Home Top Ad

Repórter Record Investigação traz relatos e informações inéditas sobre menino acorrentado em barril

Share:

Divulgação

A terrível história por trás do caso do menino de 11 anos encontrado acorrentado em um tambor, dentro de casa, em Campinas, no interior de São Paulo, é o tema do Repórter Record Investigação desta quinta-feira, dia 18/02. O programa traz informações inéditas sobre o crime e revela por que os acusados maltratavam a criança.

O Ministério Público de São Paulo denunciou por tortura o pai Carlos Eduardo, a madrasta Luciana e a filha dela, Stefani, após o garoto ser encontrado pela polícia, em 31 de janeiro deste ano. O casal sempre foi reconhecido no bairro em que viviam pela caridade. Ela, principalmente, ajudava os mais pobres e protegia os animais. Mas a realidade dentro de casa era outra, bem diferente.

Os repórteres têm acesso exclusivo a fotos e vídeos que revelam detalhes da vida em família. E entrevistam vizinhos, pessoas muito próximas e parentes do casal. Os relatos de violência contra o menino são estarrecedores. "Ela gritava muito. Batia nele. Havia muita briga, palavrão", descreve um familiar que não quer se identificar, porque tem receio de sofrer represália. "Era tortura. Ele era torturado. Era uma tortura só", relata outra testemunha. 

O menino pouco foi visto na vizinhança nos últimos anos. Não ia para a escola, não jogava bola com os outros garotos da rua. "Eu não sabia que existia essa criança no local. Não era criança de convívio na rua, não saía, não brincava, a gente não tinha conhecimento dele", conta Ivanei. Foi ele quem fez o vídeo e mandou para polícia. Graças a ele, a criança foi libertada pela polícia. 

Pela primeira vez, os tios paternos assistem ao momento do salvamento do garoto. Eles ficaram impactados e comovidos com o que viram. "Se eu imaginasse que meu sobrinho estivesse nessa situação, você acha que eu ia ficar de mãos abanando? Eu iria tomar uma atitude, porque ele estava naquelas condições", diz a tia Cristina. 

E mais: o programa fala do futuro do garoto.

A reportagem é de Heleine Heringer, Raphael Mendonça, Aldrich Kanashiro e Aline Bértoli.

O Repórter Record Investigação vai ao ar nesta quinta-feira, às 22h45. A apresentação é de Adriana Araújo. 


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.