Home Top Ad

Três documentários de Silvio Tendler são exibidos no Curta!

Share:

Divulgação Curta!

É vasta a produção cinematográfica do diretor Silvio Tendler e três de seus filmes integram a programação do canal Curta! na mesma semana: “Os Anos JK” (1980), sobre o presidente Juscelino Kubitschek e seus feitos enquanto chefe do executivo, como a construção de Brasília; “Jango”, sobre a trajetória política de João Goulart, presidente brasileiro deposto pelo golpe militar de 1964; e, saindo da política e entrando nas artes, “Glauber O Filme, Labirintos do Brasil”, sobre a vida e morte do cineasta Glauber Rocha. Confira os horários:

“Os Anos JK - Uma Trajetória Política”” - 19/10 – às 16h

O filme conta a trajetória do presidente brasileiro Juscelino Kubitschek, da sua estreia na política até a perda dos direitos políticos em decorrência do golpe militar de 1964, passando pela construção de Brasília. Diretor: Silvio Tendler. Duração: 110 min. Classificação: 10 anos. Horário Alternativo: dia 20 de outubro, terça-feira, às 10h.

“Glauber o Filme, Labirinto do Brasil” – 21/10 – às 21h40

"Glauber o Filme, Labirinto do Brasil" é um documentário sobre a vida e a morte de Glauber Rocha, o polêmico cineasta baiano que revolucionou o cinema, promovendo uma radical revisão na cultura brasileira. Imagens do enterro, depoimentos recentes de quem acompanhou sua trajetória, seu pensamento e ideias, explodem na tela num filme tributo à memória de um artista que idealizava um cinema independente e libertário. Diretor: Silvio Tendler. Duração: 98 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 22 de outubro, quinta-feira, às 01h40 e 15h40; dia 23 de outubro, sexta-feira, às 09h40; dia 24 de outubro, sábado, às 15h10; dia 25 de outubro, domingo, 22h10.

“Jango” - 25/10 – às 18h45

O filme refaz a trajetória política de João Goulart, o 24° presidente brasileiro, que foi deposto por um golpe militar nas primeiras horas de 1º de abril de 1964. A reconstituição da trajetória de Goulart é feita através da utilização de imagens de arquivo e de entrevistas com importantes personalidades políticas como Afonso Arinos, Leonel Brizola, Celso Furtado, Frei Betto e Magalhães Pinto, entre outros. O documentário captura a efervescência da política brasileira durante a década de 1960 sob o contexto histórico da Guerra Fria. Jango narra os detalhes do golpe e se estende até os movimentos de resistência à ditadura, terminando com a morte do presidente no exílio e imagens de seu funeral, cuja divulgação foi censurada pelo regime militar. Lançado em março de 1984, o filme teve seu roteiro escrito por Maurício Dias e Sílvio Tendler, enquanto a trilha sonora foi desenvolvida por Milton Nascimento e Wagner Tiso. Diretor: Silvio Tendler. Duração: 120 min. Classificação: 12 anos.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.