Curta!On e Tamanduá TV celebram Dia do Cinema Brasileiro

Reprodução

Em 19 de junho, comemora-se o Dia do Cinema Brasileiro. A data vem de 1898, quando o ítalo-brasileiro Afonso Segreto registrou as primeiras imagens em movimento no Brasil, referentes à chegada de um navio, do qual estava a bordo, na Baía de Guanabara. De lá para cá, o cinema nacional passou por muitas transformações e surgiram centenas de cineastas admiráveis.

A partir do próprio dia 19, sábado, o streaming Tamanduá TV disponibiliza gratuitamente o seu acervo de filmes sobre os bastidores do cinema nacional. As produções estarão com o sinal aberto por uma semana. São 158 títulos documentais, sendo 107 episódios de sete séries e 51 longas documentais sobre o trabalho dos grandes fotógrafos do cinema; conversas com diretores abordando as grandes cenas que se imortalizaram de seus filmes; a filmografia dos maiores diretores do cinema de ficção; o processo de criação de documentaristas; o trabalho dos críticos e muito mais.

Também sob curadoria do Grupo Curta!, o clube de documentários Curta!On se junta a essa iniciativa e oferece uma verdadeira aula de cinema com 82 títulos, sendo 67 episódios de séries e 15 longas. São filmes que se debruçam sobre a carreira de nomes como Glauber Rocha, Eduardo Coutinho, Mário Carneiro e Luiz Sergio Person, entre outros. As séries, por sua vez, abordam a fotografia no cinema nacional, o trabalho dos críticos e as técnicas dos documentaristas para retratar a realidade. O Curta!On está disponível no NOW, de NET/Claro, e em CurtaOn.com.br por um preço promocional de R$9,95 nos dois primeiros meses.

Entre os filmes disponibilizados na plataforma Curta!On e no Tamanduá TV estão também produções sobre diretores como Glauber Rocha, Mario Peixoto, Hugo Carvana e Eduardo Coutinho, além de filmes sobre o Cinema Novo e outros momentos decisivos da cinematografia brasileira, como a época em que era preciso driblar a censura da ditadura militar da época.

Confira algumas sinopses no Tamandua TV e no Curta!On:

''Luz & Sombra – Fotógrafos do Cinema Brasileiro'' (Série) - Grandes nomes da fotografia e do cinema brasileiros ganham a cena e saem de trás das lentes em “Luz e Sombra – Fotógrafos do Cinema Brasileiro”, série que tem direção de Betse de Paula e Jacques Cheuiche. São 16 episódios dedicados a 16 profissionais, entre eles Walter Carvalho, Luiz Carlos Barreto e Katia Coelho. Direção: Betse de Paula e Jacques Cheuiche.Classificação: Livre. 

''Grandes Cenas'' (Série) - Uma grande cena é aquela que não se define apenas na relação com as demais. Uma grande cena é aquela que contém em si um filme à parte, um universo à parte, capaz de alterar nossa sensibilidade e perdurar na nossa memória. Com o objetivo de resgatar o apreço por essa unidade fundamental que é a cena, a série Grandes Cenas busca analisar cenas memoráveis do cinema brasileiro. Direção: Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno. Classificação: Livre. 

''Nós, Documentaristas'' (Série) - A série Nós, documentaristas mergulha no universo do documentário brasileiro a partir de depoimentos dos principais cineastas do país que se propõem a filmar a "realidade". A proposta é que, a partir do olhar de cada um deles, o público seja capaz de refletir sobre a realidade contemporânea brasileira. Os programas investigam o processo de criação e realização dos filmes documentais, além da vida e obra de diversos profissionais, desde experientes diretores como João Moreira Salles, Vladimir Carvalho e Lúcia Murat; até documentaristas de uma nova geração como Petra Costa, Emílio Domingos e Cristiano Burlan. A série de 13 episódios é dirigida por Susanna Lira, documentarista que também ganha espaço em um episódio só seu. Diretora: Susanna Lira. Classificação: Livre Classificação: Livre. 

''O Método'' (Série) - A relação do documentarista Carlos Nader com o mestre Eduardo Coutinho é o ponto de partida para esta série que aborda as características do documentário. Carlos Nader não se limita a explicar a sua obra e seu método de trabalho, mas discute as diversas possibilidades narrativas através das obras de terceiros. Não se trata de discutir as fronteiras do documentário, mas conceder a ele justamente o espaço limítrofe entre a realidade e a ficção, de colocar o gênero numa zona de risco, onde as questões não estão definidas, mas onde é possível ter uma experiência mais enriquecedora. Direção: Liliana Sulzbach. Classificação: Livre. 

''Palavra Crítica'' (Série) - A série documental “Palavra Crítica” apresenta a trajetória e o pensamento de 12 críticos de cinema. Cada episódio apresenta a trajetória de um crítico, revelando desde as primeiras memórias relacionadas ao cinema, passando pelos caminhos que levaram à profissão, até chegar ao debate sobre a análise fílmica e à relação da crítica com o mercado audiovisual. Diretor: Tiago Leitão. Classificação: Livre. 

''Glauber O Filme, Labirinto do Brasil'' (Documentário) – Dirigido por Silvio Tendler, o documentário fala  sobre a vida e a morte de Glauber Rocha, o polêmico cineasta baiano que revolucionou o cinema, promovendo uma radical revisão na cultura brasileira. Imagens de seu enterro, junto a depoimentos recentes de quem acompanhou sua trajetória, explodem na tela num filme que também é tributo à memória de um artista que idealizava um cinema independente e libertário. Diretor: Silvio Tendler.  Classificação: 12 anos. 

''Éramos Todos Loucos'' (Documentário) - Os realizadores da comédia “Vai trabalhar, vagabundo”, de 1973, reveem e comentam, 40 anos depois, o filme-manifesto mais debochado dentre vários que aquela geração produziu contra a falsa moral e bons costumes do autoritarismo vigente. “Vai trabalhar, vagabundo” criou para os censores da época uma dificuldade ao se verem diante de uma expressão da alma carioca, encarnada no genial personagem Secundino Meireles, o Dino, eternizado na interpretação de Hugo Carvana. O ator, formado na chanchada, dirigiu um filme emblemático, que representou o renascimento da comédia carioca, como seus amigos contam nos depoimentos gravados para este documentário, realizado pelos filhos de Carvana. Diretor: Pedro Carvana e Rita Carvana. Classificação: 14 anos. 
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem