Projeto Humanos, podcast de Ivan Mizanzuk, entra para o portfólio do Globoplay

Reprodução

Pioneiro no segmento, o podcast 'Projeto Humanos', idealizado e apresentado por Ivan Mizanzuk - professor universitário, Doutor em Tecnologia, podcaster e escritor - passa a integrar o catálogo do Globoplay. Com quatro temporadas, o programa explora o formato de storytelling, muito popular nos EUA, com linhas narrativas imersivas nas quais os ouvintes criam relações mais viscerais com as histórias. “Todas as histórias que eu já produzi sempre foram motivadas por um desejo de aprendizado em algum assunto que eu não dominava. Esse desejo de aprender é algo que tento passar para o meu público, e a gente participa junto do processo", explica Ivan. 

O podcast criado em 2015 cresceu no segmento e se tornou um verdadeiro sucesso a cada nova série de lançamentos. 'As Filhas da Guerra', primeira temporada, foi dedicada a narrar a história de Lili Jaffe, judia iugoslava sobrevivente do Holocausto. No mesmo ano, também foi ao ar uma série de programas especiais, como uma espécie de off-season: 'A Verdade Nua e Crua', contando a história de uma mulher que teve fotos íntimas vazadas na internet; e a série 'Crônicas', com narrativas em primeira pessoa. 

A segunda temporada, intitulada 'O Coração do Mundo', buscou montar um mosaico de histórias que expunham experiências individuais de brasileiros e refugiados que se envolveram com os recentes conflitos no Oriente Médio. Através delas, os ouvintes podem ter uma melhor compreensão sobre a geopolítica naquela parte do mundo, partindo desde o 11 de Setembro até a Guerra da Síria. A temporada 'O Que Faz um Herói?' conta seis histórias isoladas em relatos que exploram momentos de heroísmo realizados por pessoas comuns. “Sempre quis conversar com algum sobrevivente do Holocausto, então fiz a primeira temporada sobre a história de Lili Jaffe. Depois me interessei pela crise de refugiados vindos de Síria e Iraque, conflitos do Oriente Médio, ataques do Estado Islâmico, e fiz então a segunda temporada”, conta Ivan. 

O pacote seguinte e mais recente, um grande sucesso do podcast, conta a história do 'Caso Evandro', um dos casos criminais mais chocantes da história do estado do Paraná e do Brasil. O sequestro e assassinato de um menino de seis anos se transformou na única sequência do programa dedicada a um caso criminal brasileiro, fruto de anos de pesquisa de Ivan Mizanzuk, que ganhou ainda mais força durante sua produção, recebendo fitas inéditas sobre a investigação. Os desdobramentos do crime renderam 36 episódios eletrizantes que passearam pelos mistérios da pequena cidade paranaense de Guaratuba com acusações envolvendo rituais de magia e políticos rivais. “'O Caso Evandro' veio do meu desejo de lidar com um caso criminal, testar suas possibilidades narrativas. É o tipo de conteúdo que chamamos de 'infotenimento': o público se informa ao mesmo tempo que entretém", completa.

Na próxima temporada, o podcast parte para investigação do 'Caso dos Meninos Emasculados em Altamira', uma série de crimes ocorridos no município de Altamira, no interior do Pará, que teve como vítimas meninos de 8 a 14 anos que foram sequestrados, mutilados e mortos. Ela fica disponível em breve no Globoplay e em todas as plataformas de streaming de áudio, junto com as demais temporadas.  

O ‘Projeto Humanos’ está entre as novidades do portfólio de podcasts Globoplay previstas para chegar à plataforma em 2021, como parte da expansão dos investimentos da Globo em conteúdo de áudio, em sintonia com o crescente interesse dos brasileiros pelo formato. Serão mais de 10 projetos originais e inéditos sobre temas variados reunidos na plataforma como ‘Atenção, passageiros’, de Lito Sousa, ‘Astrológicas’, de Titi Vidal e Isabel Mueller e ‘Mamilos’ e ‘Braincast’, da produtora B9.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem