Claudia Alencar fala do preconceito do pai com a carreira de atriz: ''Me deu dois tapas na cara''

Divulgação RedeTV!

Completando 45 anos de carreira na televisão, a atriz Claudia Alencar recorda a reação do pai ao saber do desejo da filha, ainda na juventude, de ser artista. ''Me deu dois tapas na cara e disse que eu não era prostituta, que tinha que fazer Ciências Sociais, porque ele era sociólogo. Comecei a ficar com medo de ser atriz'', declara em entrevista à apresentadora Daniela Albuquerque, no ar nesta quinta-feira (24), às 22h30, na RedeTV!.

''Ele era muito destemperado, sofremos muita violência doméstica. Batia em mim, no meu irmão, na minha mãe'', expõe Claudia, que perseverou até estrear na novela ‘Canção para Isabel’,  em 1976, somando hoje mais de 30 trabalhos na teledramaturgia.

Símbolo sexual da época, Claudia Alencar foi capa de uma revista masculina em 1987. “Eu bebi um tanto de vodka. É muito difícil posar nua e eu também não sou uma Anitta”, afirma, elogiando a desenvoltura da cantora carioca.

Apresentado por Daniela Albuquerque, a entrevista completa irá ao ar no ‘Sensacional’ de hoje, às 22h30, na RedeTV!.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem