Home Top Ad

Séries documentais ganham reexibição nas tardes de sexta-feira da TV Brasil

Share:

Divulgação

A TV Brasil volta a apresentar duas produções documentais estrangeiras a partir desta sexta-feira (20). O seriado Cidades Secretas vai ao ar às 17h e O País do Grande Felino ganha janela na programação vespertina da emissora pública na sequência, às 18h.  

Londres, Paris e Roma são os destinos de Cidades Secretas, série exibida em três episódios de 55 minutos. A obra desvenda mistérios sobre imponentes construções dessas metrópoles: as megaestruturas subterrâneas londrinas, a Basílica parisiense de Sacre Coeur e a Basílica de São Pedro, no coração do Vaticano.

Com recursos de computação gráfica, imagens de arquivo e reconstruções, os documentários realizados pela produtora Off the Fence revelam perspectivas até então pouco conhecidas dessas edificações. A ideia é traçar um panorama sobre obras monumentais que se destacam pela suntuosidade.

O primeiro episódio da produção vai até Londres para desvendar o verdadeiro labirinto de construções escondidas abaixo do solo. Cada etapa importante da expansão da cidade foi acompanhada por profundas mudanças subterrâneas. 

Na Londres do século XIX foi criado o primeiro sistema de esgoto mais longo do mundo. Cem anos depois, dezenas de túneis de metrô foram construídos, assim como ferrovias subterrâneas e milhares de fundações de edifícios.

Em O País do Grande Felino, a produção documental revela a convivência entre três dinastias de leões do Vale de Luangwa, na Zâmbia. Com seis episódios de uma hora, a obra original do canal canadense Love Nature acompanha os grupos de felinos que atuam para reivindicar sua terra e proteger seus filhotes.

Filmada em uma das áreas selvagens mais remotas do continente africano, na época do ano em que a estação seca transforma o pantanoso Vale de Luangwa em um deserto semi-árido, a série traz imagens espetaculares e íntimas do universo dos leões. Com uma câmera sofisticada de visão noturna, é possível observar o comportamento de caça dos animais e a intensa interação entre eles também à noite. 

Durante o primeiro episódio, o seriado documenta a chegada repentina de quatro jovens machos nômades trazendo caos e violência a uma das últimas fortalezas de leões da África. A poderosa alcateia MK tem 17 fortes integrantes, mas seus machos dominantes e idosos não conseguem se manter no poder por muito mais tempo. Ao norte, as seis leoas do grupo Hollywood são autossuficientes há três anos, mas, sem machos para acasalar, o bando corre o risco de morrer. 

A chegada repentina dos nômades parece a resposta para as preces dos hollywoodianos. Mas os machos invasores têm projetos sinistros para o território. No final da semana, os cinegrafistas Sam Davies e Nathan Pilcher fazem uma descoberta surpreendente, com implicações dramáticas para os MKs.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.