De volta ao Curta!: 'Os Ímpares' reúne Emicida, Pretinho da Serrinha, Teresa Cristina, Criolo, entre outros artistas

Divulgação Curta!

A série ''Os Ímpares'', que relembra canções de álbuns raros de artistas de diferentes gêneros da música brasileira, está de volta à programação do Curta! durantes os meses de maio, junho e no início de julho de 2021. Ao longo de 10 episódios, discos de alguns dos principais cantores das décadas de 1960 e 1970, que foram desencorajados pela indústria fonográfica da época, ganham releituras inéditas e exclusivas por grandes nomes contemporâneos da cena musical.

Criolo, a banda Nação Zumbi, BNegão e Teresa Cristina são alguns dos que reinterpretam artistas como Jards Macalé, Marku Ribas, Walter Franco e Ronnie Von. A cada programa, o processo de criação e o resultado dos encontros musicais realizados no estúdio Maravilha 8, no Rio de Janeiro. No primeiro episódio, Emicida e Pretinho da Serrinha endossam, cada um em seu estilo, os ingredientes da identidade brasileira das músicas "Kilariô" e "A vida em seus métodos diz calma”, respectivamente, do primeiro disco do cantor e compositor Di Melo, gravado em 1975.

Com direção de Henrique Alqualo e Isis Mello, com direção musical de Berna Ceppas, produção musical de Felipe Pinaud e realização da Lunar Multimídia e da Moa Filmes, a série “Os Ímpares” foi viabilizada pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual. Os episódios vão ao ar na Segunda da Música, às 21h, e em horários alternativos ao longo do restante da semana.

Confira a sinopse dos episódios de maio:

Segunda da Música – 03/05

21h – ''Os Ímpares: Di Melo - Emicida e Pretinho''

Emicida cria sua versão para a música "Kilariô", faixa do disco epônimo de Di Melo, lançado em 1975. Já Pretinho da Serrinha transforma em samba "A vida em seus métodos diz calma", com a participação do próprio Di Melo. Ele conta as histórias do disco para Emicida e Pretinho Diretores: Henrique Alqualo e Isis Mello Diretor: Henrique Alqualo e Isis Mello Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 04 de maio, terça-feira, às 01h e às 15h; 05 de maio, quarta-feira, às 9h; 09 de maio, domingo, às 13h45.

Segunda da Música – 10/05

21h - ''Os Ímpares: Jards - Criolo e Nação''

A banda Nação Zumbi é convidada do programa para reler a canção "Revendo Amigos", do álbum de 1972 de Jards Macalé. Criolo também participa do episódio com sua releitura de "78 Rotações". Jards vai ao estúdio, acompanha a gravação de Criolo e conta um pouco da história do disco. Diretor: Henrique Alqualo e Isis Mello Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 11 de maio, terça-feira, às 01h e às 15h; 12 de maio, quarta-feira, às 9h; 16 de maio, domingo, às 12h40.

Segunda da Música – 17/05

21h - ''Os Ímpares: Alice Caymmi e Anelis''

A filha de Itamar Assumpção, Anelis Assumpção, foi a artista escolhida para fazer sua versão de "Fico Louco", do álbum "Beleléu Leléu Eu". Alice Caymmi também é convidada do programa e faz sua versão de Nega Música. Paulo Barnabé e Suzana Salles contam detalhes da personalidade do artista e da gravação do disco. Diretor: Henrique Alqualo e Isis Mello Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 18 de maio, terça-feira, às 01h e às 15h; 19 de maio, quarta-feira, às 9h.

Segunda da Música – 24/05

21h – ''Os Ímpares: Ronnie Von - Opala e Dônica''

Neste episódio, o álbum escolhido foi "A misteriosa luta do reino de para sempre contra o império de nunca mais", um dos álbuns da fase psicodélica do artista Ronnie Von. As releituras ficaram a cargo das bandas Opala, que regravou Rose Ann, e da banda Dônica, que fez uma versão de "Pare de sonhar com estrelas distantes". Ronnie Von conta suas lembranças da época e o compositor Luiz Vagner visita o estúdio durante a gravação do Dônica. Diretor: Henrique Alqualo e Isis Mello Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 25 de maio, terça-feira, às 15h; 26 de maio, quarta-feira, às 9h.

Segunda da Música – 31/05

21h – ''Os Ímpares: Pedro Santos - Baiana System e Domênico Lancellotti''

Neste episódio, a banda Baiana System faz a releitura da música "Desengano da Visita" do álbum "Krishnanda", de Pedro Santos. Domenico Lancellotti também é convidado e faz sua versão para "Ritual Negro". Sebastião Tapajós, que tocou no disco, relembra o amigo Pedro e o processo de composição e gravação do álbum. Diretor: Henrique Alqualo e Isis Mello Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 01 de junho, terça-feira, às 01h e às 15h; 02 de junho, quarta-feira, às 9h.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem