador do time juvenil do Santos Futebol Clube.

TERÇA-FEIRA, 27 DE OUTUBRO

Uma Mulher Alta (2019) (137’) 
INÉDITO e EXCLUSIVO
[Estrangeiro Film Festival]
Horário: Terça, 27/10, às 22j
Classificação: 16 anos
Direção: Kantemir Balagov

Sinopse: O filme de Kantemir Balagov se passa em 1945, na cidade de Leningrado – hoje conhecida como São Petesburgo. A Segunda Guerra Mundial destruiu a cidade, demolindo seus edifícios e deixando sequelas físicas e mentais em seus moradores. Iya (Viktoria Miroshnichenko) e Masha (Vasilisa Perelygina) são duas jovens mulheres em busca de esperança e significado em meios aos destroços deixados pela guerra. 

QUARTA-FEIRA, 28 DE OUTUBRO

O Nó do Diabo (2018) (128’)
Horário: Quarta, dia 28/10, às 22h50
Classificação: 16 anos
Direção: Gabriel Martins, Ramon Porto Mota, Ian Abé e Jhésus Tribuzi

Sinopse: Idealizado inicialmente como uma série de televisão, o longa-metragem de terror “O Nó do Diabo” (2018) retrata através de cinco contos completamente distintos e, ao mesmo tempo, interligados, a história da escravidão no Brasil e seus reflexos na sociedade.

QUINTA-FEIRA, 29 DE OUTUBRO

Diamantino (2018) (93’) 
[Mostra Cinefoot]
Horário: Quinta, 29/10, às 19h
Classificação: 14 anos
Direção: Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt

Sinopse: Diamantino (Carloto Cotta) é uma estrela do futebol mundial que tem o dinheiro gerenciado pela família. Ele se tornou sinônimo de escândalos financeiros e gafes em programas de televisão, nos quais deixa transparecer sua baixíssima inteligência. De repente, perde todo o seu talento e se aposenta como um fracasso aos olhos da opinião pública. A partir disso, o ex-craque passa a procurar um novo propósito para a sua vida. Inicialmente ele resolve confrontar o neo-fascismo, em seguida se envolve com a crise dos refugiados, chegando até a questão da modificação genética.

SEXTA-FEIRA, 30 DE OUTUBRO

O Banquete (2018) (105’) 
Horário: Sexta, 30/10, às 18h25
Classificação: 14 anos
Direção: Daniela Thomas

Sinopse: A trama tem como ponto de partida a celebração da primeira década de matrimônio de Mauro (Rodrigo Bolzan), respeitado jornalista de um periódico de circulação nacional, e Bia (Mariana Lima), atriz de grande sucesso de público e crítica. O jantar, oferecido por Nora (Drica Moraes), também repórter, e Plínio (Caco Ciocler), prestigiado jurista, tem como convidados o colunista Lucky (Gustavo Machado) e a crítica teatral Maria (Fabiana Guglielmetti). À mesa, filosofam sobre o amor, a natureza humana, teoria cultural, sexo e vinhos de paladar refinado, sempre com referências eruditas, menções a personagens gregos e alusões ao olimpo da política brasileira – o roteiro resgata a carta de Otávio Frias Filho – ex-diretor de redação da Folha de S. Paulo –, no qual o personagem Mauro é livremente inspirado, ao então presidente Fernando Collor de Mello, um marco da comunicação brasileira.

SÁBADO, 31 DE OUTUBRO

O Beijo no Asfalto (2018) (102’)
Horário: Sábado, 31/10, às 22h 
Classificação: 12 anos
Direção: Murilo Benício

Sinopse: Arandir (Lázaro Ramos) presencia o atropelamento de um desconhecido em uma conturbada tarde no centro do Rio de Janeiro e tenta ajudar o rapaz. A vítima dá seus últimos suspiros depois de ter sido atingido por um ônibus e, como um desejo final, pede-lhe um beijo. Amado Ribeiro (Otavio Müller), repórter sensacionalista de um periódico local, presencia o afago derradeiro e leva a história ao corrupto delegado Cunha (Augusto Madeira). Juntos, enxergam a oportunidade de garantir uma manchete vendável para o jornal e notoriedade para o policial de baixa reputação. O ato nobre do protagonista, no entanto, ganha contornos trágicos quando as notícias o acusam de pederastia, adultério – seu casamento com Selminha (Débora Falabella) começa a ruir – e até assassinato em um cenário conservador da década de 1960 pouco antes do golpe militar.

DOMINGO, 1º DE NOVEMBRO

Qualquer Gato Vira-Lata (2014)(96’) 
ESTREIA
Horário: Domingo, 01/11, às 19h55
Classificação: 12 anos
Direção: Tomás Portella e Daniela De Carlo

Sinopse: Tati (Cléo Pires) é apaixonada por seu namorado, o mimado e riquinho Marcelo (Dudu Azevedo), fazia tudo para mantê-lo sobre controle, mas o cara era um mulherengo e eles acabaram dando um tempo. Disposta a reconquistá-lo, ela acaba se oferecendo como "cobaia" para o professor de Biologia Conrado (Malvino Salvador), que defende uma tese polêmica sobre a harmonia entre as conquistas amorosas dos humanos e as atitudes dos animais. No começo, a experiência acaba dando certo, mas na medida que os dias passam, aluna e professor começam a vivenciar um novo momento e pintou um cheiro de romance no ar. Será que vai dar certo?


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.