''Moda Sem Medida" discute a representatividade dos corpos gordos na sociedade e na moda

Divulgação

A falta de representatividade dos corpos gordos nas coleções e publicidade de empresas de moda, a idealização de determinados biótipos como perfeitos, e as manifestações sociais da gordofobia e suas implicações na autoestima da pessoa gorda são alguns dos tópicos abordados no documentário ''Moda Sem Medida'', que estreia dia 6 de abril no FashionTV.

Protagonizado pelas influenciadoras digitais Ju Romano, Maristela Abreu e Thaís Carla, a produção busca quebrar tabus e discutir temas fundamentais da realidade da pessoa gorda, como a manutenção da autoestima, body shaming, relacionamentos afetivos e, claro, os desafios em se vestir como quiser!

A indústria da moda, que sempre promoveu corpos magros como sinônimos de beleza e saúde, está cada vez mais ciente da importância em representar e produzir para a pluralidade de corpos existentes. Apesar desta tomada de consciência por alguns players da indústria, a falta de opções nas coleções, a baixa representatividade nos desfiles e comerciais, e a persistência do estigma da magreza como parâmetro de beleza são ainda muito presentes. É em termos bem difundidos entre os fashionistas, e também pela sociedade em geral, como “corpo de verão”, que se percebe o enraizamento da gordofobia e a reticência em debater suas origens, implicações e potencial coercitivo.

Nesse longa, mulheres reais e empoderadas nos propõe refletirmos sobre as censuras subliminares impostas aos corpos gordos e a importância de superarmos as falsas equivalências que lhes são impostas. Afinal, um corpo bonito e saudável é um corpo livre!
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem