"Meu Deus, o que eu faço agora?", pensou Bob Wolfenson ao fotografar Chico Buarque

Crédito: Mariana Carvalho

Nesta terça-feira (29/6), Marcelo Tas conversa com Bob Wolfenson no #Provoca. O fotógrafo conta como é fotografar uma mulher nua, fala sobre as fotos com Maitê Proença na Itália e a máfia, a emoção de registrar Chico Buarque e sobre seu livro comemorativo de 50 anos de carreira, Desnorte. O programa vai ao ar na TV Cultura, a partir das 22h.

Wolfenson comenta na edição como é fotografar uma mulher nua, se fica excitado. "Sinceramente, posso ficar, óbvio. Mas são tantas injunções, a expectativa é tão grande, tanto dinheiro envolvido que ainda que o coração mexesse, você tinha que se conter", diz. E Tas provoca: eu ainda tenho curiosidade, na hora do pênalti como é que você respira? "Conto até dez e pronto", confessa.

Bob fala também das fotos que fez com a Maitê Proença para a Playboy na Itália. "Foi um marco divisor na minha vida de fotógrafo de mulheres nuas, porque foi um trabalho que incorporou pessoas. Foi uma transgressão louca em todos os sentidos. A Maitê sentou ao lado de uns velhinhos que estavam jogando cartas, ai quando ela tirou o roupão os velhinhos não olharam para ela. Eles estavam concentrados no jogo e ela, na boa mesmo, não estava nem aí. No interior da Sicília, pedimos autorização para o ‘capo’ da cidade, não era para a polícia", conta.

Sobre seu livro comemorativo de 50 anos de carreira, Desnorte, Bob Wolfenson diz que olhou para o passado com integridade, que não o desintegrou. "Talvez a minha característica principal seja esse trânsito pelos vários gêneros da fotografia. a minha originalidade, se é que há, está nesse trânsito. Não tinha como não ter imagens aparentemente desconexas", explica.

Por fim, Tas pergunta qual a foto mais difícil psicologicamente que ele fez. "Eu acho que quando eu estou diante de alguém que eu admiro muito ou diante de uma situação muito constrangedora, como são, às vezes, as fotos das mulheres nuas. Mas acho que um trabalho que eu fiz com Chico Buarque. Eu estava diante dele e pensei: meu Deus, o que eu faço agora? Estou na frente do Chico Buarque! Como eu dirijo? O que eu consigo? O que posso fazer? Aonde vou? Tudo isso vem na cabeça", comenta.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem