Artista piauiense é tema do documentário ''Torquato, Imagem da Incompletude'' do Canal Curta!

Divulgação Curta!

Poeta, jornalista, letrista, Torquato Neto entrou para a história da cultura brasileira por sua originalidade e transgressão. O artista piauiense é tema do documentário ''Torquato, Imagem da Incompletude'', dirigido por Danilo e Guga Carvalho, que acaba de chegar ao Curta!. Sempre atuando na vanguarda, Torquato esteve diretamente ligado a movimentos artísticos com este perfil, como a Tropicália, o cinema marginal e a poesia concreta.

O filme mescla um vasto material de arquivo, ora exibido ao público, ora exibido aos entrevistados que, diante das imagens e da passagem do tempo entre elas, relembram Torquato e analisam a sua trajetória. A potência criativa, a generosidade e o afã por produzir uma arte nova e libertária, formalmente e esteticamente, marcam essas lembranças, além do contexto de forte repressão por parte do regime militar da época.

“O Torquato atrai para si todas as experiências que estavam se vivendo naquele momento, tanto na música, tanto no cinema, tanto nas artes plásticas e no teatro (...) Ele é a pessoa central disso”, conta o artista plástico Antonio Manuel, um dos depoentes. Além dele, outros grandes nomes das artes brasileiras colaboram para o documentário, como Hernani Heffner, cineasta e diretor de conservação da cinemateca do MAM; a também cineasta Paula Gaitán; o artista plástico Carlos Vergara; e Tadeu Jungle, artista multimídia.

O filme propõe uma reflexão sobre vida, obra e pensamento de Torquato Neto, destacando sua produção vigorosa que se encerrou precocemente com seu suicídio, aos 28 anos, em 1972. Entre as obras relembradas estão a revista “Navilouca”, o filme “Terror da Vermelha” e sua atuação na coluna jornalística “Geleia Geral”, que ajudou a disseminar a arte de vanguarda brasileira da época.

“Torquato, Imagem da Incompletude” é uma produção da B&T Audiovisual e da Magno & Magno, viabilizada com exclusividade pelo canal Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual. A estreia é na Quarta do Cinema, 7 de abril, às 22h25.

A 'Odisseia', de Homero, é a nova temporada da
série ‘Grandes Mitos’

Após o sucesso de “Grandes Mitos Gregos” e “Grandes Mitos: A Ilíada”, o Curta! retorna à antiguidade clássica com a série “Grandes Mitos: A Odisseia”, novidade na programação do canal. A série é uma produção da ARTE France, dirigida por François Busnel. São dez episódios que destrincham a “Odisseia”, poema épico cuja autoria é atribuída a Homero. A obra sucede a “Ilíada”, cuja autoria também é creditada ao poeta grego.

O poema retrata a trajetória de Ulisses — também chamado de Odisseu — de volta para casa, dez anos após consagrar-se como herói na guerra de Troia. O caminho, no entanto, é repleto de desventuras, monstros mitológicos, feiticeiras e sereias. Passados 20 anos desde sua ida à guerra, ele finalmente chega à sua terra Natal, Ítaca, e tem como desafio a retomada do que antes era seu, inclusive o amor de sua esposa, Penélope. A estreia é na Terça das Artes, 6 de abril, às 19h30.

Segunda da Música (MPB, Jazz, Soul, R&B) – 05/04

23h – ''Salve o Prazer'' (Documentário)

“Salve o prazer” é um telefilme documental, dirigido por Lírio Ferreira e Natara Ney e realizado pela Luni Produções. Um mergulho na vida e obra do fotógrafo, cenógrafo e artista plástico Carlos Filho, conhecido como Cafi. Pernambucano radicado no Rio de Janeiro, ele participou da vida cultural brasileira durante quatro décadas, desde os anos 1960 até sua morte no réveillon de 2019. Entre os seus trabalhos, estão muitas capas históricas de discos de grandes nomes da música brasileira. Foram quase 300 no total, começando com o icônico “Clube da Esquina”. O próprio Cafi conduz a narrativa do filme, relembrando histórias, encontrando velhos parceiros e revelando novos olhares. Diretores: Lírio Ferreira e Natara Nery Duração: 52 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos:  06 de abril, terça-feira, às 03h e 17h; 07 de abril, quarta-feira, às 11h; 10 de abril, sábado, às 14h30 e 11 de abril, domingo, às 21h40.

Terça das Artes (Visuais, Cênicas, Arquitetura e Design) - 06/04

19h30 – ''Grandes Mitos: A Odisseia'' (Série)

Dez anos após o saque de Troia pelo exército grego, Zeus está sozinho no Olimpo. Sua filha Atena é a única que permanece ao seu lado. Ela tenta convencer seu pai a ajudar Odisseu, o último lutador grego que ainda não voltou para casa em Ítaca. Lá, sua esposa Penélope está sob pressão de seus pretendentes, que sonham em assumir o trono de Odisseu. Ajudado pela deusa Atena, seu filho Telêmaco decide ir para Esparta — a casa do rei Menelau. Ao voltar de Troia há vários anos, ele conta a Telêmaco sobre a morte de seu irmão, o rei Agamenon. Mas, acima de tudo, ele conta o que aprendeu na volta: Odisseu ainda está vivo. Telêmaco recupera a esperança.  Direção: François Busnel. Classificação: Livre. Horários alternativos: 07 de abril, quarta-feira, às 05h30 e às 13h30; 08 de abril, quinta-feira, às 07h30; 10 de abril, sábado, às 17h; 11 de abril, às 08h; 12 de abril, segunda-feira, às 0h.

23h – ''Grupo Corpo — Repertório'' (Série) – Episódio: ''Lecuona''

Em 2004, o Grupo Corpo rende-se à genialidade do maior ícone da música cubana, o pianista Ernesto Lecuona, e decide abrir uma exceção à regra estabelecida em 1992, de só trabalhar com trilhas exclusivas, para colocar em cena o balé que leva o seu nome: “Lecuona”. Os casais se sucedem decantando paixões, segundo roteiros que vêm tanto do romantismo mais desbragado quanto do realismo sem máscara de cada um de nós. O figurino remete a um grande salão de bailes à moda antiga; mas o que é antigo aqui vira a imagem teatral do que há de mais permanente na vida amorosa e erótica. Direção: Janaína de Moreira do Patrocínio. Classificação: Livre. Horários alternativos: 07 de abril, quarta-feira, às 03h e às 17h; 08 de abril, quinta-feira, às 11h.

Quarta de Cinema (Filmes e Documentários de Metacinema) – 07/04

22h25 – ''Torquato, Imagem da Incompletude'' (Documentário)
 
“Imagem da Incompletude” é uma reflexão sobre as obras e o pensamento dos últimos anos da produção de Torquato Neto, como a revista “Navilouca”, o filme “Terror da Vermelha”, a coluna “Geleia Geral” e a polêmica ‘Cinema Novo X Marginal’, entre outras passagens importantes. Diretor: Danilo Carvalho e Guga Carvalho. Duração: 70 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 08 de março, quinta-feira, às 2h25 e 16h25; 09 de abril, sexta-feira, às 10h25; 10 de abril, sábado, às 15h35; 11 de abril, domingo, às 22h40. 

Quinta do Pensamento (Literatura, Filosofia, Psicologia, Antropologia) – 08/04

22h30 – ''Nunca Me Sonharam'' (Documentário)

Os desafios do presente, as expectativas para o futuro e os sonhos de quem vive a realidade do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil. Na voz de estudantes, gestores, professores e especialistas, “Nunca me sonharam” reflete sobre o valor da educação.  Direção: Cacau Rhoden. Duração: 85 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 09 de abril, sexta-feira, às 02h30 e às 16h30; 11 de abril, domingo, às 16h10; 12 de abril, segunda-feira, às 10h30.

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) – 09/04

22h15 – ''Espero Tua (Re)Volta'' (Documentário)

Um retrato do movimento estudantil que ganhou força a partir do ano de 2015, ocupando escolas estaduais por todo o Brasil. Acompanhando três jovens do movimento e com imagens de arquivo de manifestações desde 2013, o documentário tenta compreender as ocupações e as suas principais pautas a partir do ponto de vista dos estudantes envolvidos. Diretora: Eliza Capai. Duração: 90 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 10 de abril, sábado, às 02h15 e às 12h45; 11 de abril, domingo, às 20h; 12 de abril, segunda-feira, 16h15; 13 de abril, terça-feira, às 10h15.

Sábado –10/04

19h10 – ''As Canções da Minha Vida'' (Série) – Episódio: ''Geraldo Azevedo''

Geraldo Azevedo começa o episódio cantando "ABC do Sertão". Ele conta sobre sua relação com a música, com a composição e com o público. Diretor: Bruno Levinson. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 11 de abril, domingo, às 10h10.

Domingo – 11/04

13h – ''Daquele Instante em Diante'' (Documentário)

O cantor e compositor Itamar Assumpção é tema deste documentário, que percorre sua trajetória musical desde os anos da vanguarda paulista, na década de 1980, até sua morte, aos 53 anos. Com depoimentos daqueles que conviveram com o artista, o filme reúne uma seleção de imagens raras garimpadas em acervos e arquivos particulares que mostram sua presença antológica nos palcos, além dos momentos de intimidade entre amigos e familiares. Diretor: Rogério Velloso. Duração: 110 min. Classificação: 12 anos. 
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem