Home Top Ad

O Hora do Faro segue na segunda posição absoluta em São Paulo pela oitava semana consecutiva e conquista vantagem de mais de dois pontos

Share:

Divulgação Edu Moraes/ Record TV

O Hora do Faro do último domingo, 13/12, garantiu novamente a vice-liderança absoluta nas audiências de São Paulo e no Rio de Janeiro.

Durante sua exibição completa, das 15h14 às 19h46, o programa cravou, em São Paulo, média de 9,4 pontos, pico de 12 pontos e share de 17%, ficando mais de dois pontos à frente da emissora em terceiro, que marcou 6,9 pontos de média.

No confronto direto com o programa de auditório da concorrente na terceira posição,  na faixa das 15h16 às 19h20, o Hora do Faro também consolidou a segunda posição absoluta com o mesmo placar: 9,4 x 6,9.

No Rio de Janeiro, em seu horário completo, registrou 7,8 pontos de média, 10 pontos de pico e 14%, assegurando o segundo lugar absoluto. O programa em terceiro marcou média de 6,5 pontos no período.

Durante a exibição de “A Fazenda – Última Chance”, a atração manteve a vice-liderança isolada: na praça paulistana, a vantagem sobre a emissora em terceiro foi ainda mais larga, de quase quatro pontos: 9,8 x 6,2. No ar das 15h39 às 18h11, o quadro, que recebeu o sertanejo Mariano, 13º eliminado de A Fazenda 12, também assegurou share de 18%.

No Rio, o quadro também conservou a segunda colocação absoluta com mais de dois pontos de vantagem, marcando 8,2 pontos de média, 10 pontos de pico e 14%, versus os 5,9 pontos da emissora em terceiro.

Na faixa das 18h11 às 19h46, quando levou ao ar a segunda semifinal da competição Canta Comigo Teen, o Hora do Faro registrou 9,5 pontos de média, com pico de 12 pontos e share de 16%. A emissora em terceiro marcou 7,8 pontos. Já no RJ, a atração alcançou 7,6 pontos de média, 10 pontos de pico e share de 13%, enquanto a concorrente ficou com média de 7,2.

 Hora do Faro tem direção artística de Cesar Barreto e direção de Rita Fonseca e Diego Oliveira.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.