Home Top Ad

No Dia Internacional Contra as Mudanças Climáticas, a National Geographic estreia o documentário Ártico Ameaçado

Share:

Reprodução

As previsões científicas prevêem o desaparecimento total do gelo marinho de verão do Ártico - o sistema de resfriamento crítico do planeta - já em 2040. Ártico Ameaçado conta a história de comunidades Inuit lutando para proteger o Ártico, seu lar por séculos, que hoje está em rápido desaparecimento. Filmado ao longo de mais de quatro anos e apresentando entrevistas com líderes da comunidade Inuit, caçadores tradicionais, ativistas e jovens, Ártico Ameaçado foi exibido em festivais de cinema em todo o mundo, incluindo Movies that Matter e Mountainfilm. Dirigido por Scott Ressler e produzido executivo pelo Dr. Enric Sala, explorador residente da National Geographic e fundador do projeto Pristine Seas da National Geographic, o documentário fará sua estreia no National Geographic em 24 de outubro a partir das 22h30.

À medida que o gelo marinho entre o Canadá e a Groenlândia derrete, o mundo exterior vê oportunidades sem precedentes. Depósitos de petróleo e gás, rotas de transporte mais rápidas, turismo e pesca serão um incentivo econômico para explorar as novas águas. Mas há mais de cem mil Inuit vivendo no Ártico, no oceano congelado e ao redor dele, todo um estilo de vida está em perigo. O desenvolvimento da área ameaça o equilíbrio entre suas comunidades, suas terras e a vida selvagem, deixando o futuro da região e sua cultura em um estado de crescente incerteza. Hoje, os Inuit do Canadá e da Groenlândia estão mais uma vez se juntando à luta para proteger o que restará de suas terras ancestrais quando o gelo derreter. A questão é: o mundo vai ouvi-los?

"O derretimento do gelo marinho do Ártico tem consequências profundas em todos os níveis, do local ao global e do ecológico ao cultural", disse o produtor executivo Dr. Sala. "O que espero alcançar com Ártico Ameaçado é destacar a resiliência das comunidades inuítes que estão lutando contra a mudança climática, já que seus meios de subsistência e cultura estão ameaçados pela dramática transformação do Ártico."

SOBRE OS CINEASTAS

SCOTT RESSLER, DIRETOR

No primeiro longa-metragem de Scott Ressler, Ártico Ameaçado apresenta dois jovens inuítes que lutam para sobreviver às mudanças climáticas. Ressler conhece histórias e causas ambientais, tendo trabalhado como produtor, diretor, cinegrafista e editor da National Geographic Society por mais de uma década. Ele criou vários documentários sobre a conservação do oceano em sua capacidade de produtor de documentários para Pristine Seas, um projeto lançado em 2008 para explorar e ajudar a salvar as últimas áreas selvagens do oceano.

ENRIC SALA, PRODUCTOR EXECUTIVO

Enric Sala é um ex-professor universitário que se viu escrevendo o obituário da vida do oceano e abandonou o trabalho acadêmico para se tornar um conservacionista em tempo integral, trabalhando como explorador residente para a National Geographic. Ele fundou e dirige o Pristine Seas, um projeto que combina exploração, pesquisa e imprensa para inspirar líderes de nações a proteger a última região selvagem do oceano. Até o momento, o Pristine Seas ajudou a criar vinte e duas das maiores reservas marinhas do planeta, cobrindo uma área de 5,8 milhões de quilômetros quadrados. Ele recebeu vários elogios por seu trabalho, incluindo o Prêmio Mundial Jovem Líder do Fórum Econômico Mundial em 2008, o Explorers Club Lowell Thomas Award em 2013, o Prêmio de Herói da Environmental Media Association em 2013, o a Sociedade Geográfica Russa em 2016 e o ​​Prêmio Heinz de Políticas Públicas em 2018. Ele é membro da Royal Geographical Society. Sala é formada em biologia pela Universidade de Barcelona e doutorado em ecologia pela Universidade de Aix-Marseille, na França.

BRIAN NEWELL, EDITOR E PÓS-PRODUTOR

Brian Newell é o editor-chefe da equipe do Pristine Seas, para quem ele escreve roteiros e edita documentários e curtas para ajudar a promover a conservação dos oceanos. Além disso, editou dois documentários de longa-metragem para a National Geographic: o premiado “Into the Okavango” (2018) e o próximo documentário Ártico Ameaçado (2020). Brian recebeu um BA em Estudos de Cinema do Connecticut College em 2005 e editou programas para o History Channel, Discovery Channel, Travel Channel, PBS e outros antes de ingressar na National Geographic.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.