Ingrid Guimarães, Duda Beat e a autora húngara do livro ''A Bailarina de Auschwitz”, Dra. Edith Eva Eger, estão no 'Conversa com Bial'

Divulgação

As conversas de Pedro Bial desta semana trazem uma mistura de relatos históricos, humor, maternidade, perdão e música. O apresentador percorre estas temáticas junto a três convidadas que, individualmente e cada uma em seu universo, se revelam e se expressam durante as entrevistas que estão por vir. A psicóloga e escritora Dra. Edith Eva Eger, especializada em traumas, abre a semana de bate-papos da atração. Nesta segunda-feira, dia 24, a convidada fala a respeito se deu livro “A Bailarina de Auschwitz”, no qual relata como sobreviveu ao Holocausto e como transformou o ódio em esperança e superação. Nos próximos dias, Pedro Bial entrevista a atriz e humorista Ingrid Guimarães, além da cantora Duda Beat. 
  
A psicóloga Edith Eva Eger é mais uma convidada internacional de Pedro Bial. No programa desta segunda-feira, dia 24, a entrevistada narra algumas lembranças pessoais de um dos episódios mais assombrosos da história do século XX, os crimes praticados nos campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. Na atração, Edith explica o processo de traduzir em palavras as experiências vividas naqueles anos, o que resultou no livro de memórias “A Bailarina de Auschwitz”. Otimista, Edith também faz um paralelo de sua história com o atual momento da pandemia. “Acho que é muito importante reconhecer que a vida é só um dia. O sol da manhã vai embora, mas é importante acordar, olhar no espelho e dizer ‘Eu me amo’. Não é narcisismo. É claro que faço isso, mas depois me pergunto como viver aquele dia como se só ele existisse. E eu acho que a questão da Covid-19 é um período de pausa para reagrupar e redefinir. Não é para ceder nem desistir, porque é mais fácil morrer do que viver”.  
  
Na terça-feira, dia 25, é a vez de Ingrid Guimarães participar do ‘Conversa com Bial’, em um papo envolvendo maternidade, pandemia, o desafio de fazer humor em meio ao caos, além do seu novo projeto profissional, a série ‘Modo Mãe’ da GNT, idealizada e apresentada pela atriz. Durante a conversa, Ingrid também fala com carinho de Paulo Gustavo e do seu legado: “Nada inspira mais do que a própria arte. Muitos novos humoristas agora estão viciados em Dona Hermínia, e podem vir a ser comediantes geniais”. Da entrevista, também participa dona Sônia, a mãe de Ingrid. 
  
Já na quarta-feira, dia 26, Duda Beat conta detalhes de seu novo disco, as inspirações e emoções vividas durante o processo criativo da obra, além das diferenças deste com o seu primeiro álbum.  

Com direção artística de Mônica Almeida, o 'Conversa com Bial' vai a ao ar de segunda a sexta-feira, após o 'Jornal da Globo'.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem